Modernidade Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. A modernidade costuma ser entendida como um ideário ou visão de mundo relacionada ao projeto empreendido a partir da transição teórica operada por Descartes, com a ruptura com a tradição herdada - o pensamento medieval dominado pela Escolástica - e o estabelecimento da autonomia da razão, o que teve enormes repercussões sobre a filosofia, a cultura e as sociedades ocidentais.1 O projeto moderno consolida-se com a Revolução Industrial e está normalmente relacionado com o desenvolvimento do capitalismo. A modernidade transita, em seu fechamento e esgotamento, para a pós-modernidade. Muitos teóricos trataram dessa transição e tentaram sondar para ver além dos limites da transição para tentar captar que outro mundo estava surgindo. A pós-modernidade como um outro mundo relativamente à modernidade também é um tema filosofico da mais alta importancia. Modernidade
Modernidade
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. A pós-modernidade é um conceito da sociologia histórica que designa a condição sócio-cultural e estética prevalente no capitalismo após a queda do Muro de Berlim (1989), o colapso da União Soviética e a crise das ideologias nas sociedades ocidentais no final do século XX, com a dissolução da referência à razão como uma garantia de possibilidade de compreensão do mundo através de esquemas totalizantes. [1] O uso do termo se tornou corrente embora haja controvérsias quanto ao seu significado e a sua pertinência. O conceito de pós-modernidade inclui, portanto, o que se designa como pós-modernismo em arte - especialmente na arquitetura. O crítico brasileiro Mário Pedrosa foi um dos primeiros a utilizar este termo, em 1966 [6] . Em importante artigo sobre a arte de Hélio Oiticica, publicado no Correio da Manhã de 26 de junho de 1966, Pedrosa afirmava: Pós-modernidade Pós-modernidade
Arrow of time Arrow of time Arthur Stanley Eddington The arrow of time, or time's arrow, is a concept developed in 1927 by the British astronomer Arthur Eddington involving the "one-way direction" or "asymmetry" of time. This direction, which can be determined, according to Eddington, by studying the organization of atoms, molecules and bodies, might be drawn upon a four-dimensional relativistic map of the world ("a solid block of paper").[1] Physical processes at the microscopic level are believed to be either entirely or mostly time-symmetric: if the direction of time were to reverse, the theoretical statements that describe them would remain true. Yet at the macroscopic level it often appears that this is not the case: there is an obvious direction (or flow) of time.
Solon C. de Araujo solon@scaconsultoria.com.br Quando na metade do século passado o psicólogo e professor americano Abraham Maslow publicou o trabalho criando a pirâmide das necessidades básicas do ser humano, este conhecimento transitava somente nos círculos humanistas, em especial na área de psicologia. Somente depois que Maslow conheceu Peter Drucker e se envolveu com a área de gestão, passou a conectar suas teorias com o management, desenvolvendo diversos trabalhos neste campo. Pirâmide de Maslow: ainda é atual ou está ultrapassada? - Artigos - Marketing Pirâmide de Maslow: ainda é atual ou está ultrapassada? - Artigos - Marketing
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Construtivismo é uma das correntes teóricas empenhadas em explicar como a inteligência humana se desenvolve partindo do princípio de que o desenvolvimento da inteligência é determinado pelas ações mútuas entre o indivíduo e o meio. A ideia é que o homem não nasce inteligente, mas também não é passivo sob a influência do meio, isto é, ele responde aos estímulos externos agindo sobre eles para construir e organizar o seu próprio conhecimento, de forma cada vez mais elaborada. A palavra construtivismo se refere a uma série de correntes de pensamento em diferentes áreas do conhecimento (cada uma delas não tem necessariamente relação com as outras): Construtivismo Construtivismo
Émile Durkheim Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Émile Durkheim (Épinal, — Paris, 15 de novembro de 1917 é considerado um dos pais da Sociologia tendo sido o fundador da escola francesa, posterior a Marx, que combinava a pesquisa empírica com a teoria sociológica. É amplamente reconhecido como um dos melhores teóricos do conceito da coesão social.1 Partindo da afirmação de que "os fatos sociais devem ser tratados como coisas", forneceu uma definição do normal e do patológico aplicada a cada sociedade, em que o normal seria aquilo que é ao mesmo tempo obrigatório para o indivíduo e superior a ele, o que significa que a sociedade e a consciência coletiva são entidades morais, antes mesmo de terem uma existência tangível. Essa preponderância da sociedade sobre o indivíduo deve permitir a realização deste, desde que consiga integrar-se a essa estrutura. Émile Durkheim
Teoria tridimensional do direito Teoria tridimensional do direito Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. A Teoria Tridimensional do Direito é uma concepção de Direito, internacionalmente conhecida, elaborada pelo jusfilósofo brasileiro Miguel Reale em 1968, e posteriormente abordada em diversas obras. Importante notar que Reale não foi o primeiro filósofo a postular uma teoria tríplice, sendo que autores como Emil Lask, Gustav Radbruch, Roscoe Pound e Wilhelm Sauer já tinham, em suas obras, abordado, ainda que de forma mais superficial, a tridimensionalidade jurídica.
Como é chato ser MODERNO Como é chato ser MODERNO NOTÍCIAS DO FRONT: corre em plenário projeto de lei que – por favor, tomem seus assentos – regulamenta a, aspas, profissão de filósofo. O autor da enormidade é o deputado Giovani Cherino (PDT-RS), orgulhosíssimo, imagino, de suas lides parlamentares. Fui conferir o lattes da sumidade. (Tirem as crianças da frente do computador). Graduado em Cooperativismo e pós-graduado em Economia Rural. E, agora, ele é o homem que vai dizer quem é e quem não é filósofo por estas plagas.
Lógica paraconsistente Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. A Lógica Paraconsistente inclui-se entre as chamadas lógicas não-clássicas heterodoxas, por derrogar alguns dos princípios basilares da Lógica clássica, tais como o princípio da contradição: segundo a Lógica Paraconsistente, uma sentença e a sua negação podem ser ambas verdadeiras.[1] [2] A Lógica Paraconsistente apresenta alternativas a proposições, cuja conclusão pode ter valores além de verdadeiro e falso - tais como indeterminado e inconsistente. Lógica paraconsistente
Martin Heidegger Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Martin Heidegger (Meßkirch, 26 de Setembro de 1889 — Friburgo em Brisgóvia, 26 de Maio de 1976) foi um filósofo alemão. É um dos pensadores fundamentais do século XX - ao lado de Russell, Wittgenstein, Adorno, Popper e Foucault - quer pela recolocação do problema do ser e pela refundação da Ontologia, quer pela importância que atribui ao conhecimento da tradição filosófica e cultural. Influenciou muitos outros filósofos, dentre os quais Jean-Paul Sartre. Biografia[editar | editar código-fonte] Martin Heidegger
s Razor - Informações Temáticas - Occam - Consultoria e Formação | Transportes Energia Ambiente Warning: Parameter 2 to PlumeSmartyPants::parseContent() expected to be a reference, value given in /home/occampt1/public_html/manager/inc/class.hook.php on line 42 Occam’s Razor Occam’s Razor (a Navalha de Occam em português, ou Navalha de Ockham) enuncia que entia non sunt multiplicanda praeter necessitatem (as entidades não devem ser multiplicadas além do necessário).

What is Occam's Razor?

[Physics FAQ] - [Copyright] Updated 1997 by Sugihara Hiroshi. Original by Phil Gibbs 1996. Occam's (or Ockham's) razor is a principle attributed to the 14th century logician and Franciscan friar William of Ockham. Ockham was the village in the English county of Surrey where he was born.
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Os Pragmatistas C. Peirce, W. Pragmatismo
Verdades absolutas e tolerância - Stephen Kanitz
Dialética Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Dialética (AO 1945: dialéctica) (do grego διαλεκτική (τέχνη), pelo latim dialectĭca ou dialectĭce) é um método de diálogo cujo foco é a contraposição e contradição de ideias que levam a outras ideias e que tem sido um tema central na filosofia ocidental e oriental desde os tempos antigos. A tradução literal de dialética significa "caminho entre as idéias".[nota 1] [nota 2] "Aos poucos, passou a ser a arte de, no diálogo, demonstrar uma tese por meio de uma argumentação capaz de definir e distinguir claramente os conceitos envolvidos na discussão.". Também conhecida como a Arte da Palavra
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Olavo Luiz Pimentel de Carvalho (Campinas, 29 de abril de 1947)[4] é um jornalista[carece de fontes], filósofo,[5] [3] professor[carece de fontes], autor, conferencista,[3] ensaísta[6] [7] e astrólogo brasileiro de matriz conservadora, considerado um dos articulistas mais abertamente de direita do país em atividade.[8] Biografia[editar | editar código-fonte] Olavo de Carvalho
Georg Wilhelm Friedrich Hegel
O Pecado Capital da Acídia na Análise de Tomás de Aquino
Giordano Bruno
Imanência
Portal:Filosofia
Metafísica
Liberalismo
Mercado livre
Liberdade econômica
Democracia grega x Democracia contemporânea - Mundo Educação
Iluminismo + História da Filosofia
Vitalismo
Lógica epistêmica
Epistemologia
ôntico
Argumento da causa primeira
Argumento teleológico
Contingência
Weltanschauung
Escola de Frankfurt