background preloader

Paraná

Facebook Twitter

Mapa das Escolas Ocupadas no Paraná #OcupaParaná. Governo: Governo faz parceria para modernizar a gestão pública - Agência Estadual de Notícias. O governador Beto Richa e o empresário Jorge Gerdau Johannpeter assinaram nesta terça-feira (4), em solenidade no Palácio das Araucárias, um protocolo de intenções entre o Governo do Paraná e o Movimento Brasil Competitivo (MBC), para implantar o programa Modernizando a Gestão Pública.

Governo: Governo faz parceria para modernizar a gestão pública - Agência Estadual de Notícias

O objetivo do programa é tornar mais eficiente a gestão administrativa e financeira do Estado, a partir de uma ampla proposta que inclui apoio técnico para melhoria do controle fiscal e orçamentário, aprimoramento dos contratos de gestão, medidas relacionadas ao custeio administrativo e folha de pagamentos, implantação de escritório de projetos e atração de investimentos.

A medida está alinhada à proposta de oferecer cada vez mais serviços públicos de melhor qualidade e evitar o desperdício de recursos, atendendo os preceitos dos Contratos de Gestão, assinados pelo governador com todos os secretários estaduais. Governo aprova urgência para reforma da previdência. Mas vitória foi apertada. A Cobertura Mais Completa Assine o plano completo da Gazeta do Povo e receba as edições impressas todos os dias da semana + acesso ilimitado no celular, computador e tablet.

Governo aprova urgência para reforma da previdência. Mas vitória foi apertada

Tenha a cobertura mais completa do Paraná com a opinião e credibilidade dos melhores colunistas! Com dificuldades financeiras desde o ano passado, UEL deve fechar 2015 no vermelho - UEL - Educação. A Universidade Estadual de Londrina (UEL) vai terminar o ano de 2015 do jeito que começou: afundada em despesas e cercada por dificuldades financeiras.

Com dificuldades financeiras desde o ano passado, UEL deve fechar 2015 no vermelho - UEL - Educação

"Estamos na mesma situação, trabalhando na redução de custos com a manutenção do campus para evitar grandes prejuízos à área acadêmica", resumiu a reitora da instituição, Berenice Jordão, em entrevista ao Bonde nesta quarta-feira (18), admitindo que a UEL deve fechar o ano no vermelho, com dívidas atrasadas e sem nenhuma perspectiva para investimentos.

Conforme ela, o governo alterou, no meio deste ano, o sistema de envio de verba, e comprometeu ainda mais as finanças da universidade. "Antes, recebíamos parcelas fixas de três em três meses. Agora, o repasse é feito conforme apresentamos as despesas", explicou, expondo o sistema "apaga incêndio" adotado pelo Estado. Juiz exclusivo se diz preparado para desafio e descarta prescrição - Juliano Nanuncio. O juiz da 3ª Vara Criminal de Londrina, Juliano Nanuncio, conversou com a reportagem do Bonde nesta quinta-feira (30) e comentou o fato de o Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) ter designado o seu nome para cuidar, de forma exclusiva, dos processos das operações Voldemort e Publicano.

Juiz exclusivo se diz preparado para desafio e descarta prescrição - Juliano Nanuncio

O magistrado se disse preparado para o "desafio", inédito em sua carreira, e garantiu, ainda, estar "à vontade" para julgar ações que envolvem pessoas ligadas ao alto escalão do Governo do Estado. "Independentemente de qualquer coisa, vou fazer o meu trabalho da melhor forma possível", destacou. A designação aos dois processos específicos foi comunicada ao juiz pelo próprio presidente do Tribunal de Justiça, Paulo Vasconcellos. Juiz da Publicano terá trabalho com "enrolações jurídicas", aponta coordenador do Gaeco - Leonir Batisti. Os suspeitos da Operação Publicano, responsável por investigar um esquema de cobrança de propina descoberto dentro da Receita Estadual, já foram denunciados à 3ª Vara Criminal de Londrina.

Juiz da Publicano terá trabalho com "enrolações jurídicas", aponta coordenador do Gaeco - Leonir Batisti

Juntas, a primeira e a segunda fase da operação foram responsáveis por denunciar quase 200 pessoas à Justiça, entre auditores fiscais, empresários, contadores e advogados. Na avaliação do coordenador do Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado (Gaeco) no Paraná, Leonir Batisti, o magistrado responsável por analisar as denúncias vai precisar ser muito competente e dedicado, principalmente, conforme ele, pelo fato de "os processos permitirem enrolações jurídicas" por parte dos advogados de defesa. "É preciso que o juiz esteja concentrado, firme e preparado para enfrentar certas dificuldades", destacou em entrevista ao Bonde nesta sexta-feira (17). Publicano: pontos envolvendo políticos são encaminhados à Procuradoria Geral - Jorge Barreto da Costa.

A Operação Publicano, responsável por investigar um esquema de corrupção descoberto dentro da Receita Estadual em Londrina, levantou elementos envolvendo pelo menos quatro políticos durante a sua segunda fase.

Publicano: pontos envolvendo políticos são encaminhados à Procuradoria Geral - Jorge Barreto da Costa

Um dos fatos já revelados, detalhado pelo auditor - e delator - Luiz Antônio de Souza em depoimento, dá conta de que a campanha à reeleição do governador Beto Richa (PSDB) teria recebido cerca de R$ 2 milhões da organização criminosa. O outro, também levantado por meio da delação premiada com o auditor, aponta que uma empresa de fachada teria feito doações à campanha eleitoral do deputado estadual Tiago Amaral (PSB). Os demais políticos supostamente beneficiados, um deputado estadual e outro federal, estão tendo os nomes mantidos em sigilo pelos promotores. Saulo Ohara/Equipe Folha. Juiz determina retificação de salários de professores no site do governo do Paraná. O governo do Paraná recebeu um prazo de 90 dias para “corrigir” os valores dos salários dos professores divulgados na internet, no site oficial do Executivo.

Juiz determina retificação de salários de professores no site do governo do Paraná

A ordem de retificação é do juiz Guilherme de Paula Rezende, da 4ª Vara da Fazenda Pública de Curitiba, em despacho assinado no último dia 29. Ele atende a um pedido de liminar proposto pela APP-Sindicato, entidade que representa os servidores da educação no estado. Em caso de descumprimento, o juiz ainda define uma multa diária de R$ 10 mil ao governo estadual. A polêmica sobre os salários dos professores surgiu em meio à greve dos professores, encerrada há cerca de um mês. Gaeco confirma terceira fase da Operação Publicano - Publicano. A Operação Publicano, responsável por investigar um esquema de cobrança de propina descoberto dentro da Receita Estadual em Londrina, terá uma terceira fase.

Gaeco confirma terceira fase da Operação Publicano - Publicano

A informação foi confirmada ao Bonde, nesta segunda-feira (6), pelo coordenador do Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado (Gaeco), Jorge Barreto da Costa. O promotor revelou que o Ministério Público (MP) já conseguiu identificar novos fatos relacionados ao esquema de corrupção, mas adiantou que a próxima fase da operação terá, como foco principal, a recuperação do dinheiro desviado pela organização criminosa. "Vamos precisar bloquear os patrimônios adquiridos com o dinheiro da corrupção e revertê-los em valores para os cofres públicos do Estado", destacou. Arquivo Folha.

Oposição ‘federaliza’ investigação de propina na reeleição de Richa. Você está aqui: Home // Cadernos, Cascavel, Cornélio Procópio, Curitiba, Destaques, Diário de Greve, Foz do Iguaçu, Guarapuava, Litoral, Londrina, Maringá, Notícias, Polí­tica, Ponta Grossa, RMC, Sudoeste // Oposição ‘federaliza’ investigação de propina na reeleição de Richa A bancada de oposição na Assembleia Legislativa do Paraná, formada sete deputados, ‘federalizou’ nesta segunda-feira (18) a investigação de crimes eleitorais cometidos pelo governador Beto Richa (PSDB).

Oposição ‘federaliza’ investigação de propina na reeleição de Richa

Segundo denúncia do auditor Luiz Antônio de Souza, o tucano recebeu R$ 2 milhões oriundos do esquema de corrupção na Receita Estadual de Londrina. Os parlamentares oposicionistas protocolaram hoje representação no Ministério Público Federal pedindo a instauração de inquérito pela Polícia Federal. Integrantes do governo Sartori são orientados a não usar a palavra “corte” 19/mai/2015, 14h21min O secretário estadual da Comunicação, Cleber Benvegnú, elaborou um documento com as diretrizes de comunicação do governo Sartori.

Integrantes do governo Sartori são orientados a não usar a palavra “corte”

(Luiz Chaves/Palácio Piratini) Marco Weissheimer O governo de José Ivo Sartori (PMDB) será menos mirabolante, prometedor, falastrão e grandiloquente e mais realista, cumpridor, responsável e pés no chão. Neoliberalismo de Estado: a repressão aos professores do Paraná. Parece anacrônico que, em pleno século XXI, professores sejam reprimidos de modo sangrento pela polícia. É possível explicar, entretanto, que não há nada de arcaico nessa ação e que ela está em pleno acordo com a fase atual do neoliberalismo. Lembremos o motivo principal da mobilização, que não foi uma negociação por aumento de salários. Os professores do Paraná estavam resistindo à ameaça de terem suas aposentadorias comprometidas por um mecanismo típico do governo neoliberal. Há alguns anos, a empresa que administra a previdência do Paraná transferiu os servidores de um fundo administrado pelo Tesouro estadual para um fundo de previdência alimentado pela contribuição dos próprios servidores.

95 mil produtos ficam mais caros no Paraná a partir desta quarta-feira. Veja exemplos! O tarifaço proposto pelo governo do Paraná e aprovado pela Assembleia Legislativa no final do ano passado vai começar a pesar no bolso dos paranaenses a partir de hoje. O aumento na alíquota do ICMS, imposto que incide sobre quase todas as mercadorias e serviços, deve elevar o preço de cerca de 95 mil produtos, incluindo alimentos, bebidas, remédios, produtos de higiêne pessoal, gás de cozinha, gasolina e etanol. Para quase todos os produtos, a alíquota do ICMS sobe de 12% para 18%. As “estaduais” nos tornam adultos. A chamada “crise das universidades estaduais” – desencadeada no início deste ano – pede uma afirmação, em alto e bom som.

O Paraná seria uma miniatura de si mesmo não houvesse suas sete universidades. UEL, UEM, UEPG, Unioeste, Unicentro, Uenp e Unespar redesenharam o mapa desta terra, projetando-a para além da imagem pitoresca alimentada por tantas décadas, em panfletos patrióticos que a colocavam entre o ingênuo e o nada. Pinheirais, cataratas, cafezais, os inacreditáveis Campos Gerais, uma capital fria e europeia, por aí vai. Mas o Paraná é sobretudo um lugar onde universidades reviram o solo, incubam ideias, projetam cidades. A vida adulta passa por elas. Não se trata de uma bravata. Um único argumento é o bastante para associá-las a um novo tempo. Governadores controlam máquina de 105 mil cargos sem concurso público. A primeira pesquisa completa sobre a estrutura burocrática dos Estados, realizada pelo IBGE, revela que os 27 governadores empregavam em 2012, em conjunto, um contingente cerca de 105 mil funcionários que não fizeram concurso para entrar na administração pública.

PM tinha arsenal de quase 4 mil itens no dia 29 de abril. A operação policial que cercou a Assembleia Legislativa e ocasionou “a batalha do Centro Cívico”, há exatamente um mês, custou R$ 948,3 mil aos cofres públicos. A conta leva em consideração as quantias gastas com munição não-letal e diárias dos policiais militares que participaram da operação. Ao todo, os 2.516 policiais designados para a ação dispunham de 2.323 balas de borracha e 1.413 bombas de fumaça, gás lacrimogêneo e de efeito moral, além de 25 garrafas de spray de pimenta, para conter os manifestantes que se aglomeravam em frente à Assembleia Legislativa. Análise: Beto Richa não aprende com o desgaste e repete erros à exaustão. Governo do PR gastou R$ 6,3 milhões com fabricante de armas - CUT - Central Única dos Trabalhadores. 29 de abril + 30: agressão a professores derrubou Francischini e comandante da PM.

Governadores do PSDB lideram contratações sem concurso público.

Escândalos de Corrupção

Aspectos Políticos. Crise Fiscal. Greve dos Professores 2015. Massacre do Centro Cívico. Curitiba. Londrina. Saúde. A moralidade do TCE-PR. O tucano Ivan Bonilha. Sei, ele vai negar que é tucano. Professores e polícia entram em confronto durante votação na Alep - notícias em Paraná. PF prende André Vargas. Você está aqui: Home // Cadernos, Curitiba, Destaques, Londrina, Notícias, Polí­tica // PF prende André Vargas A Polícia Federal (PF) cumpre esta manhã de sexta-feira (10) a 11ª fase da operação da Lava Jato em seis estados brasileiros e no Distrito Federal.

Um dos presos na operação é o ex-deputado federal paranaense André Vargas (sem partido), de Londrina, que foi vice-presidente da Câmara. Ele teve o mandato cassado em dezembro de 2014. André Vargas é investigado por ter usado um avião alugado pelo doleiro Alberto Youssef, preso sob a acusação de lavar e movimentar R$ 10 bilhões.

Richa reconhece erros e volta a dizer que "o melhor está por vir" - Caixa Zero. Richa aumenta repasse de lucro com energia e saneamento para acionistas. Servidores do Detran-PR entram em greve - Folha de Londrina - O Jornal do Paraná - Brasil. Sem servidores e sem orçamento, governo do estado sufoca Defensoria Pública do Paraná. Dois anos depois de sua melhor fase, PT de Curitiba “derreteu” SEDUFSM - UFPR usa aparato policial para entregar HU à Ebserh. Todo mundo sabe onde está o dinheiro do governo. Beto Richa está inchando a máquina, investindo menos e terceirizando mais.

Greve no Detran-PR encerra 1ª gestão tenebrosa de Beto Richa. Mais da metade dos paranaenses que votaram na terceirização são empresários. Previdência é dor de cabeça antiga para o estado. Deputado quer “cabresto online” no pedágio mais caro do mundo. Todo mundo sabe onde está o dinheiro do governo. De olho no Palácio Iguaçu, Ricardo Barros protege suas mulheres. Osmar Dias sofre com vacas magras no Banco do Brasil. Presidente da Comissão de Ética nega sessões abertas para caso Nelson Justus. Decisão do TJ sobre previdência mostra por que governo preferiu enfrentar os professores.

Ministério Público confirma farra com cargos comissionados na Sanepar. Alvaro sugere que tucanos vão às ruas contra Dilma. OAB diz que mudanças no Fundo Previdenciário só valerão se houver homologação do MPS. O Paraná se afunda em uma crise política. União dos senadores do Paraná ajudou na indicação de Fachin ao STF. Família Richa custará R$ 1,5 milhão por ano aos cofres públicos. Sem propostas do governo para a data-base, servidores públicos continuam em greve - Baixo Clero. Superintendente do HU de Londrina diz que dinheiro acabou e não descarta paralisação total.

Decisão do TJ sobre previdência mostra por que governo preferiu enfrentar os professores. Beto Richa diz que “não merece essa injustiça” Queda de Francischini não encerra a crise da segurança - Baixo Clero. Encerrar a negociação com oferta abaixo da inflação é pedir continuidade da greve. PR não investiu o mínimo em saúde, mas gasto com publicidade subiu 668% Propaganda de Beto Richa muda postura da RPC/Gazeta com os professores.

Fim da negociação da greve deteriora relações dentro do governo. APP-Sindicato vai apoiar greve geral dos servidores a partir de terça-feira. O governo Richa desmancha no ar. Professor do Paraná conta por que foi baleado no olho. TCE a caminho da desmoralização? Operação no Centro Cívico mobilizou 133% mais efetivo que missão brasileira no Haiti. Eichmann nas Araucárias? - Baixo Clero. Campanha de Richa teria recebido R$ 2 mi desviados da Receita, diz delator. Sindicatos e Federação dos Jornalistas repudiam tentativa de intimidar profissionais da RPC - Baixo Clero. PR não investiu o mínimo em saúde, mas gasto com publicidade subiu 668% Governo saca R$ 500 mi da previdência. Deputados federais se reúnem segunda-feira com Sciarra para discutir a greve do funcionalismo.

Professores não esquecerão tiranias deste governo - Cícero Cattani Cícero Cattani. O plano A de Richa falhou. O que vem agora? - Cícero Cattani Cícero Cattani. Governo do Paraná é o 2.º do Sul e Sudeste que mais destina verba a outros poderes. Juristas protocolam pedido de impeachment contra Beto Richa; oposição terá dificuldade para chegar aos 36 votos para abrir processo. A exumação da classe política paranaense. MP responsabiliza Beto Richa e Francischini por confrontos no Paraná - Brasil - Estadão. "Superior não é proprietário, subordinado não é escravo", diz nota de associação de policiais.

Youssef depõe sobre irregularidades na campanha de Beto Richa - Alberto Youssef. Nenhuma polícia dos EUA mata tanto quanto a do Paraná. Para 60%, Richa é culpado pelo confronto entre PM e professores. Análise: virada a página do ajuste fiscal, segundo mandato de Beto Richa vai "começar"; o melhor está por vir? André Vargas está magoado com "abandono" do PT - Baixo Clero.