background preloader

Funarte – Portal das Artes

Related:  arteRecursos

Instituto Arte na Escola Petrobras Cultural | Brasil Cultura Publicado em 25/04/2011 by Redação, nas categorias Audio Visual, Cultura, Destaques, Gestão Cultural, Leis, Músicae com as tags Cinema,Cinema Nacional,Cinemateca Brasileira,Música,Petrobras Cultural,Teatro. A Petrobras divulgou a relação de projetos contemplados no Programa Petrobras Cultural nas áreas de Festivais de música, Festivais de cinema e Difusão de longa-metragem em salas de cinema. A Companhia vai destinar R$ 9 milhões para os 41 projetos selecionados. A lista completa está disponível no endereço: O incentivo a Festivais de cinema, Festivais de música e Difusão de longa-metragem em salas de cinema tem como objetivo formar novas plateias e privilegiar espaços de fomento e circulação da produção nacional. O Programa Petrobras Cultural aborda a cultura brasileira em suas mais diversas manifestações, abrangendo a sua criação, produção, difusão, preservação e assimilação.

Rouanet torna-se acessível até para artistas avessos à burocracia Desde o fim do ano passado, ficou mais fácil para um artista mais avesso a burocracias enquadrar seu projeto na Lei Rouanet, de concede incentivos às atividades culturais. O Ministério da Cultura (MinC) editou em outubro uma instrução normativa que torna mais simples o processo. Neste início de ano, já cresce o número de criadores que colocam diretamente a mão na massa e conseguem o próprio incentivo, para projetos até mais modestos, com valores até então não percebidos. Waleska Sieczkowska, violinista catarinense de 22 anos, gastou um dia na leitura e no levantamento de informações sobre a lei, para, ao lado do violoncelista e parceiro em um duo de cordas, Anderson Fiorelli, conseguir no início deste mês atender às demandas da área técnica do MinC. Ela listou o projeto de concertos didáticos que querem fazer em dez cidades de Santa Catarina na lei Rouanet. Volume de recursos Quantia anual efetivamente captada pela lei Rouanet por produtores culturais Gerando gráfico... Nova lei a caminho

Modernismo - Wikipédia, a enciclopédia livre Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Encaixam-se nesta classificação a literatura, a arquitetura, design, pintura, escultura, teatro e a música modernas. O movimento modernista baseou-se na ideia de que as formas "tradicionais" das artes plásticas, literatura, design, organização social e da vida cotidiana tornaram-se ultrapassadas, e que se fazia fundamental deixá-las de lado e criar no lugar uma nova cultura. Esta constatação apoiou a ideia de reexaminar cada aspecto da existência, do comércio à filosofia, com o objetivo de achar o que seriam as "marcas antigas" e substituí-las por novas formas, e possivelmente melhores, de se chegar ao "progresso". Em essência, o movimento moderno argumentava que as novas realidades do século XX eram permanentes e eminentes, e que as pessoas deveriam se adaptar a suas visões de mundo a fim de aceitar que o que era novo era também bom e belo. A palavra moderno também é utilizada em contraponto ao que é ultrapassado.

MinC Memória Historiadora lança livro sobre o inconfidente Cláudio Manuel da Costa Ana de Hollanda fala a jornal sobre polêmicas no MinC e diz que reações a ela são 'violentas' RIO - Alvo de pesadas polêmicas no ministério da Cultura, Ana de Hollanda admitiu que as reações a ela estão sendo ainda mais violentas do que imaginava ao assumir a pasta, em janeiro. Em entrevista ao jornal " O Estado de São Paulo" deste domingo, a ministra comentou as principais polêmicas de sua curta e já turbulenta gestão, como a retirada da licença Creative Commons do site do MinC, suas supostas ligações com o Ecad, ou os protestos contra a aprovação de captação de verba de R$ 1,3 milhão para Maria Bethânia criar um blog de poesia. "Por mais que tentemos esclarecer que estamos estudando as questões, as pessoas querem respostas imediatas", defendeu-se Ana de Hollanda, que considerou "muito estranha a gritaria" que a retirada do Creative Commons causou. Caetano, sobre o caso do blog de Bethânia: 'É preciso defender os fortes contra os fracos'

Metro de Estocolmo: arte sobre pedra Cotidianamente, os habitantes de Estocolmo têm o privilégio de transitar pela cidade percorrendo túneis e trilhos de funcionalidade e arte. O ambiente que une estes dois paradigmas contemporâneos é, nada mais nada menos, que o sistema de metrô da capital sueca. © MAD SubCulture. Inaugurado em 1950, o metrô de Estocolmo tem hoje 100 estações em uso, das quais 47 são subterrâneas e 53 estão acima do solo. Como se não bastasse transformar alicerces expostos e rochas brutas em beleza, o metrô abriga as mais diversas expressões artísticas, com pinturas, esculturas, mosaicos e gravuras de mais de 150 autores. Basta viajar de um ponto a outro, com os olhos bem atentos, para contemplar a arte inspiradora impressa em cada plataforma e túnel do metrô. Aliadas à estrutura do sistema de transporte, as obras, interferências e azulejos constroem um circuito de paisagens artificiais completamente integradas ao contexto urbano.

Programa Cultura e Pensamento Vídeo Guerrilha – O repente O repentista Evanildo Pereira possui algumas respostas para certas dúvidas sobre seu modo de descrever e entender o mundo e as coisas do mundo. “O repente é feito na hora, a canção tem maestria”. Saiba mais Na medicina do Amazonas Foto/Agência Brasil Por Ari de Freitas Hidalgo A Amazônia é, desde algum tempo e hoje mais fortemente, o centro das atenções de ecologistas, pesquisadores, comerciantes e industriais da área farmacêutica, pela grande diversidade de espécies que possui, o que representa um potencial enorme de riquezas. Veja mais sobre Destaque

FAQ | International Fund for the Promotion of Culture 1. Which activities are eligible for IFPC co-financing? Eligible activities for receipt of assistance from the IFPC are: a. the production of cultural and artistic works; b. the organization of cultural and artistic events of national, regional and/or international scope contributing to the establishment of culture and development strategies and programmes. The Fund intends to support projects, which are in compliance with the criteria set out in the Operational Guidelines of the International Fund for the Promotion of Culture (IFPC). The IFPC is not linked to any UNESCO culture convention. Please note that projects proposing activities which are not eligible will not be considered for evaluation. • Projects whose main focus is capacity building / training/workshops; • Residencies; • Projects whose main focus is academic and/or academic research; • Projects on inventories; • Projects on safeguarding measures on tangible and/or intangible heritage; • Projects which focus on cultural policy; 2. 3.

Micah Ganske: as sombras da tecnologia Quando a tinta acrílica se dissolve em água e arranha painéis de musselina, tecido de algodão fabricado, não há espaço para o erro. Os movimentos pincelares do artista Micah Ganske são velozes, irreversíveis e deixam a sua marca, tal como a intervenção do homem na natureza. Conheça as sombras da tecnologia que cobriram cidades americanas e que prendem olhares mais demorados. © Micah Ganske, "Michigan Central". Há regiões escuras que assombram cidades. © Micah Ganske. A colecção de pinturas e esculturas Tomorrow Land, na RH Gallery, parte de uma série contínua de paisagens de Micah Ganske. Através de um planeamento meticuloso, da composição de imagens encontradas na Internet, de uma pesquisa científica e ambiental e do interesse pela ficção científica, Ganske consegue uma janela para projetar as suas ideias e a reflexão sobre a comunhão do individuo com a natureza. © Micah Ganske, "Green Point". Greenpoint é a primeira pintura que Ganske fez para a série Tomorrow Land.

Arte Cultura e Poder

Related: