Inovação

Facebook Twitter

Quarta revolução industrial: A Era das Máquinas Livres. "Faça você mesmo científico" O movimento "Faça Você Mesmo" saltou das tarefas domésticas para os laboratórios de pesquisa.

Quarta revolução industrial: A Era das Máquinas Livres

E o salto foi impulsionado pelos mesmos motivos: economizar dinheiro e obter exatamente o resultado que você deseja. Para Joshua Pearce, o "faça você mesmo científico" está dando início a uma revolução. Três forças convergentes, todas de código aberto (open-source), estão por trás dessa revolução, explica o pesquisador em um artigo publicado no número mais recente da revista Science: software, impressoras 3D e microcontroladores. Com essas ferramentas, pesquisadores de todo o mundo estão reduzindo o custo de fazer ciência, construindo seus equipamentos no próprio laboratório. Arduíno Tudo está sendo possível graças ao microcontrolador open-source Arduíno.

"A beleza desta ferramenta é que é muito fácil de usar," disse Pearce, que é professor da Universidade Tecnológica de Michigan. Veja como funciona. Apresentada primeira máquina capaz de construir uma cópia dela mesma. TEDxValedosVinhedos - Nathalie Trutmann - Caminho mais Difícil, Vida mais Interesante. Brasil20.org. Em defesa da inovação às escondidas. Você tem uma ideia para um projeto ousado e inovador que poderia ter impacto considerável sobre a empresa.

Em defesa da inovação às escondidas

Suspeita, contudo, que haverá certa resistência interna à ideia. Já que a inovação mexeria na ordem estabelecida, há uma boa probabilidade de que outros setores da organização tentem obstruí-la. Qual seu próximo passo? Por que compensa ser o criador de uma categoria. Embora o mundo tome café há mais de 500 anos, se entrarmos em uma cozinha moderna para observar como a bebida é preparada, provavelmente veremos um processo que guarda pouca semelhança com métodos usados ​​apenas uma geração atrás.

Por que compensa ser o criador de uma categoria

Em casas e empresas, o consumidor está migrando para o café em cartuchos, em doses únicas — moda lançada pela americana Keurig na década de 1990 —, e deixando de lado a velha garrafa térmica. A Keurig entrou no mercado doméstico em 2004. As vendas decolaram: hoje seus cartuchos — K-Cups — vêm em mais de 200 sabores e, nos Estados Unidos, custam cerca de US$ 0,50 cada um. É dez vezes mais do que o custo por xícara do café preparado por métodos tradicionais, mas o consumidor está disposto a pagar pela rapidez e conveniência: em 2012, a Keurig vendeu mais de US$ 3,8 bilhões em cafeteiras e cartuchos nos EUA e sua participação no giro total do mercado foi de mais de 40%. A Keurig não conseguiu esses resultados com a inovação incremental típica. 1. 2. Jovem milionário dos apps aconselha: se tiver uma ideia, ponha em prática - geral - geral. Você tem uma ideia de tecnologia e quer ganhar uma fortuna ainda na adolescência?

Jovem milionário dos apps aconselha: se tiver uma ideia, ponha em prática - geral - geral

Coloque-a em prática, aconselha o estudante londrino que acaba de vender o seu aplicativo de notícias para smartphones ao Yahoo por valor estimado em 30 milhões de dólares. O dinheiro está lá, à espera de ideias novas e espertas, disse Nick D'Aloisio, 17, que tem entre os investidores em seu app Summly gente conhecida como Yoko Ono e Rupert Murdoch.

"Se você tem uma boa ideia, ou acredita que haja uma lacuna no mercado, aja logo e lance seu produto, porque existem investidores em todo o mundo em busca de empresas para investir", disse à Reuters em uma entrevista por telefone na segunda-feira. Os termos da venda, acertada quatro meses depois do lançamento do app Summly para o iPhone, não foram revelados, e D'Aloisio, que ainda está no segundo grau, não quis falar a respeito. Mas o blog de tecnologia AllThingsD estimou o valor da aquisição em cerca de 30 milhões de dólares. Steve Jobs estava errado? Steve Jobs estava errado.

Steve Jobs estava errado?

É preciso olhar para os consumidores quando o assunto são produtos inovadores. Steve Jobs estava errado. Economia Criativa. Os executivos e empresários brasileiros precisam romper com os velhos padrões e conceitos ligados á economia da chamada era industrial e considerar seriamente os ativos que o país já possui e ainda pode desenvolver na nova era da criatividade. Aproveitar os bem-sucedidos exemplos nativos que fazem sucesso no mundo todo nos campos da música, do esporte e, agora, também do cinema, valorizá-los e construir uma indústria de excelência sobre esses valores é uma forma de melhorar a posição brasileira no chamado índice Global da Classe Criativa. Este índice foi desenvolvido pelo economista americano Richard Florida, considerado um dos importantes pensadores econômicos (para não dizer gurus) da atualidade. O Índice Global da Classe Criativa leva em conta o que Florida chama de três tês do desenvolvimento econômico: talento, tecnologia e tolerância.

Florida diz que sua próxima pesquisa irá mapear as cem maiores cidades do Em primeiro lugar parabéns pelo Oscar. É verdade. LinkedIn cria projeto para desenvolver empreendedorismo entre os funcionários. A rede social LinkedIn resolveu abrir espaço para que seus funcionários vendam projetos para os executivos da empresa.

LinkedIn cria projeto para desenvolver empreendedorismo entre os funcionários

O programa interno chamado Venture Incubator acontecerá uma vez a cada três meses, quando o empregado terá a oportunidade de se reunir com o co-fundador Reid Hoffman e o CEO Jeff Weiner. Aqueles que tiverem suas ideias aprovadas deverão assumir a posição de empreendedor e formar sua própria equipe para desenvolver o projeto ao longo do trimestre. "Nós ajudaremos a resolver todos os problemas que os jovens empresários enfrentam, a começar com infraestrutura, espaço de escritório, ajuda operacional e de marketing. Nós ajudaremos na construção de conexões de negócios e de relações com investidores", afirma o site oficial do LinkedIn. MateriaBrasil. Portal Inovação.

Adolescente lança marca de doces saudáveis que faz sucesso até com Gisele Bündchen. Menino de 15 anos criou a Unreal Brands e, agora, quer brigar com gigantes como M&Ms e Snickers Reprodução/Site Aos 15 anos, ele toca uma empresa que tem Gisele Bundchen, Tom Brad e Matt Damon entre clientes Uma discussão familiar foi o ponto de partida para o adolescente Nicky Bronner, de Boston, iniciar sua jornada que busca recriar os doces prediletos dos norte-americanos.

Adolescente lança marca de doces saudáveis que faz sucesso até com Gisele Bündchen

Aos 15 anos de idade ele comanda uma marca que bate de frente com gigantes como M&Ms e Snickers. ::: Siga o Estadão PME nas redes sociais ::: :: Twitter :: :: Facebook :: :: Google + :: Metamáquina 3D: vídeo para o projeto do Catarse.me. Quem aprendeu a INOVAR, aprendeu como? TEDxBerkeley - Inspiring Innovation - Dr. Yong Zhao: Transformative Technology. (06/26/2008) Na área de inovação, sobram recursos e faltam projetos- CENBRACOM. CIETEC – Inovação e Empreendedorismo. Incubadora de Empresas de Base Tecnológica em São Paulo Agenda > 03/04 Palestras SP Ventures (nova data) > 03/04 Consultoria de Gestão Tecnológica / Maurício Susteras > 08/04 Palestra da Clarke, Modet & Co. para novos incubados > 08/04 Consultoria de Gestão Tecnológica / Maurício Susteras > 09/04 Consultoria Jurídica / Perez Perez Advogados > 10/04 Apresentação da Trama- Ass. de Comunicação para novos incubados.

CIETEC – Inovação e Empreendedorismo

Fundo Criatec.