background preloader

Stats

Facebook Twitter

Smartphone continua a crescer em Portugal. No trimestre móvel de Fevereiro de 2016, o Barómetro de Telecomunicações da Marktest contabiliza 6 176 mil indivíduos que costumam utilizar smartphone, o que corresponde a 68.0% dos possuidores de telemóvel residentes em Portugal com 10 e mais anos. A penetração deste equipamento tem crescido sempre, tendo aumentado 89% relativamente ao observado em Abril de 2013. O trimestre móvel de Outubro de 2014 marca o momento em que a utilização de smartphone ultrapassou a do feature phone. Entre os homens, os indivíduos mais jovens, os residentes nas Grande Lisboa e os indivíduos das classes sociais mais elevadas é onde encontramos maior taxa de penetração de smartphone, nalguns casos acima de 90%. A análise teve como base indicadores do estudo Barómetro de Telecomunicações da Marktest para o universo composto pelos lares de Portugal. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

In the UK, Consumers Still Struggle to Trust Mobile Payment Apps. The ups and downs of digital security may mean there is always some degree of wariness when it comes to digital banking and buying. Mobile wallets, trendy as they may be, are not immune from this wariness. Research from several sources illuminates what elements of the mobile wallet concept worry consumers in the UK are interested—and which ones interest them. The major problem, however, remains trustworthiness. A survey conducted by Marketing Sciences Brand Trust makes this problem plain: In September 2015, 17% of UK smartphone owners said they would trust no brand’s smartphone wallet app, a figure that actually rose to 20% in June 2016.

So familiarity of smartphone wallet apps does not guarantee an increased interest—and in fact might actively discourage those learning more about such platforms. Meanwhile, trust has remained steady in the top-rated brands smartphone owners would trust with the information in their mobile wallets, with 43% saying PayPal would work for them in June 2016. French consumers blasé about mobile wallets, contactless cards. France has the lowest card penetration in Western Europe, with less than one payment card in circulation per person, according to research firm Verdict Financial. Moreover, despite what would seem to be a golden opportunity for card providers the card market has seen practically no growth over the last five years, according to the report, "Consumer Payments Country Snapshot: France.

" Samuel Murrant, a senior analyst at Verdict Financial, said that new technologies — especially NFC and mobile payments — present opportunities for providers, but exploiting their potential will be a slow process. "Inertia is a powerful force in payments," Murant said. "For all of the new technologies entering the market, it will take a long time for their benefits to become apparent to consumers. " In a recent consumer survey regarding mobile wallets, 44 percent of French consumers stated that they had no interest in obtaining one, underscoring consumers' resistance to changing their payment habits. Digital Payment Options Gain Fans in Germany. Digital payment methods such as PayPal and giropay are increasingly popular, especially among males and consumers ages 40 and older.

Yet nearly one in three adults shopping online or via mail-order still use open invoices for transactions, according to data from Creditreform Boniversum and the Bundesverband E-Commerce und Versandhandel (bevh). Shoppers were asked which method they used most often for digital and mail-order purchases. The results show a narrowing gap between various traditional methods—including prepayment, open invoice, cash on delivery, credit card, deferred payment, payment on installment and direct debit—and modern, digitally enabled methods, such as PayPal, Click and Buy, giropay and sofortüberweisung.de. Between January 2015 and January 2016, the share of respondents using traditional methods shrank from 61% to 57%, while the share using digital payment systems rose from 39% to 43%. Some historical patterns haven’t altered much. 4,5 milhões acedem a sites de eCommerce. No 1º trimestre de 2016, foram 4 487 mil os residentes no Continente com 4 e mais anos que acederam a sites de eCommerce a partir de computadores pessoais, de acordo com os resultados do Netpanel meter da Marktest.

O número representa 75.8% dos internautas nacionais, uma média diária de 531 mil utilizadores únicos. Neste período, foram visitadas 814 milhões de páginas de sites comerciais, uma média de 181 por utilizador. Os portugueses dedicaram mais de 8 milhões de horas a estes sites, uma média de 1 hora e 53 minutos por utilizador. A análise tem como base informação do Netpanel meter da Marktest, que estuda o comportamento dos internautas portugueses que navegam a partir de computadores de uso pessoal, e é relativa ao primeiro trimestre de 2016. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto. Americans Are Using Less Cash but Mobile Payments Are Not The Ones Replacing It. April 15, 2016 By : LTP Team Consumers have more ways to pay than ever. Even with so many choices, consumers still use traditional payment options to complete transactions. Americans use plastic a lot and that is growing. Consumers’ use of mobile payments is gaining popularity but has not seen a dramatic upswing in usage.

The shift towards a cashless society is transpiring across the US. The stigma of using cash for small purchase is long gone now. The American population that favors cash payments is decreasing every year. On the other hand, technology advancements in the last five years have simplified the process for accepting cards and it’s now as simple as connecting a low-cost (or even free) card reader to mobile phone.

Another alternative to cash that is gaining popularity is the prepaid card. Consumers expect to make fewer cash payments in the future while also cutting back on credit and debit card use in favor of other forms of payments. Cartão contactless mantem trajetória de crescimento. Os dados do estudo Basef Banca da Marktest mostram a tendência ascendente da posse de cartões com tecnologia contactless. Em Dezembro de 2015 eram já 1 348 mil os portugueses que possuíam cartão com tecnologia contactless, o que representa 37.8% dos indivíduos bancarizados que possuem cartões de débito/crédito e referiram conhecer tecnologia contacless.

É de salientar o aumento da posse deste tipo de cartão. Com efeito, este valor mais do que duplicou nos últimos dois anos: - em Dezembro de 2013, a posse de cartão com este tipo de tecnologia não ultrapassava os 17%). Clique na imagem para aumentar Ainda de acordo com os dados de Dezembro de 2015, a taxa de posse deste cartão é mais elevada junto dos homens, dos indivíduos dos 25 aos 34 anos e dos que pertencem às classes sociais mais elevadas. Esta análise foi realizada com base nos resultados do estudo Basef Banca da Marktest. 5,6 milhões visitaram sites de eCommerce. Entre Janeiro e Dezembro 2015, foram 5 558 mil os residentes no Continente com 4 e mais anos que acederam a sites de eCommerce a partir de computadores pessoais, de acordo com os resultados do Netpanel meter da Marktest. O número representa 92%% dos internautas nacionais, uma média diária de 551 mil utilizadores únicos.

Neste período, foram visitadas 3 249 milhões de páginas de sites comerciais, uma média de 585 por utilizador. Os portugueses dedicaram perto de 32 milhões de horas a estes sites, uma média de 5 horas e 42 minutos por utilizador. Em Maio foi quando mais utilizadores únicos acederam a sites de eCommerce, 3 763 mil, mas foi em Janeiro que mais páginas foram visualizadas (331 milhões) e mais tempo lhes foi dedicado (3 milhões de horas). Os dados do Netpanel mostram ainda que a loja Fnac foi o site que recebeu mais visitantes embora o eBay tenha sido o site onde mais páginas foram visualizadas e mais tempo foi despendido. Acesso móvel a sites nacionais continua a aumentar. Apple: a mais popular no acesso móvel. Os utilizadores portugueses de internet móvel consomem mais páginas de sites nacionais através de equipamentos Apple do que de qualquer outra marca.

A Samsung obtém a segunda posição, destacada das 3 restantes marcas do top 5 - Nokia, LG e Sony - que também apresentam quotas interessantes de Pageviews mobile, no mês em análise (Julho de 2015). A infografia compara o top 5 português das marcas mais populares com outros quatro mercados europeus - Bélgica, Luxemburgo, Dinamarca e Polónia - e revela as principais diferenças entre eles. A Apple é líder isolada, com a excepção da Polónia, e atinge o seu máximo na Dinamarca, com 77%. Clique na imagem para aumentar A situação em Portugal Os dois fabricantes mais populares em Portugal consomem ¾ dos pageviews de sites nacionais servidos para mobile, deixando a grande distância o pelotão, encabeçado pela LG (6%).

A luta pela primeira posição Sobre o netScope e os dados internacionais comparativos Outros dados internacionais disponíveis de forma livre: Apple: a mais popular no acesso móvel. 5,2 milhões em sites de eCommerce. No primeiro semestre de 2015, foram 5 237 mil os residentes no Continente com 4 e mais anos que acederam a sites de eCommerce a partir de computadores pessoais, de acordo com os resultados do Netpanel meter da Marktest. Este número representa 86.7% dos internautas nacionais, uma média diária de 575 mil utilizadores únicos. Ao longo do semestre, o número de visitantes destes sites não sofreu grandes oscilações, sendo o mês de Maio o que registou maior número de utilizadores únicos: 3,7 milhões. Já em páginas visitadas, o mês de Janeiro foi o que mais se destacou no 1º Semestre de 2015, com cerca de 328 milhões. Neste período, foram visitadas cerca de 1,6 mil milhões de páginas de sites comerciais, uma média de 315 por utilizador.

Os portugueses dedicaram cerca de 16 milhões de horas a estes sites, uma média de 3 horas e 02 minutos por utilizador. Cerca de 3 milhões com conta ordenado. O estudo Basef Banca da Marktest contabiliza, no primeiro semestre de 2015, 2 908 mil possuidores de conta ordenado, um valor que corresponde a 39.1% do universo composto pelos residentes no Continente com 15 e mais anos que possuem conta bancária. Nos últimos 12 anos, o número dos bancarizados que possuem conta ordenado tem vindo a aumentar. No primeiro semestre de 2015 esse valor é 64% mais elevado, comparativamente a 2003.

Na análise da penetração desta conta pelos vários targets, vemos que a idade é a variável que mais influencia a posse de conta ordenado, sendo a que apresenta um comportamento mais heterogéneo. Junto dos indivíduos entre os 35 e os 44 anos, a posse deste tipo de produto é elevada (57.4%), sobretudo quando comparada com a posse dos indivíduos com mais de 64 anos, que não vai além de 15.2%. Por género, também se verificam diferenças, sendo a percentagem de posse de conta ordenado maior entre os homens (42.4% face os 35.9% das mulheres). Samsung ganha quota no mobile.

Segundo os dados do netScope, no segundo trimestre de 2015, 44.0% do tráfego móvel auditado pela Marktest foi gerado por equipamentos da marca Apple, enquanto no trimestre homólogo do ano anterior esse valor era de 47.2%, uma redução de quota de 3.2 pontos percentuais. No segundo trimestre deste ano, a Samsung foi responsável por 28.4% do tráfego gerado por equipamentos móveis, aumentando em 2.9 pontos percentuais a quota que registou no mesmo trimestre de 2014.

Esta é pois a marca que regista maiores ganhos de quota. A Nokia foi a terceira marca de equipamentos móveis com maior peso, responsável por 4.2% do tráfego, menos 1.6 pontos percentuais face ao observado no trimestre homólogo do ano anterior. Estas três marcas em conjunto geraram 76.7% do tráfego realizado por equipamentos móveis, menos 1.8 pontos percentuais do que no segundo trimestre de 2014. Contacte-nos se pretende mais informações sobre este assunto. 650 mil utilizadores de mobile banking. Os resultados acumulados de Janeiro a Maio de 2015 do estudo Basef Banca da Marktest indicam que 650 mil portugueses utilizam o serviço de mobile banking através de uma App. Este número corresponde 7.6% dos residentes no Continente com 15 e mais anos. Os homens registam uma taxa de penetração deste serviço duas vezes superior à das mulheres, enquanto os jovens dos 25 aos 34 anos e os indivíduos das classes sociais mais elevadas são os grupos que registam maior afinidade com o serviço, que atinge 17.6% dos primeiros e 18.1% dos segundos.

Os números do Basef Banca indicam ainda que estes 650 mil utilizadores de mobile banking através de App correspondem a 25.0% dos utilizadores de Internet Banking para o acumulado de Janeiro a Maio de 2015. Esta taxa de penetração de mobile banking entre os utilizadores do serviço de Internet Banking tem crescido sistematicamente, passando de 18.3% em Maio de 2014 para 25.1% no mês de Maio de 2015. Europeans make more than 1bn Visa contactless transactions in 12 months. By Rian Boden • nfcworld.com • Published 6 July 2015, 13:14 • Last updated 7 July 2015, 08:58 More than one billion contactless transactions worth in excess of €12.6bn have been made by Visa cardholders across Europe in the past 12 months, research from Visa Europe has found, with its customers spending €1.6bn using their contactless cards in March 2015 alone — a three-fold increase compared to the same month in 2014.

The UK leads the way for the number of Visa contactless cards issued with 49.6m, followed by France (20.3m), Poland (14.5m) and Spain (11.5m). The volume of contactless-enabled terminals is highest in Spain with 593,000, followed by the UK with 410,000, France with 405,000 and Poland with 354,000. British consumers spent more than €330m in March alone, using contactless cards to make 52.6m transactions, making them the biggest adopters of the technology. Infographic: Comparing Some of The Largest Fintech Firms | Let's Talk Payments. Aumenta o acesso móvel a sites nacionais. Maioria usa smartphone. No trimestre móvel de Maio de 2015, o Barómetro de Telecomunicações da Marktest contabiliza 5 383 mil indivíduos que costumam utilizar smartphone, o que corresponde a 59.4% dos possuidores de telemóvel residentes em Portugal com 10 e mais anos.

A penetração deste equipamento tem crescido sempre, tendo aumentado 83% relativamente ao observado em Dezembro de 2012. A idade e a classe social são as variáveis onde o smartphone tem penetração mais diferenciada, destacando-se os jovens dos 15 aos 24 anos, onde as taxas de utilização superam o valor médio em 55%. Entre os homens, os residentes nas regiões da Grande Lisboa e do Grande Porto e os indivíduos das classes sociais mais elevadas também se registam taxas de penetração de smartphone acima dos 60%.

A análise teve como base indicadores do estudo Barómetro de Telecomunicações da Marktest para o universo composto pelos lares de Portugal. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto. Majority of US Internet Users to Use a Connected TV by 2015. New Payment Options Make Slow Gains in Europe. Phablets Performed Fabulously on Christmas. EMVCo. Um terço dos portugueses já fez compras online. 5 Insights about Mobile Shopping Technologies & Consumer Adoption. Worldwide Smartphone Usage to Grow 25% in 2014.

Pay Tv em três milhões de lares. UK: one-quarter of online sales take place via phones, tablets - report. Mobile Shopping Drives UK Retail Ecommerce Sales. Smartphones: So Many Apps, So Much Time. Interesting stats emerge from BofA's inaugural Trends in Consumer Mobility Report | Mobile Payments Today. Owners Ditch Mobile Devices Before Terrible Twos. Many Men Prefer To Do All Their Shopping Online. No Thanks, Mobile Browsers—There's an App for That. THE FUTURE OF THE PAYMENTS INDUSTRY: 2014 [SLIDE DECK] Q2 M-Commerce Explodes to 47% Y/Y Gain: What it Means for the Growth of Mobile. Paying for Digital Content Still Not the Norm in the UK. 2,5 milhões de portugueses diariamente online. Metade dos internautas acede por telemóvel.

What is the internet of things? (Infographic) E-Payments & Security - North American e-retailers lag in using card-based fraud prevention tools. Smartwatches face challenges as payment devices. Internet Banking com mais utilizadores.