background preloader

Ernst Götsch

Facebook Twitter

Vamos plantar água? Água se planta com agroflorestas. Em períodos de secas, queimadas e clima insalubre devido a baixa umidade do ar e a fumaça dos incêndios, ocasionando um desastre ambiental de proporções catastróficas para o Brasil e o mundo é mister lembrar as lições de Ernst Götsch e as suas amadas e benfazejas agroflorestas.

Vamos plantar água? Água se planta com agroflorestas

Ernst Götsch nos mostra que agroflorestas são agroecossistemas semelhantes aos sistemas naturais: “a vida não conhece tempo, conhece fluxo.” Observando esta premissa ecossistêmica recupera solos degradados, sem insumos de fora, ao contrário da “revolução verde” e do modelo insustentável do agronegócio latifundiário e da monocultura. A agrofloresta evita ciclos anti-ecológicos com desarmonia inoportuna. O Planeta Terra é um biocondensador, pois capta 1% da energia solar e armazena hidrocarbono, portanto as queimadas são suicídio. A agrofloresta produz madeira, que não é plantada com esta finalidade exclusivamente, pois é um subproduto. Lembra que o guanandi na Mata Atlântica é indicador de nascente de água. Mini-doc mostra que é possível mudar o mundo com sistema de agroflorestas de Ernest Gotsch.

O documentário (de 15 minutos) “Vida em Sintropia” mostra os princípios agroflorestais usados por Ernest Gotsch na recuperação de sistemas degradados.

Mini-doc mostra que é possível mudar o mundo com sistema de agroflorestas de Ernest Gotsch

Trabalhando em parceria com a Fazenda da Toca que produz orGânicos em larga escala, Gotsch e Pedro Paulo Diniz tem mostrado ao mundo que a agroecologia é um futuro seguro para a humanidade. Por outro lado o documentário mostra a fazenda no sul da Bahia em que Gotsch transformou completamente uma área degradada em um sistema agroflorestal sustentável. A fazenda antes conhecida como “Fugidos da Terra Seca”, hoje tem um novo nome: Fazenda Olhos D’Água. Agenda Gotsch - O site oficial de Ernst Gotsch.

When Brazilian farmer Ernst Gotsch bought 1,200 acres of completely deforested land on the edge of the rainforest in 1984, it was known as "Dry Lands.

" Gotsch, who was interested in finding new ways to work with, rather than against, nature found himself battling strong winds and drought. So he started out by replanting the land according to a system of natural succession—eventually reforesting the entire area and turning it into an incredibly biodiverse yet productive working farm which, it's claimed, has actually altered the microclimate around it in the form of increased rainfall and lower temperatures. It's an incredible feat. And it's one that many people around the world are paying attention to. Alongside the desperate need to cut fossil fuel use and decrease greenhouse gas emissions, there's a growing interest in the role that better soil management might play in sequestering carbon and promoting biodiversity. Água se planta com agroflorestas – Ecologia dos Saberes. “A Vida baseada no Amor Incondicional gera abundância.”

Água se planta com agroflorestas – Ecologia dos Saberes

Ernst Götsch Em períodos de secas, queimadas e clima insalubre devido a baixa umidade do ar e a fumaça dos incêndios, ocasionando um desastre ambiental de proporções catastróficas para o Brasil e o mundo é mister lembrar as lições de Ernst Götsch e as suas amadas e benfazejas agroflorestas. Ernst Götsch nos mostra que agroflorestas são agroecossistemas semelhantes aos sistemas naturais: “a vida não conhece tempo, conhece fluxo.” Observando esta premissa ecossistêmica recupera solos degradados, sem insumos de fora, ao contrário da “revolução verde” e do modelo insustentável do agronegócio latifundiário e da monocultura. A agrofloresta evita ciclos anti-ecológicos com desarmonia inoportuna. Banco Mundial: fazenda em SP mostra viabilidade da agrossilvicultura de grande escala.

A Fazenda da Toca, empresa privada de São Paulo, está demonstrando a viabilidade da agrossilvicultura — o cultivo de árvores em conjunto com culturas agrícolas ou com criação de animais — de grande escala, inclusive em terras com solo altamente degradado.

Banco Mundial: fazenda em SP mostra viabilidade da agrossilvicultura de grande escala

Segundo o Banco Mundial, o empreendimento pode pôr fim ao mito de que a agrossilvicultura em grande escala é demasiadamente cara e requer mão de obra intensiva para atrair o setor privado. Fazenda Toca, em São Paulo, adota o cultivo de árvores juntamente a culturas agrícolas. Foto: Instagram Por Gregor Wolf e Werner Kornexl A pecuária e a agricultura têm sido os impulsores principais do desmatamento e da degradação da terra no Brasil, utilizando práticas de uso da terra às custas do meio ambiente, causando escassez de água, perda da biodiversidade e persistência da pobreza.

Não há dúvida de que a restauração da terra e das florestas para reparar os ecossistemas é urgentemente necessária no Brasil. Mais notícias de: BANCO MUNDIAL. Life in Syntropy. Untitled. Da horta à floresta - From garden to forest. Life in Syntropy. Untitled. AgendaGotsch. Neste Chão Tudo Dá. Agenda Gotsch na Fazenda da Toca - TEASER. Ernst Götsch. Curso de manejo agroflorestal na Fazenda São Luiz – São Joaquim da Barra/SP Início: dia 13/11 às 8:30 Término: dia 16/11 às 16:00 Este curso é dirigido para pessoas que já conhecem e praticam agrofloresta.

Ernst Götsch

Faremos um processo seletivo para melhor adequação do perfil dos participantes aos objetivos do curso. Continue lendo vídeo Projeto Agroflorestar: semeando um mundo de amor, harmonia e fartura Não existe no Brasil experiência mais inspiradora de agrofloresta com agricultores familiares do que a Cooperafloresta. “Agroflorestar, apresenta a fascinante trajetória dos agricultores de Barra do Turvo, no Vale do Ribeira. Continue lendo Cursos de Agrofloresta na Oca em Alto Paraíso/GO A Oca Brasil de Alto Paraíso de Goiás está divulgando seu calendário de cursos de formação em Agrofloresta para o ano de 2012. A agenda inicia com o curso avançado dia 2 a 6 de Maio de 2012 com Ernst Göstch. Veja mais detalhes clicando no cartaz abaixo: Curso de Formação em Agrofloresta – módulo I – Alto Paraíso/GO.