background preloader

Humanidades

Facebook Twitter

A alucinação egóica das "profissões delirantes", um passeio de trem com Paul Valéry #008 - Abro mão da autoria de um texto desta série, A vida é uma causa perdida, por não ser capaz de expressar como certas dimensões da vida contemporânea nada mais são que uma alucinação egóica das profissões delirantes.

A alucinação egóica das "profissões delirantes", um passeio de trem com Paul Valéry #008 -

O texto a seguir é um trecho do livro Monsieur Teste (São Paulo: Editora Ática, 1996) de Paul Valéry. A edição brasileira data de um quarto de século atrás. Muita coisa mudou. Passamos da cultura de massa para a cultura digital, com suas inúmeras redes sociais e dispositivos de disputa narcísica. Grada Kilomba: "Todas as crises são resultado da história colonial" Ecoa - Você critica a construção de conhecimento tradicional e busca romper com ela na sua produção acadêmica e artística.

Grada Kilomba: "Todas as crises são resultado da história colonial"

O que essa produção tem a ver com o colonialismo? Grada Kilomba - A produção de conhecimento, assim como a linguagem, como o vocabulário, está ancorada em uma história colonial. E serve a uma história colonial, patriarcal, de homofobia, que exclui uma série de identidades e de corpos. - La tierra en préstamo: una gramática de la violencia en México. Tezcatlipoca. Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Tezcatlipoca

Tezcatlipoca é um dos três grandes deuses da mitologia asteca: é o deus do céu noturno, da lua e das estrelas; senhor do fogo e da morte. 20 características de nosso tempo que o ano de 2020 escancarou. Arqueologias - Episódio: Amazônia 10 milhões. Sobinfluencia. Da promessa democrática à guinada autoritária. How to Talk to People You Disagree With. A primeira mulher - Hysteria. Há quase 5 mil anos, muitos séculos antes de Safo e suas rimas rasgadas, milênios antes de Hipatia e sua filosofia apagada, muito antes da Bíblia e de tudo o que te contaram sobre Deus, uma mulher chamada Enheduanna escrevia hinos de amor.

A primeira mulher - Hysteria

Resenha: 'Trabalho', de James Suzman. Work, Suzman observes, is what distinguishes animate organisms, humans above all, from inert matter: “Only living things actively seek out and capture energy specifically to live, to grow and to reproduce.”

Resenha: 'Trabalho', de James Suzman

Yet it is the million-year history of labor’s counterpoint, leisure, that holds the key to humanity’s exceptionalism—its record of remarkable progress, and the discontent that seems to have accompanied those strides. From what we can tell, our Australopithecus ancestors of roughly 2.5 million years ago closely resembled modern primates, such as chimpanzees, who spend about eight hours a day foraging and eating. O que aprendi com a desescolarização. Discografia Brasileira. Lecture in Progress: Career Myths. The 8-Hour Workday Is a Counterproductive Lie  Improving Ourselves to Death. Happy New Year, you!

Improving Ourselves to Death

Now that the champagne has gone flat and the Christmas tree is off to be mulched, it’s time to turn your thoughts to the months ahead. 2017 was a pustule of a year, politically and personally; the general anxiety around the degradation of American democracy made it hard to get much done. That’s O.K., though, because you’ve made new resolutions for 2018, and the first one is not to make resolutions.

Instead, you’re going to “set goals,” in the terminology of the productivity guru Tim Ferriss—preferably ones that are measurable and have timelines, so you can keep track of your success. Facebook. O mito do antropoceno - Piseagrama. O ano passado foi o mais quente já registrado na história.

O mito do antropoceno - Piseagrama

Mesmo assim, a principal fonte geradora de energia no mundo não foi a luz solar, a força dos ventos, o gás natural ou o petróleo, mas o carvão. The End of Satire. Throughout the satire trials of 2015 I had resisted the idea that one person’s satire is another’s propaganda.

The End of Satire

I insisted that satire was speech in something like a grammatical mood of its own, as different from the declarative as the declarative is from the interrogative, and that it was therefore subject to its own rules. But in this judgment I was mostly considering established print media, venues such as Charlie Hebdo that practically announced their own satirical nature as a disclaimer. Pós-verdade e pós-ficção. Um dos fundadores do Laboratório de Teoria Social, Filosofia e Psicanálise da Universidade de São Paulo, o psicanalista paulista Christian Dunker tem na interdisciplinaridade anunciada do instituto a chave de um pensamento que vem se tornando referência na análise dos tsunamis políticos e culturais dos dias que nos abatem.

Pós-verdade e pós-ficção

Professor titular do Instituto de Psicologia da USP, autor de livros como Reinvenção da Intimidade: Políticas do Sofrimento Cotidiano e Mal-Estar e Sofrimento e Sintoma: Uma Psicopatologia do Brasil entre Muros, Dunker tem com aliado ao rigor acadêmico e à experiência clínica o esforço divulgação de um pensamento que mira as “patologias do social”, da vida em condomínios físicos ao grande palco das redes sociais e suas implicações éticas e políticas. Desde que momento podemos falar de uma crise e da perda de prestígio da verdade no pensamento ocidental? Seria melhor falar em uma mudança de posição da verdade nos discursos que organizam nossos laços sociais. Somos da terra - Piseagrama. Quando provoco um debate sobre a colonização, os quilombos, os seus modos e as suas significações, não quero me posicionar como um pensador.

Somos da terra - Piseagrama

Em vez disso, estou me posicionando como um tradutor. Minhas mais velhas e meus mais velhos me formaram pela oralidade, mas eles mesmos me colocaram na escola para aprender, pela linguagem escrita, a traduzir os contratos que fomos forçados a assumir. Fui para a escola da linguagem escrita aos nove anos, mas, desde que comecei a falar, fui formado também por mestras e mestres de ofício nas atividades da nossa comunidade. Cultura, Nacionalismo e Filosofia, Sophie Oluwole. El racismo no necesita racistas. Avañe'ẽ - INICIO. Home - desencarceramento.org.br. O conceito de drible e o drible do conceito: analogias entre a história do negro no futebol brasileiro e do epistemicídio na filosofia – Revista Z Cultural.

Renato Noguera* Em quase toda a produção sobre a história do futebol brasileiro encontram-se três momentos narrativos integrados ou amalgamados que falam da chegada do futebol inglês e elitista ao Brasil, da sua popularização e do papel central do negro nesse processo. O primeiro momento narra a chegada do futebol e enfatiza a segregação dos negros e dos pobres, o segundo relata suas lutas e resistências e o terceiro descreve a democratização, ascensão e afirmação do negro no futebol (Soares, 1999, p.119). Todos tienen un acento (sí, tú también) – Español. - The Washington Post. Estudiosfronterizos.org – Border Studies \ Research Group \ UACM \ "Quiero ser un presidente", de Zoe Leonard. “Quiero a una lencha para presidente. ..... Avañe'ẽ - INICIO. O que é ideologia? Aqui, os seus principais significados. Lino Bocchini sur Twitter : "Colegas das agências @aosfatos e @agencialupa : vocês cometeram uma enorme injustiça em relação a questão do terço do Papa enviado ao Lula, conforme ficou evidente na última nota do Vaticano esclarecendo o episódio.

Culture - Our fiction addiction: Why humans need stories. It sounds like the perfect summer blockbuster. A handsome king is blessed with superhuman strength, but his insufferable arrogance means that he threatens to wreak havoc on his kingdom. Enter a down-to-earth wayfarer who challenges him to fight. The king ends the battle chastened, and the two heroes become fast friends and embark on a series of dangerous quests across the kingdom. The fact that this tale is still being read today is itself remarkable.

It is the Epic of Gilgamesh, engraved on ancient Babylonian tablets 4,000 years ago, making it the oldest surviving work of great literature. More like this: - The fiction that changed history. Un chip a la riqueza. Observatório de Migrações Forçadas. Um remédio sobrenatural chamado Èṣù – Fábio Kabral. “Cada um tem seu próprio Èṣù. Cada ser humano tem seu Èṣù individual, cada cidade, cada linhagem, cada entidade, cada coisa e cada ser tem seu próprio Èṣù. Se alguém não tivesse seu Èṣù em seu corpo, não poderia existir, não saberia que está vivo, porque é compulsório que cada um tenha o seu Èṣù individual.” Não controlamos o destino de nossos corpos.

Eis aqui como tudo começou: certa manhã, acordei com uma pequena dor de cabeça. A cada hora a dor de cabeça aumentava. Eu estava indo para o trabalho quando vi a garota a caminho da escola. Meu aspecto era horrível, ela me deu um Advil e continuou seu trajeto. No meio da tarde, eu mal me aguentava em pé. Diretora do Ipeafro rebate críticas de antropólogo a movimentos negros - 19/01/2018 - Ilustríssima - Folha.

RESUMO Em resposta ao antropólogo Antonio Risério, autora rebate críticas feitas a Abdias Nascimento, com quem foi casada durante 38 anos. Ela argumenta que movimentos negros usam o conceito de raça como construção social, não como fenômeno biológico, e explica a diferença no uso dos termos "negro" e "mulato". No dia 20 de novembro, realizou-se a 14ª Marcha da Consciência Negra em São Paulo, com o tema "Contra o racismo e o genocídio: por um projeto político de vida para o povo negro". Chamava-se a atenção, em dezenas de faixas e cartazes, para os altíssimos índices de assassinato de jovens negros e para a discriminação na saúde, no ensino, na habitação, no trabalho.

Criou-se polêmica, porém, em torno da foto de uma só faixa, na qual se lia "Miscigenação também é genocídio". Nesse contexto, o antropólogo Antonio Risério publicou artigo em que criticava duramente o movimento negro com base na citada foto. ISA coloca seu acervo digital à disposição do público. Cuarenta y cinco muertes argentinas y el futuro de las fuerzas armadas – Español. Vajracchedika Prajna Paramita - O Sutra do Diamante. O Sutra do Diamante (Vajracchedika Prajna Paramita) Traduzido do Inglês por Chuan Yuan Shakya (1) Assim eu ouvi. Uma manhã, quando o Buddha estava perto de Shravasti no bosque de Jeta, Ele e Sua comunidade de mil duzentos e cinquenta monges foram à cidade para mendigar sua refeição matinal; e depois que voltaram e terminaram a refeição, deixaram de lado seus robes e tigelas e lavaram seus pés.

El día que nacieron los Derechos Humanos. Capítulo 13 de “Feminismo é para todos” por bell hooks. O foco feminista nas crianças foi um componente central do movimento feminista radical contemporâneo. Ao criar crianças sem o sexismo, as mulheres esperavam criar um mundo onde não haveria necessidade de um movimento antissexista. Inicialmente, o foco em crianças enfatizava principalmente os papeis de gênero sexistas e a forma como eles foram impostos às crianças desde o nascimento. A atenção feminista às crianças quase sempre se concentra em garotas, em atacar os preconceitos sexistas e promover imagens alternativas. De vez em quando, as feministas chamariam a atenção para a necessidade de criar meninos de maneira antissexista, mas, em sua maior parte, a crítica do patriarcado masculino, a insistência de que todos os homens estavam em situação melhor do que todas as mulheres, escorre. Os africanos que propuseram ideias iluministas antes de Locke e Kant - 24/12/2017 - Ilustríssima.

RESUMO Os ideais mais elevados de Locke, Hume e Kant foram propostos mais de um século antes deles por Zera Yacob, um etíope que viveu numa caverna. O ganês Anton Amo usou noção da filosofia alemã antes de ela ser registrada oficialmente. Autor defende que ambos tenham lugar de destaque em meio aos pensadores iluministas. Os ideais do Iluminismo são a base de nossas democracias e universidades no século 21: a crença na razão, na ciência, no ceticismo, no secularismo e na igualdade. De fato, nenhuma outro período se compara à era do Iluminismo. A Antiguidade é inspiradora, mas está a um mundo de distância das sociedades modernas. Segundo a história mais contada, o Iluminismo tem origem no "Discurso do Método" (1637), de René Descartes, continuou por cerca de um século e meio com John Locke, Isaac Newton, David Hume, Voltaire e Kant e terminou com a Revolução Francesa, em 1789 —talvez com o período do terror, em 1793. E book. Resgate das ciencias humanas colecao. ENSINANDO A TRANSGREDIR – A educação libertária, dialógica e engajada de bell hooks em valente combate contra a Opressão multiforme.

ENSINANDO A TRANSGREDIR ou POR UMA PEDAGOGIA DO ENTUSIASMO TRANSFORMADOR “Depois de ler ‘Ensinando a Transgredir’, sinto-me novamente tocado pela energia intelectual inquieta e inesgotável de bell hooks, uma energia que a torna radical e amorosa.” – PAULO FREIRE Radical e amorosa, transbordante de energia intelectual inquieta e inesgotável, bell hooks pratica uma pedagogia que nasce de uma interação entre as vertentes “anticolonista, feminista e crítica, cada uma das quais ilumina a outra.”

10 propuestas de Gabriel García Márquez sobre la identidad y unidad de Latinoamérica. A lo largo de su actividad política, Gabo siempre insistió en la integración cultural de todos los países de América Latina. Dossiê - Perversão - Revista Cult. Latinobarómetro Database. Juan Villoro: El escritor que no se volvió cobarde ni caníbal - Gatopardo. Josefina, antonimo de la colonialidad/ Spoken Word mas alla de la estetica criolla. — Contranarrativas. DOSSIÊ: Extrema-direita.

O sono contra a mercantilização - quatro perguntas a Jonathan Crary - Blog do IMS. AYA. EXILS (la transe) Aportes de la cultura libre a la investigación académica. Alejandra Pizarnik: En esta noche, en este mundo. Atlas Histórico de América Latina y el Caribe. Apropriação Cultural: qual é o limite entre brancos e negros. Contranarrativas. ¿Qué es una Marimonda? La marimonda en el Carnaval de Barranquilla: La historia de la famosa Marimonda en el Carnaval de Barranquilla. Catalogo Corpos e Objetos na Amazônia by Museu de Arqueologia e Etnologia da UFPR. Jorge Drexler, el tango también es prieto. Apuntes del Epistemicidio. — Contranarrativas. NARRATIVA — Contranarrativas. Grêmio e Aranha, uma história de racismo perverso e continuado. Como funciona o lucrativo mercado de estereótipos online - Motherboard.

La literatura que no cuentan: poetas afroargentinos. A Liga dos Canelas Pretas: o histórico campeonato de clubes negros de Porto Alegre. Batalhas essenciais da democracia são linguísticas, afirma Gonçalo Tavares. MXCity. Negrao joao jornalismo construcao hegemonia. Revista piauí - Não controlamos o destino de nossos corpos. Roda saberes dos saberes do cais do valongo. Amizades, vocês não sabem como fico... - Luiz Antonio Simas. O enigma do petisco. O palco e o mundo: Desarquivando o Brasil CXXV: Notas sobre Romero Jucá e os índios no Brasil. El valor del pensamiento periférico. Questão Racial - Nexo Jornal. Revista piauí - Trump e os limites da democracia. As 10 mentiras mais contadas sobre os indígenas - Portal Fórum. Las simbologías de culturas ancestrales, en una compilación. Los poderes de la historia (y de los historiadores) As imagens, os corpos e o resto. A máquina de fazer ativistas não respeita subjetividades.

A Tirania das Organizações Sem Estrutura. Memórias do Cais do Valongo (subtitle in english) Manifesto contra o trabalho. Las voces del exilio - Memorias de colombianos en el exterior. Gil dá sua definição de Deus. Página Inicial - CNV - Comissão Nacional da Verdade. O golpe e os golpeados.  Negritude no hospício - No primeiro hospital psiquiátrico da América Latina, pacientes e o diretor comprovam os efeitos crudelíssimos do racismo na formação da personalidade do povo brasileiro. Parte1. [Afrofuturismo] O Herói com rosto africano.

Matem o mito.