background preloader

Political Scam

Facebook Twitter

“Lula incomoda os EUA e é preciso resistir” – TUTAMÉIA. Os EUA não querem aliados, querem súditos. Buscam os recursos naturais na América Latina e disseminam golpes para obter governos submissos. Lula incomoda os Estados Unidos ao adotar políticas independentes. É a visão de Adolfo Pérez Esquivel, Nobel da Paz de 1980. Ele almoçou nesta segunda-feira (2/3) em São Paulo com jornalistas, advogados e militantes de direitos humanos. Depois, se encontrou com Lula e disse que vai propor o nome do ex-presidente para o Nobel da Paz (foto Ricardo Stuckert, na pág. inicial). Antes de se reunir com Lula, no início da tarde, Esquivel falou especialmente ao TUTAMÉIA. Disse estar preocupado com o retrocesso nas liberdades cidadãs e na democracia na América Latina. Recordou que esse movimento começou em Honduras (com a queda de Manuel Zelaya), depois aconteceu no Paraguai (deposição de Fernando Lugo) e segue em curso nas tentativas de desestabilização na Venezuela.

Aos pessimistas, lembrou do poeta e dramaturgo argentino Leopoldo Marechal (1900-1970). Prof. Fábio Konder Comparato | A oligarquia brasileira. Desconstruindo a Spotniks. – #anarquinho. Há alguns meses eu venho acompanhando os posts da página liberal de direita, Spotniks. No começo eu me surpreendi com a capacidade da página de organizar e apresentar textos bem estruturados e super didáticos, mas com o tempo e leitura, fui percebendo uma linguagem extremamente imperativa, com argumentos inconsistentes e cheios de malabarismos lógicos, e falácias… muuuuiiitaaaas falácias. Hoje eu me deparei com mais um post dessa página: 5 ideias de esquerda que jamais fizeram o menor sentido (mas você sempre acreditou).

Logo de cara já imaginei que esse post teria a mesma estrutura dos demais, e então resolvi desconstruir ponto por ponto, expondo todas as mazelas estruturais desse texto, e por tabela, expondo as mazelas estruturais que estão presentes em quase todos os posts dessa página. Pois bem, vamos começar!! Inicialmente, é necessário deixar claro que todos os textos da Spotniks são antes de tudo propaganda. “Faça isso! ( 3. 4. ” O mundo nunca foi tão pobre.” O poder da Atlas Network: Conexões ultraliberais nas Américas. * Artigo publicado originalmente nos Anais do XII Encontro Internacional da ANPHLAC: Conexões ultraliberais nas Américas: o think tank norte-americano Atlas Network e suas vinculações com organizações latinoamericanas Introdução: sobre a Atlas Network e o ultraliberalismo Inicialmente, esclareço que meu interesse nas vinculações da Atlas Network com organizações latino-americanas — e, em particular, brasileiras — deve-se, evidentemente, à conjuntura política brasileira dos últimos anos.

Meu objetivo é apresentar as conexões entre o avanço de uma direita ultraliberal — no Brasil e em outros países latino-americanos — e o think tank norte-americano Atlas Network, que tem parcerias com várias organizações ultraliberais em todo o mundo.[1] Explicito, a princípio, que fiz a opção pela expressão ultraliberal, em lugar de neoliberal, por considerá-la mais precisa. A Atlas Network possui, de acordo com informações contidas em sua página na internet, 465 partners em 95 países. Murray N. Temer esgota-se — e o “mercado” trama algo pior. Lisboa, num seminário entre banqueiros e grandes empresários Diante de naufrágio do governo, economistas como Marcos Lisboa e instituições com o Insper pedem o desmonte total do setor público Por Paulo Kliass*, na Carta Maior O Brasil parece naufragar nas águas revoltas de um oceano mal-humorado. Esse cenário ambientado sob uma tempestade violenta é mesmo muito dramático, mas a verdade é que tal fenômeno tem muito pouco ou quase nada de natural em sua manifestação.

A crise econômica é evidente. As consequências sociais de sua propagação são impressionantes. O desemprego atinge níveis recordes, com a taxa de desocupação atingindo mais de 13,7% da população economicamente ativa. O nível da atividade econômica acumula queda sobre queda ao longo dos últimos dois anos, com a maior redução do PIB de nossa história tendo sido registrada no biênio 2015-2016. O modelo que dá fundamento a esse tipo de proposta para a economia atende por diversos nomes e endereços.

Redação. Conceição Tavares: o país destroçado e a alternativa. Para a grande economista, “nunca houve elite tão ruim” — nem na ditadura. Executivo e Congresso corromperam-se, economia foi capturada pelas finanças. Resta reinventar a política, a partir de propostas como a Renda Cidadã Por Maria da Conceição Tavares, na Insight Inteligência | Imagem: Marcel Gautherot, da série A Construção de Brasília Vivemos sob a penumbra da mais grave crise da história do Brasil, uma crise econômica, social e política. Enfrentamos um cenário que vai além da democracia interrompida.

Hoje, citar um político de envergadura com notória capacidade de pensar o país é um exercício exaustivo. A ditadura, a qual devemos repudiar por outros motivos, não era tão ordinária nesse sentido. É de infernizar a paciência que a Lava Jato tenha se tornado símbolo da moralização. Não estou dizendo que o cenário internacional seja um oásis. Por outro lado, também não se acham soluções pela economia, notadamente o setor produtivo.

Lamento, mas não me dobro; sofro, mas não me entrego. Temer esgota-se — e o “mercado” trama algo pior. A corrupção nos governos militares. Publicado em 4 de fevereiro de 2018 por Márcia - artigos Apesar de ser a bandeira da “revolução” de 64, nenhum general conseguiu limpar o país da corrupção. Se o único patrimônio de Castelo Branco foi um Aero Willis preto e um imóvel em Ipanema; se Médici desviou o traçado de uma estrada para que ela não valorizasse suas terras e Geisel respondeu à esposa que queria um apartamento novo, “ – Se comprar esse apartamento vão dizer que estou roubando”, as “demonstrações de decência pessoal apresentaram parcos resultados para a vida pública do país” – como disse a historiadora Heloísa Starling. Ela enumera escândalos que vão desde a operação Capemi, (caixa de Pecúlio dos Militares) que ganhou concorrência suspeita para a exploração de madeira do Pará, os desvios de verba na construção da Ponte Rio-Niteroi e da Rodovia Transamazônica, à compra de adubo superfaturado pela Secretaria de Agricultura de Minas Gerais, às acusações de irregularidades na Federação Baiana de Futebol, entre outros.

:: Jornal Luzilândia :: Gilmar Mendes, a repudiável e incômoda “obra prima” de FHC. É conhecido pela mídia nacional como “tucano de toga”. E considerado pela classe jurídica brasileira como um “juiz parcial”, que julga de acordo com os interesses dele próprio Por Miguel Dias Pinheiro, advogado (foto) ilmar Ferreira Mendes nasceu em Diamantino-MT, em 30 de dezembro de 1955. É jurista, magistrado e professor de Direito.

É ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) desde 20 de junho de 2002, indicado pelo então Presidente da República, Fernando Henrique Cardoso (FHC), em cujo governo exercera o cargo de Advogado-Geral da União, desde janeiro de 2000. Fundou, em 1998, juntamente com Paulo Gustavo Gonet Branco e Inocêncio Mártires Coelho, o Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP), uma escola privada do Direito que oferece cursos de graduação e pós-graduação, em Brasília. Suas posições como ministro da mais alta Corte de Justiça do Brasil, no entanto, têm recebido inúmeras críticas. Em maio de 2002, o jornal Folha de S.

A Sociedade Industrial e seu futuro Manifesto de Unabomber. Untitled. Naomi Klein: “O futuro é radical, no aspecto ambiental e no político” Como numa apocalíptica versão da Cinderela, o relógio do colapso ambiental se aproxima de meia-noite. E, como as elites não se podem dar ao luxo de levar a sério a mudança climática, pois isso “equivale a reconhecer o fim do projeto neoliberal”, o resto da sociedade precisa agir imediatamente. Isso para não falar da chegada de Trump à presidência dos EUA. Não Basta Dizer Não (Bertrand Brasil) foi a maneira como a jornalista e ativista Naomi Klein (Montreal, 1970) formulou a situação em formato de livro: trocando os prestigiosos tomos ultra-analíticos e com profusão de notas (como nas obras Sem Logo; A Doutrina do Choque…) por um manifesto urgente que chama à mobilização e à luta: da jurídica à das ruas e fábricas.

Pergunta. Desde 2008 vivemos uma brutal desconstrução da esfera pública, a perda de segurança trabalhista e ambiental, desemprego (especialmente o juvenil) muito alto. Resposta. P. R. P. R. P. R. P. R. P. R. P. R. P. R. P. R. P. R. P. R. P. R. Esalq e MST: Universidade, reforma agrária e liberdade acadêmica. No dia 2 de novembro de 2017, notícia veiculada no site da Associação dos Docentes da USP (Adusp) anunciava a existência de uma comissão de sindicância interna na Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” da Universidade de São Paulo (Esalq/USP) contra o professor Marcos Sorrentino, cuja finalidade é investigar a ocorrência de uma atividade acadêmica organizada em conjunto com o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

A atividade desenvolvida foi uma oficina que utilizou uma lona preta com a finalidade de mostrar como se montam as barracas de acampamentos e promover um diálogo sobre a vida das famílias que, organizadas na luta pela terra, acampam para conquistar um direito constitucional: o acesso à terra. Na contramão da história da grande maioria das nações no mundo, no Brasil a reforma da estrutura agrária vem sendo adiada no interesse das classes dominantes, em que pese o texto constitucional, no intuito de sustentar o patrimonialismo nascido em tempos coloniais.

Rouba, mas reforma - Jornal O Globo. Quando veio à tona a delação dos irmãos Batista, o país entrou em ebulição. Não poderia ser diferente: o presidente em exercício e um dos favoritos para exercer o cargo, entre 2019 e 2026, foram flagrados negociando e recebendo propina. Mas o Brasil dá voltas em torno do óbvio: apressadamente, um dos principais jornais do país publicou uma perícia, descuidada e inepta, questionando parte da prova. Defensores da esquerda se insurgiram: “Isso sim é uma delação com prova”. Os adversários retrucaram: “Essa delação é para proteger o maior líder da corrupção do país”. Os corruptos, de todos os partidos, sorriram e gostaram do que viram: teses defensivas gestadas antes da primeira reunião com o advogado e o marqueteiro, nem sempre nessa ordem. Está aí a nossa modernização: “rouba, mas reforma”. O mundo entrou na era da pós-verdade. A Lava-Jato colocou, nos últimos três anos, os brasileiros frente aos corruptos.

A operação mostrou, em áudio e vídeo, que a corrupção está em todos os partidos. A Corrupção e o Sistema da Dívida - 2015. A insustentável lerdeza do judiciário. Viramos um país de concurseiros. Neste momento, 10 milhões de brasileiros estudam para algum concurso público – é quase 10% da população economicamente ativa, aquela que junta quem está trabalhando e quem procura por um emprego. Para boa parte do nosso exército de prestadores de concurso, as melhores oportunidades estão no Judiciário – o que faz sentido num país que possui 1.200 faculdades de Direito contra 1.100 faculdades de todos os demais países do mundo (sim, mais da metade das faculdades de Direito do mundo está no Brasil, segundo a OAB).

Não é à toa. Juízes, por exemplo, têm ainda mais privilégios do que parece à primeira vista. Os 16,2 mil magistrados em atividade no Brasil ganham, em média, R$ 46 mil mensais. Isso porque três em cada quatro juízes recebem mais do que o teto do funcionalismo público, de R$ 33,7 mil, graças a “indenizações” e “gratificações” recorrentes, e estranhas a trabalhadores que não usam toga. Com isso, gastamos por aqui 1,3% do PIB com o Judiciário. Há algo de pobre no Reino do Brasil | Genialmente Louco. Já dizia em outro texto que o Brasil se tornou um seriado de terror e, infelizmente, pareço ter razão, uma vez que estoura mais um esquema de corrupção em solo tupiniquim. No entanto, mais do que culpabilizar exclusivamente algumas pessoas por mais esse problema, prefiro caminhar pelo terreno crítico, buscando investigar o porquê disso acontecer, como também, dos demais problemas que afligem o povo brasileiro.

O esquema de corrupção denominado de “carne fraca” só torna ainda mais evidente a relação promíscua e imoral existente entre o poder econômico das grandes empresas e a classe política. E isso não se deve apenas ao fato de indivíduos ligados ao poder público receberem propina para que grandes marcas consigam lucrar à custa da saúde e da dignidade das pessoas; mas antes, ao fato da maior parte dos políticos terem as suas campanhas financiadas por empresas, como as envolvidas no esquema.

Aliás, o que é o povo para esse sistema que comanda o país? Como o atual governo nos enxerga? GED Blog | An Interview with Nobel Laureate Joseph Stiglitz - GED Blog. O inimigo do Supremo – JOTA. O Supremo converteu-se em gabinete regulatório da crise política brasileira. Não há impasse político no país que lá não chegue, quer na esfera criminal, quer na eleitoral, parlamentar ou constitucional.

Com maior ou menor competência, clareza e inventividade, o tribunal, quando não se omite, tem definido as regras do jogo. Aos atores políticos implicados cabe obedecê-las. A obediência, contudo, não é um dado que se possa presumir, mas uma meta a se conquistar. Como pode um tribunal minimizar esses incentivos e conquistar autoridade? Uma corte poderosa não é aquela que recebeu amplos poderes da constituição, mas aquela que se faz obedecer.

A política de Gilmar Mendes As relações de Gilmar Mendes com a política não são novas, nem causam mais espanto. A história é extensa, mas não custa recapitular alguns exemplos de promiscuidade. O episódio mais recente relaciona-se a Aécio Neves, até então presidente do PSDB e segundo colocado nas eleições presidenciais de 2014. MICHEL TEMER : Por Gregório Duvivier. HISTORY OF IDEAS - Capitalism. POLITICAL THEORY - Marx. Juíza denuncia liquidação do Estado, massacre dos pobres e adverte: “muito mais está por vir” | Caminho pra Casa. O massacre em curso. Foto de Lula Marques Valdete Souto Severo, juíza no Tribunal Regional do Trabalho da Quarta Região (RS), adverte sobre o cenário das reformas do governo Temer que massacram os trabalhadores: “muito mais está por vir”, num processo de “desmantelamento completo do Estado” e liquidação da frágil rede de proteção social aos pobres criada a partir da Constituição de 1988.

Conversei com ela para uma entrevista veiculada no site Previdência, Mitos e Verdades. Para ela, o processo de destruição das instituições do Estado é liderado pelas cúpulas das próprias instituições, articuladas com forças econômicas poderosas; só a mobilização de rua conseguirá barrar a “reforma” da Previdência e a trabalhista. O cenário visto pela juíza é como uma atualização dos momentos mais dramáticos da vida do povo de Israel, denunciados pelos profetas bíblicos. Leia a íntegra da conversa telefônica, acontecida nesta terça, 28 de março. [Mauro Lopes] Já estamos a caminho, escorregando pra baixo. Log In - New York Times. Log In Don't have an account? Sign up here » Facebook Google or Forgot password?

Diretora do FMI contradiz Meirelles e afirma que prioridade deve ser combate à desigualdade social - BBC Brasil. “Escolas sem partido” ou Pensamento Único? DÍVIDA PÚBLICA BRASILEIRA - A soberania na corda bamba - filme completo. “A dívida pública é um mega esquema de corrupção institucionalizado” The Trouble With TTIP. Revolving door (politics) Ordem Brasil: CARTA ABERTA DA EX-COMISSÁRIA DA VARIG PARA O EX-PRESIDENTE LULA. COMPARTILHE! Brasil. Cinzas no paraíso – Gabeira.com. Os Dez Princípios Conservadores – Tradutores de Direita. Delcídio guarda diário com bastidores do Congresso. House of Cunha. A mineração e os eco-chatos | edu cezimbra. Alertar é preciso! Exhausted Noam Chomsky Just Going To Try And Enjoy The Day For Once. Bastidores de uma tragédia: Os relações públicas da Samarco dão uma surra no Estado brasileiro, que sucumbe ao poder econômico. Lula perdeu a batalha ideológica da mentira contra o bom senso.

Luiz Felipe Pondé destroça o esquerdismo de Marcos Nobre. Em um país com o sistema de votação tão falho quanto o do Brasil, uma auditoria das urnas eletrônicas pode ser muito bem-vinda | Ricardo Setti. Eduardo Cunha, o nosso vilão do Batman. PARA OS PROFESSORES QUE FAZEM AS PROVAS... - Augusto de Franco. Manufacturing the Illusion of Democracy – Chris Hedges. Ministro deixa corregedoria do TSE, critica corrupção e denuncia 'manipulação da democracia' Remuneração em ministério vai até R$ 152 mil | Blog do Moreno.

Chomsky e Naomi Klein encabeçam críticas às metas da ONU. Risco de volta da direita? A esquerda depois do PT. Lula será interrogado pelo juiz Sérgio Moro. Adeus zona de conforto | SINTESE NEWS. Foro de São Paulo declara guerra ao Brasil. Owned & Operated.

Donos do MUNDO

IMPERIO Decadente. HOW THE BRITISH EMPIRE BRAINWASHED THE WORLD. Noam Chomsky (2014) "How to Ruin an Economy; Some Simple Ways" Populismo x República. Gloria Alvarez sobre Populismo - Legendado. A nova roupa da direita. Magistral regreso de Gloria Álvarez - Siempre Noticias. Quem te viu, quem te vê. Invited by Vatican, Naomi Klein Makes Moral Case for World Beyond Fossil Fuels. Rick Santorum Explains Why He Can Talk About Climate Change, But Pope Can’t. A petição dos fabricantes de velas. Pentagon Runs Hollywood. Collecting Rainwater Now Illegal In Many States As Big Government Claims Ownership Over Our Water. Brazil's Massive Corruption Scandal Has Bitterness Replacing Hope. A direita abraça a rede. ‘Vivemos em uma falsa República’, diz procurador da Lava Jato. Voto Impresso - sen. Ana Amélia(PP/RS) responde ao min. Dias Toffoli. Cresce, entre deputados, prática de apresentar íntegra de emendas elaboradas por empresas. Frei Betto: “O erro do Lula foi ter facilitado o acesso do povo a bens pessoais, e não a bens sociais”

Ajuste pra quem? Parte 1: Mais de 130 mil apadrinhados sem concurso, os 39 ministérios consomem R$ 214 bilhões só em salários. ''Dilma não tem condições de recompor o País" As bombas maiores. O crime perfeito. DÍVIDA PÚBLICA BRASILEIRA - A soberania na corda bamba - filme completo. Photos du journal - Augusto de Franco. Scandals in Brazil Prompt Fears of a Return to Turmoil. EUA podem endossar oficialmente tese de fraude eletrônica nas nossas eleições 2014. Volta ao STF a batalha para impedir ex-advogado do PT à frente da Lava Jato. Ação Popular, assinada por procurador Matheus Faria, denuncia fraude na contratação de urnas eletrônicas para eleições presidenciais 2014. Por qué Brasil puede investigar al poder económico y político | Petrobras, Brasil, Justicia, Corrupción.

Why is Brazil able to investigate the economic and political powers? | Brazil Portal. Lula e seu discurso de ódio | Editoriais. 5 pontos para você entender como o sistema financeiro leva nossa economia para o buraco : Envolverde Portal de Sustentabilidade do Brasil. Native American Council Offers Amnesty to 240 Million Undocumented Whites | City World News. Revista Veja: a criminosa tradição das 'entrevistas' inventadas. Vídeo desnuda os tentáculos criminosos da revista Veja de forma jamais antes vista. El Mostrador - El primer diario digital de Chile - Noticias, reportajes, multimedia y último minuto. Por que o silêncio das mídias sobre a Islândia? Slavery By Consent: Understanding The Human Farm. Capitalism: A Love Story - Documentary.

Manufacturing Consent - Noam Chomsky (1992) Time to Unslave Humanity: Ethos [Full Movie] Consumerism and Financial Debt = Slavery!