background preloader

As bombas maiores

As bombas maiores
Related:  Political ScamBRASIL - CRISE POLITICA - 2016

O crime perfeito O Brasil não é para amadores, já dizia Tom Jobim. De fato, enquanto vários outros países latino-americanos tiveram longos períodos de conflitos violentos no interior de suas elites, com rupturas muitas vezes traumáticas, o Brasil conseguiu apresentar continuidades impressionantes. Sua elite tem o dom do acordo e da autopreservação. Ela sabe como criar situações nas quais toda tentativa de entrar em confronto contra seus interesses sai perdendo. Mas há de se reconhecer que existem momentos nos quais a inteligência animal de nossa elite supera toda expectativa, demonstrando laivos de genialidade mefistofélica. No fim da eleição de 2014, o Brasil demonstrou-se radicalmente clivado. Mas eis que algum grande estrategista palaciano sugeriu uma manobra radical. Infelizmente, desta vez, o truque não funcionou. Mesmo com o governo nas cordas, ficou claro, contudo, que a oposição não tinha unidade, que certamente entraria em fagocitose se assumisse o poder. Assim, o crime perfeito se completa.

Ouça os aúdios do grampo da Polícia Federal no celular de Lula 1 - Diálogo entre o Sr. VALMIR MORAES DA SILVA (chefe da segurança do ex-presidente) e o Sr. VAGNER FREITAS DE MORAES (presidente da CUT). 2 - Diálogo entre MORAES e ROBERTO TEIXEIRA (advogado de Lula). Moraes e Roberto Teixeira 01 3 - Diálogo entre o Sr. 4 - Diálogo entre o Sr. 5 - Diálogo entre o Sr. 6 - Diálogo entre o Sr. 7 - Continuação do diálogo entre o Sr. 8 - Diálogo entre o Sr. 9 - Continuação do diálogo entre o Sr. 10 - Diálogo entre o o Sr. 11 - Diálogo entre o Sr. 12 - Diálogo entre o Sr. 13 - Diálogo entre Sr. Lula e Roberto Teixeira 01 14 - Diálogo entre o Sr. Lula e Roberto Teixeira 02 15 - Diálogo entre o o Sr. Lula e Roberto Teixeira 03 16 - Diálogo entre o Sr. 17 - Diálogo entre o Sr. 18 - Diálogo entre o Sr. 19 - Diálogo entre o o Sr. 20 - Diálogo entre o Sr. 21 - Diálogo entre o Sr. 22 - Continua a ligação anterior. 23 - Diálogo entre o Sr. 24 - Diálogo entre o Sr. 25 - Diálogo entre o Sr. 26 - Diálogo entre o Sr. Lula e Gilberto Carvalho 1 27 - Diálogo entre o o Sr.

Photos du journal - Augusto de Franco Cunha diz que papel de Temer será "suceder Dilma, se for o caso" Defensor do rompimento entre PMDB e governo desde julho do ano passado, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), disse que, partir de agora, o vice-presidente da República, Michel Temer, deve cumprir seu papel constitucional, sucedendo a presidente Dilma Rousseff caso ela seja impedida. — O PMDB não faz parte deste projeto. O PMDB não é responsável por este projeto. Nunca participou da formulação de política econômica ou de qualquer política de qualquer natureza. O PMDB foi apenas utilizado este tempo todo de aliança para votar as matérias que eles decidiram, nunca para participar da formulação de nada — afirmou Cunha, comemorando a decisão do PMDB de rompimento tomada na tarde desta terça-feira, por aclamação. Leia maisPMDB espera que entrega de cargos ocorra em até 12 dias, diz Moreira FrancoCunha defende alteração no Conselho de Ética e aumenta vagas de aliadosA articulação silenciosa de Temer — Foi um erro — afirmou. — O PMDB tinha que sair de todo jeito. *Estadão Conteúdo

EUA podem endossar oficialmente tese de fraude eletrônica nas nossas eleições 2014 Em 29 de outubro de 2006 o poderoso matutino The New York Times denunciou que os EUA investigavam a presença das mãos do governo de Chávez num suposto golpe eletrônico em urnas, em vários países. O centro de tudo era a empresa venezuelana Smartmatic. Que, aliás, trabalhou no Brasil prestando seus serviços nas eleições presidenciais de 2014 Confira: Nas eleições presidenciais de 2014 a empresa recebeu um contrato junto ao TSE no valor de R$ 136.180.633,71 (cento e trinta e seis milhões, cento e oitenta mil, seiscentos e trinta e três reais e setenta e um centavos) Esse contrato foi revogado meses depois com sua publicação no Diário Oficial da União. Sabem qual o problema de tudo isso, que muitos lerão como “mais uma teoria conspiratorial”? Agora dois pontos polêmicos contra a Smartmatic:

Em reunião relâmpago, PMDB confirma saída do governo Dilma Por aclamação e sem a presença do vice-presidente Michel Temer, o PMDB confirmou o desembarque do governo Dilma Rousseff. A decisão, que já era aguardada, foi tomada em reunião relâmpago do diretório nacional do partido nesta terça-feira. Sem o apoio da legenda, dona das maiores bancadas da Câmara e do Senado, o Palácio do Planalto vê aumentar as dificuldades para conter o processo de impeachment. Beneficiário direto de uma eventual queda de Dilma, Temer, que também preside o PMDB, foi a principal ausência do encontro realizado em Brasília. Leia maisOutros partidos podem seguir decisão do PMDB e romper com governo 20 dos 31 deputados federais do RS apoiam impeachment de DilmaAgência diz que recebeu R$ 6 mi ilegalmente da campanha de Dilma Com o plenário 1 da Câmara lotado, a reunião durou três minutos. – O PMDB se retira da base do governo da presidente Dilma Rousseff. Além de Temer, o presidente do Senado, Renan Calheiros (AL), não compareceu ao encontro.

Volta ao STF a batalha para impedir ex-advogado do PT à frente da Lava Jato Um mandado do Segurança, protocolado perante o Supremo Tribunal Federal, pede reconsideração do pedido de impeachment contra o ministro Dias Toffoli – arquivado pelo senador Renan Calheiros. O autor da nova movimentação é o procurador da Fazenda, Matheus Faria. A argumentação é a de que um ex-advogado do PT não pode estar à frente de um caso no qual o partido é o maior implicado. Portanto, volta ao STF o tema de se arrancar Toffoli, que advogou para o PT por 7 anos, da mais alta corte do país. Por quê? Vou te explicar O ministro Dias Toffoli foi eleito a 19 de maio passado, por unanimidade, como novo presidente da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF). Toffoli assumirá a vaga do ministro Teori Zavascki, que terminou seu mandato de um ano no comando do colegiado. O regimento interno da Corte estabelece que a presidência da Segunda é exercida em forma de rodízio, com prioridade a membros que ainda não ocuparam o cargo. O procurador Matheus Faria já está na cola de Toffoli há tempos.

Pimenta desmoraliza delegado da PF — Conversa Afiada Em CPI do Carf, delegado da PF não sabe explicar por que chamou Lula para falar sobre MP editada por FHC da Assessoria de Imprensa do deputado Paulo Pimenta (PT-RS) O delegado da Polícia Federal, Marlon Cajado, não soube explicar por que o ex-Presidente Fernando Henrique Cardoso, autor de uma Medida Provisória para o setor automotivo sob suspeita, não foi chamado para prestar esclarecimentos no âmbito da operação Zelotes. O questionamento foi feito pelo deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) em audiência da CPI do Carf, nesta terça-feira (29). Pimenta fez uma série de perguntas que ficaram sem resposta. Sem respostas, o delegado se limitou a ficar em silêncio e a responder “não”, seguidas vezes, aos questionamentos feitos pelo deputado Paulo Pimenta. Zelotes perde o foco das investigações, “um ano e até agora nada“ Segundo Pimenta, houve uma mudança de rumo no meio do caminho da Zelotes.

Related: