background preloader

Demonio Monsanto

Facebook Twitter

Os 12 produtos mais perigosos criados pela Monsanto – Campanha Permanente Contra os Contra os Agrotóxicos e Pela Vida. Do Resumen Latino americano 1.

Os 12 produtos mais perigosos criados pela Monsanto – Campanha Permanente Contra os Contra os Agrotóxicos e Pela Vida

Sacarina. John Francisco Queeny fundou a “Monsanto Chemical Works”, com o objetivo de produzir sacarina para Coca-Cola. Estudos realizados durante a década de 1970 mostraram que este químico produz câncer em ratos e outros mamíferos de testes. Porém, depois descobriu-se que causa o mesmo efeito em humanos, Monsanto subornou médicos e instituições para seguir comercializando-a. 2. 3. 4. 5. 6. 7. Só no ano de 2012, 50 anos mais tarde da pulverização com o Agente Laranja, começaram alguns esforços para limpá-lo. 8. 9. É a causa do desaparecimento das abelhas, produz mal formações, infertilidade, câncer e destruição do sistema imunológico. 10. 11. 12. Claro que a transgênese tem se expandido.

Apesar das décadas de propaganda dizendo que os cultivos geneticamente modificados poderiam alimentar o mundo, que teriam mais nutrientes, resistência a seca, o maior rendimento, nenhuma dessas promessas se cumpriu. O lado mais sujo da Monsanto. O grupo americano Monsanto[1] é um gigante no agronegócio – e é o número um na área da controvertida tecnologia genética “verde”.

O lado mais sujo da Monsanto

Para seus opositores, a Monsanto é um inimigo assustador. E continuam acontecendo coisas intrigantes que fazem o inimigo parecer ainda mais aterrorizante. No mês passado, a organização europeia protetora do meio ambiente “Amigos da Terra” e a Federação para meio Ambiente e Proteção à Natureza Deutschland (BUND) quiseram apresentar um estudo sobre os efeitos do herbicida glifosato no corpo humano. Os herbicidas que contêm glifosato são carros-chefes da Monsanto. Monsanto-Funded Study Says Monsanto’s Weed Killer Doesn’t Cause Cancer. If you’ve been worried ever since the world’s leading body of cancer experts designated the most heavily used herbicide in the history of modern agriculture a probable human carcinogen, take heart: Four “independent expert panels” have reviewed the science and determined it’s unlikely the chemical, a cash cow for agrochemical giant Monsanto, poses a carcinogenic risk to humans at all.

Monsanto-Funded Study Says Monsanto’s Weed Killer Doesn’t Cause Cancer

Of course, whether that’s comforting depends on how you define “independent.” That “independent” appears prominently in the title of the study, which was published this week in Critical Reviews in Toxicology, should probably be a tip-off. If you have to say you’re “independent”—i.e., you haven’t been swayed by the very company whose flagship product you’re evaluating—there’s a good chance you technically aren’t. In this case, readers have to scroll aaaallll the way down to the “Declaration of Interest” to find out that, sure enough, the study was bought and paid for by Monsanto. Why would it? Printable List of Monsanto Owned “Food” Producers – Anonymous. The Monsanto Minute: They are controlling you right now. Thanks for clicking to read this article.

The Monsanto Minute: They are controlling you right now

Did you know Monsanto made you do that? Instituto Humanitas Unisinos - IHU - Abaixo-assinados pedem à UE e aos EUA veto à compra da Monsanto pela Bayer. Global Justice Now organiza protesto junto ao Comitê de Concorrência da Comissão Europeia, para evitar “desastre”; nos EUA, 700 mil pessoas se manifestam contra fusões.

Instituto Humanitas Unisinos - IHU - Abaixo-assinados pedem à UE e aos EUA veto à compra da Monsanto pela Bayer

A informação é publicada por De Olho nos Ruralistas, 20-09-2016. A organização britânica Global Justice Now está organizando um abaixo-assinado contra a compra da Monsanto pela Bayer. Ele é endereçado à dinamarquesa Margrethe Vestager, do comitê sobre concorrência da Comissão Europeia. Instituto Humanitas Unisinos - IHU - Bayer compra Monsanto por 66 mil milhões de dólares. Após meses de negociações, a alemã Bayer, uma multinacional das áreas da química agrícola e farmacêutica, fechou um acordo para comprar a empresa agro-química Monsanto.

Instituto Humanitas Unisinos - IHU - Bayer compra Monsanto por 66 mil milhões de dólares

É o maior negócio do ano, que, a ser aprovado, criará um gigante na área do desenvolvimento de sementes geneticamente modificadas, pesticidas e produtos químicos para a agricultura. A reportagem é de João Pedro Pereira, publicada por Público, 14-09-2016. A compra, feita inteiramente em dinheiro, valoriza a Monsanto em 66 mil milhões de dólares (59 mil milhões de euros), o que significa 128 dólares por ação e já inclui a dívida da empresa norte-americana. O valor representa mais seis dólares por ação do que a oferta original da Bayer, apresentada em março. Instituto Humanitas Unisinos - IHU - Monsanto prepara sucessor do 'Roundup Ready' Em meio aos crescentes problemas com a resistência de ervas daninhas ao agrotóxico glifosato, a Monsanto se prepara para lançar nos Estados Unidos o produto que deve, finalmente, substituir a tecnologia Roundup Ready (RR), que inaugurou o uso de transgênicos na agricultura e transformou a companhia de St.

Instituto Humanitas Unisinos - IHU - Monsanto prepara sucessor do 'Roundup Ready'

Louis na líder mundial em biotecnologia agrícola. Instituto Humanitas Unisinos - IHU - Monsanto processou Estado da Califórnia por reclassificar Glifosato como cancerígeno. A ação tem por objetivo que não se acrescente o herbicida à lista de cancerígenos sob a Proposição 65, que obriga o Estado a publicar uma lista dos produtos químicos que se sabe que causam câncer, defeitos de nascimento ou outros danos reprodutivos.

Instituto Humanitas Unisinos - IHU - Monsanto processou Estado da Califórnia por reclassificar Glifosato como cancerígeno

O anúncio se deu no dia 04 de setembro de 2015. A reportagem é de Graciela Vizcay Gomez, publicada por Rebelión, 25-01-2015. A tradução é do Cepat. Reuters informou que a empresa apresentou a ação contra o Escritório do Estado de Avaliação de Riscos de Saúde Ambiental nos tribunais do estado da Califórnia para evitar que se informe aos residentes sobre os riscos dos diferentes produtos químicos e substâncias que causam câncer. Instituto Humanitas Unisinos - IHU - Monsanto já domina mercado mundial de sementes de hortaliças. Não é todo dia que o cientista-chefe da Monsanto posa para fotos ao lado de tomates e pepinos.

Instituto Humanitas Unisinos - IHU - Monsanto já domina mercado mundial de sementes de hortaliças

Vegetais nunca estiveram no foco de estudos de Robert Fraley, um dos homens mais valiosos para a multinacional americana por, entre outras coisas, ter descoberto a tecnologia Roundup Read, o "RR" da soja transgênica que catapultou a Monsanto para a liderança no mercado global de sementes. A reportagem é de Bettina Barros, publicada pelo jornal Valor Econômico, 11-09-2014. (Nota da IHU On-Line: o jornal informa que a jornalista viajou a convite da Monsanto) O negócio dele (e da Monsanto) é commodity - majoritariamente soja, milho e algodão geneticamente alterados, que ainda compõem a base de sustentação dos US$ 14,9 bilhões faturados pela companhia no ano fiscal de 2013, encerrado em agosto. Ou era. Sem fazer alarde, a Monsanto montou em nove anos uma política incisiva de aquisições para ganhar mercado, ultrapassando players tradicionais como Syngenta, Bayer e as japonesas Sakata e Takii.

Instituto Humanitas Unisinos - IHU - Monsanto: 115 anos contra planeta e saúde humana. Breve guia sobre as ações de transnacional que, em nome de lucros crescentes, dissemina produtos tóxicos, subjuga agricultores e se envolve nos grandes crimes de guerra praticados pelos EUA Sendo, atualmente, uma empresa mundial de biotecnologia agrícola especializada em sementes transgênicas e herbicidas, que tenta mudar a face da agricultura e a ditar a alteração dos nossos hábitos alimentares, a Monsanto começou como um fornecedor de produtos químicos.

Instituto Humanitas Unisinos - IHU - Monsanto: 115 anos contra planeta e saúde humana

A reportagem foi publicada por Esquerda.net, 04-05-2016. Instituto Humanitas Unisinos - IHU - Monsanto, a semente do diabo. A história da Monsanto “é a história da sacarina e o aspartame, do PBC, do agente laranja, dos transgênicos. Todos fabricados, ao longo dos anos, por esta empresa. Uma história de terror”, escreve a jornalista e ativista política e social Esther Vivas, em artigo publicado pelo jornal espanhol Público, 29-05-2014. A tradução é do Cepat. Eis o artigo.

Fed Up (full length version) Cinco coisas que a Monsanto não quer que você saiba sobre OGM - Nosso Foco. Os verdadeiros fatos sobre os OGM ou “Transgênicos” não são nada parecidos com o que a grande Multinacional Monsanto da biotecnologia gostaria que você pensasse. Você já ouviu falar das contradições sobre os alimentos geneticamente modificados (OGM) ou “Transgênicos” e se eles são seguros para consumo (e a questão da segurança não é nem de longe confirmada, apesar do que afirmam as empresas que criam os Transgênicos e de como fazem para você acreditar que são seguros).

Mas o resto da história sobre os OGM ou “ Transgênicos” é muito mais complexa do que se imagina : para as empresas de biotecnologia como a Monsanto, o verdadeiro propósito de criarem OGM ou “Transgênicos” é para ter o poder e controle sobre a oferta de alimentos, e, finalmente, sobre os lucros. O fato inegável é que os OGM ou “ Transgênicos” são ruins para o nosso meio ambiente, nosso sistema alimentar e para a saúde das pessoas. 1 – OGM ou “Transgênicos” aumentam o controle corporativo da nossa alimentação. Adaptações : Monsanto: 25 doenças que podem ser causadas pelo agrotóxico glifosato. Alexis Baden-Mayer - Sin Permiso Cientistas descobriram que pessoas doentes tinham maiores níveis de glifosato em seu corpo do que as pessoas sadias. Conheça os resultados destas pesquisas A Monsanto investiu no herbicida glifosato e o levou ao mercado com o nome comercial de Roundup em 1974, após a proibição do DDT. Ib 1605 nrcinfluence final web 0. How Monsanto is Destroying the Brains and Health of Everyone.

By: Dr. Matthew Buckley, PSc.D. Interested in slowing your aging process? Take note! One of my most recent blog entries(1) summarized roughly 10 years of research related to the consequences of inflammatory processes in the periphery of the body, such as the gut, and how this was driving brain degenerative inflammatory processes within the brain. One of the key findings from that research was how pathogenic bacterial waste products known as “lipopolysaccharides” , (LPS) would trigger an immune response, and this immune response would then trigger the brains immune cells, the microglia, to become overly active and degrade brain cells.

In short, the process can work like this (note there are other ways to trigger this): The World According to Monsanto GMO Documentary. O Mundo Segundo A Monsanto (Dublado Portugues Brasil) Seeds Of Death - Full Movie. Los 12 Productos más terribles de Monsanto. 1. Sacarina. John Francisco Queeny fundó “Monsanto Chemical Works”, con el objetivo de producir sacarina para Coca-Cola. Estudios realizados durante la década de 1970 mostraron que este químico produce cáncer en ratas y otros mamíferos de prueba. Sin embargo, tras descubrir que causa el mismo efecto en humanos, Monsanto sobornó a médicos e instituciones para seguir comercializandola. 2. 3. 4. 5. Anvisa tem recomendação do Ministério Público Federal para retirar agrotóxicos de circulação no Brasil.

Ainda permanece nas mãos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) o parecer final sobre uma polêmica que está à mesa dos brasileiros há mais de 10 anos e é vista por uns como um veneno para a saúde. Usado na agricultura mundial, em produtos como soja, trigo, arroz, milho, uva, banana, cacau, café, entre outros, o glifosato, o herbicida mais consumido no mundo, está na mira de uma discussão e prestes a ser proibido no país depois de relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS) apontar que o produto pode causar câncer.

O alerta veio em março e, um mês depois, o Ministério Público Federal (MPF) cobrou do governo um posicionamento, como já havia pedido em 2008. Até o momento, o produto continua em circulação, e médicos, preocupados com o risco à saúde da população brasileira, pedem sua proibição no mercado. Por outro lado, defensores da substância alegam que não há comprovação concreta sobre o mal que o glifosato pode fazer e garantem que não há riscos para a saúde humana. Say No to Monsanto's Dream Bill!