background preloader

Learn how to play violin with Fretless Finger Guides®

Learn how to play violin with Fretless Finger Guides®
Related:  Classic Music

16 Amazing Classical Music Compositions That Will Inspire You Classical music has a remarkable capacity to inspire. It can lift your mood in an instant (making it an effective anti-depressant), assist you in your work, and provide the soundtrack to your life. It is also more accessible than ever before thanks to the Music Animation Machine—the work of Stephen Malinowski. Through this, we can now observe, in vivid detail, what happens in some of the finest masterpieces ever composed. Making the videos you see below requires entering a score of music into notation software, and synchronizing it to the recording. The music has to be adjusted to the score as a performer can often add, change, or miss notes. You can visit Stephen Malinowski’s YouTube channel, smalin, for an extensive range of animated music. 1. Frédéric Chopin (1810–1849) was a Polish composer famed for his emotive piano compositions. 2. Ludwig van Beethoven (1770–1827) remains one of the finest composers in history. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. 11. 12. 13. 14. 15. 16.

The Extraordinary Benefits of Learning Music Music has a language of its own; it defies all boundaries and soothes jagged nerves. Unfortunately, music education has been losing steam over the years with technology taking center-stage. Did you know that you can condition your brain more effectively for discipline and active engagement by learning music? Did you also know that learning music can make you better at math? It’s been observed that the students who learn music at an early age are more likely to excel in other extracurricular activities. This infographic by Music Education paints a clear picture of what you can achieve when you take up a comprehensive music education. Featured photo credit: Photo Phiend |Flickr via goo.gl

Songs with the same chords - TheoryTab Key: To begin, click a circle to the left. The default key is C and the options are the six most common chords used in this key. Search the Theory Tab library by chord progression to find: the most popular chord progressions in music, songs that have the same chords, and the most likely chords to follow any progression. Please rotate your device. This area will populate with songs containing the chord progression that you build. The chords surrounding the chord(s) you chose are the ones that come next most often. To continue: Click additional chords to modify the chord progression - OR - Click any song from the list to view its Tab. To start over: Click the button on the left panel Notes Use the key dropdown (top left) to view results in a different key.

Notícias - InforMMA Impermeabilização do solo faz com que a água da chuva chegue mais rápido aos cursos d'água e ao mar Por: Luciene de Assis - Editor: Marco Moreira Criar e manter unidades de conservação (UCs) da natureza nas áreas urbanas pode ser uma resposta para a falta de água, que deflagrou a crise hídrica no Sudeste do Brasil. A escassez está associada a vários fatores, como a carência de planejamento dos assentamentos urbanos, os equívocos no manejo do uso do mineral, a utilização de equipamentos urbanos de distribuição ineficientes e responsáveis por enormes desperdícios, e a pouca consciência do brasileiro em relação à escassez deste recurso. A avaliação foi feita pelo biólogo e diretor do Departamento de Áreas Protegidas (DAP) do Ministério do Meio Ambiente, Sérgio Henrique Collaço de Carvalho. À exceção do Nordeste, as demais regiões não têm essa consciência acerca da escassez de água, avalia o diretor do DAP/MMA. As UCs favorecem a recarga de água nos reservatórios.

Behavioral and Neural Correlates of Executive Functioning in Musicians and Non-Musicians Abstract Executive functions (EF) are cognitive capacities that allow for planned, controlled behavior and strongly correlate with academic abilities. Several extracurricular activities have been shown to improve EF, however, the relationship between musical training and EF remains unclear due to methodological limitations in previous studies. To explore this further, two experiments were performed; one with 30 adults with and without musical training and one with 27 musically trained and untrained children (matched for general cognitive abilities and socioeconomic variables) with a standardized EF battery. Furthermore, the neural correlates of EF skills in musically trained and untrained children were investigated using fMRI. Citation: Zuk J, Benjamin C, Kenyon A, Gaab N (2014) Behavioral and Neural Correlates of Executive Functioning in Musicians and Non-Musicians. Editor: Amanda Bruce, University of Missouri-Kansas City, United States of America Introduction Methods Adult Participants

Crianças que têm aulas de música ampliam funções cognitivas para sempre RIO - Uma das características típicas dos seres humanos — dentre aquelas que nos diferenciam dos demais animais — é a nossa capacidade praticamente única na natureza de criar, tocar e apreciar música. Dos esquimós, no Ártico, passando por habitantes dos desertos africanos, até tribos indígenas no meio da floresta Amazônica, homens são capazes de compor, tocar, cantar e dançar (bem, quase todos, pelo menos). Mas, como costuma dizer o neurocientista Oliver Sacks (autor de “Alucinações musicais”), a música não é apenas uma forma pela qual nos conectamos e criamos laços. Ela, literalmente, molda os nossos cérebros. De acordo com o novo trabalho, crianças que recebem aulas de música regularmente ampliam suas capacidades cerebrais pelo resto de sua vida adulta. Atividade cerebral cresce O novo estudo comparou 15 crianças de 9 a 12 anos que tinham aula de música a um grupo de 12, da mesma idade, sem nenhum treinamento. Mais música, menos erros

Sobre a Importância da Música de Qualidade | Escala Musical, a melhor escola de música de Águas Claras e região… Cultura reduzida RIO DE JANEIRO – Estudo recente, orientado pela cientista americana Nadine Gaab, do Laboratório de Neurociência Cognitiva do Hospital Infantil de Boston (EUA) e publicado pela revista “Plos One”, confrontou um grupo de 15 crianças, de 9 a 12 anos, que estava aprendendo a tocar algum instrumento musical, com outro grupo que não passava por essa experiência. Os que estudavam música pareceram mais aptos a reter e processar informações, resolver problemas, relacionar-se com os outros e desenvolver a atenção, a concentração e a capacidade motora. Ou seja, levaram vantagem nos testes de funções cognitivas, atividade cerebral e outros. Há 50 ou 60 anos, os jovens ouviam toda espécie de ritmos –sambas, baiões, foxes, mambos, fados, boleros, tangos, canções francesas e napolitanas, valsas vienenses, jazz, calipso, rock’n'roll. A partir dos anos 70, a vida se reduziu a guitarras, teclados e percussão. Em breve, estudos como o da dra.

Music and Emotions in the Brain: Familiarity Matters Abstract The importance of music in our daily life has given rise to an increased number of studies addressing the brain regions involved in its appreciation. Some of these studies controlled only for the familiarity of the stimuli, while others relied on pleasantness ratings, and others still on musical preferences. With a listening test and a functional magnetic resonance imaging (fMRI) experiment, we wished to clarify the role of familiarity in the brain correlates of music appreciation by controlling, in the same study, for both familiarity and musical preferences. Citation: Pereira CS, Teixeira J, Figueiredo P, Xavier J, Castro SL, Brattico E (2011) Music and Emotions in the Brain: Familiarity Matters. Editor: Jay Pillai, John Hopkins School of Medicine, United States of America Received: June 16, 2011; Accepted: October 12, 2011; Published: November 16, 2011 Copyright: © 2011 Pereira et al. Competing interests: The authors have declared that no competing interests exist. Methods

Audiences hate modern classical music because their brains cannot cope "The brain is a pattern seeking organ, so it looks for patterns in music to make sense of what we hear. The music of Bach, for example, embodies a lot of the pattern forming process. "Some of the things that were done by those composers such as Schoenberg undermined this cognitive aid for making music easier to understand and follow. Schoenberg's music became fragmented which makes it harder for the brain to find structure. "That isn't to say, of course, that it is impossible to listen to, it is just harder work. Mr Ball believes that many traditional composers such as Mozart, Bach and Beethoven subconsciously followed strict musical formula to produce music that was easy on the ear by ensuring it contained patterns that could be picked out by the brain. In the early twentieth century, however, composers led by Schoenberg began to rally against the traditional conventions of music to produce compositions which lack tonal centres, known as atonal music.

Violino | Aprenda a Tocar O Estudo do Violino O violino é um instrumento de quatro cordas apenas, mas oferece grandes recursos. Sua voz possui tons bastante acentuados, seu timbre se distingue dos demais e, pela variedade de seus efeitos, é justo denomina-lo o mais superior dos instrumentos de corda. O estudo do violino é uma nobre ocupação. Iniciação ao instrumento musical Para compreender melhor a música é necessário aprender a tocar um instrumento. O Arco do violino Os instrumentos como o violino dependem da vibração das cordas para emitir som. Origem do arco Em sua origem, o arco dos instrumentos de cordas em tudo se assemelhava ao seu homônimo, peça de arma utilizada para arremessar flechas: vareta curvada em forma de meia-lua, a cujas pontas se atava algum tipo de corda ou cerda retorcida, mais tarde substituída por crina animal. Como conduzir o arco Deixar o braço direito solto, como se estivesse andando. A Relação Violino - Violinista Posição do Corpo dificuldades posteriores na execução das músicas. 1. Dó

Crianças que têm aula de música ampliam suas funções cognitivas para sempre Renato Grandelle Fonte: www.oglobo.globo.com – clique e conheça!!! Inscreva-se em nosso site e receba informações sobre os trabalhos da Biblioteca: “A música é capaz de despertar memórias, emoções e sentimentos profundos. Estudo mostra de que forma as lições com instrumentos moldam cérebro RIO – Uma das características típicas dos seres humanos — dentre aquelas que nos diferenciam dos demais animais — é a nossa capacidade praticamente única na natureza de criar, tocar e apreciar música. De acordo com o novo trabalho, crianças que recebem aulas de música regularmente ampliam suas capacidades cerebrais pelo resto de sua vida adulta. Atividade cerebral cresce O novo estudo comparou 15 crianças de 9 a 12 anos que tinham aula de música a um grupo de 12, da mesma idade, sem nenhum treinamento. A mesma percepção tem a professora e doutora em Educação Andrea Ramal, autora de diversos livros sobre aprendizado. — Aulas de música ajudam no aprendizado da criança ao longo da vida por diversas razões.

Conoce los 13 instrumentos musicales más extraños del mundo (AUDIO Y FOTOS) La música es producto de la creatividad y genio de las civilizaciones, pero también es una expresión de su desarrollo tecnológico. Diferentes materiales y disposiciones tonales dan un carácter único (aunque vagamente familiar) a los diferentes instrumentos que presentamos a continuación. Hacer un catálogo extensivo de los instrumentos musicales más extraños sería una labor que necesitaría su propia enciclopedia para presentarse (el teórico de la realidad virtual, Jaron Lanier, tiene una colección de más de 10,000 de ellos solamente de Asia); sin embargo, los que presentamos a continuación no sólo son sonoramente particulares, sino que destacan también en el aspecto visual, creando una armonía o equilibrio entre impacto visual y sonoro. 1. Desarrollado en Rusia en el siglo XVII, este instrumento triangular puede tocarse con los dedos o plumillas de cuero. 2. 3. En su momento fue el instrumento más grande diseñado y construido. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. 11. 12. 13. [io9]

Notação musical Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. O Codex Chigi,textos e pertituras antigas junto com manuscrito musical do século XVI Origem[editar | editar código-fonte] Os primeiros neumas, apenas como marcas junto das palavras. Transcrição de tablatura para órgão, século XVI. Os sistemas de notação musical existem há milhares de anos. O conhecimento deste tipo de notação foi perdido juntamente com grande parte da cultura grega após a invasão romana. Para resolver este problema as notas passaram a ser representadas com distâncias variáveis em relação a uma linha horizontal. Nesta época o sistema tonal já estava desenvolvido e o sistema de notação com pautas de cinco linhas tornou-se o padrão para toda a música ocidental, mantendo-se assim até os dias de hoje. Notação padrão[editar | editar código-fonte] A notação musical padrão é escrita sobre uma pauta de cinco linhas. Representação das durações[editar | editar código-fonte] Representação das alturas[editar | editar código-fonte] x - nota morta;

Notação Musical Teoria Musical — 4 de julho de 2012 3:58 pm Pauta, Clave, Notas Valores, Figuras Ligadura, Ponto de Aumento Compassos e Marcação de Compassos Acento Métrico Síncope e Contratempo Alterações Armadura de Clave Outros Sinais Andamentos Pauta ou Pentagrama É o local onde são escritas as notas. São 5 linhas horizontais, paralelas, que formam 4 espaços. Clave É um sinal colocado no início da pauta e serve para determinar o nome da nota e sua altura na escala. Notas É a representação gráfica dos sons. (voltar) Valores Já viram que as notas representam graficamente o som; que tais notas são escritas na pauta; e que o nome dessa nota depende da clave colocada no início da pauta. Para que pudéssemos saber as durações de tempo de cada nota foram criados vários desenhos (figuras). Figuras Observe que a figura é composta por cabeça, haste e colchete Existem figuras de som (dizem quanto tempo dura a nota) e figuras de pausa (mostram quanto tempo dura o silêncio). Ligadura Ponto de Aumento Compassos Marcação 1.

Related: