background preloader

Tatarana

Facebook Twitter

Eduardo Viveiros de Castro: uma entrevista. Eduardo Viveiros de Castro é professor do Museu Nacional do Rio de Janeiro desde 1978.

Eduardo Viveiros de Castro: uma entrevista

Também lecionou na École des Hautes Études en Sciences Sociales em Paris e nas universidades de Chicago e Cambridge. No mestrado, estudou os Yawalapíti; no doutorado, os Araweté. Seu livro A inconstância da alma selvagem (São Paulo: Cosac & Naify, 2002) reúne as bases do perspectivismo ameríndio: um modo de pensar cuja descrição marcou a antropologia e trouxe um novo olhar para a filosofia, entre outras contribuições importantes.

Quando fui dirigir o documentário Amazônia desconhecida, o motivo que mais me estimulou a realizar o filme foi a possibilidade de entrevista-lo. Quem viu o longa-metragem, sabe que seu depoimento ocupa um lugar fundamental na arquitetura da argumentação: desde que li o livro acima citado, tenho certeza de que é impossível pensar os povos ameríndios da Amazônia sem passar pelas ideias do antropólogo. Abaixo, a entrevista de Eduardo Viveiros de Castro. O tema da inconstância. Encontros Ailton Krenak by Azougue editorial. Mostra Olhar: um Ato de Resistência by forumdoc. Minério canibal. Anthropologie / anthropology. Vinicius Duarte - Eu tava ali, perdendo a fé no futuro... Calavia resenha metafisicas canibais 095 Resenhas 237. A produção indígena de conceitos.

Metafísicas canibais | Eduardo Viveiros de Castro | Cosac Naify | 320 páginas | R$ 45,00 Metafísicas canibais é um volume denso cuja leitura exige familiaridade com as duas disciplinas que ele cruza: a antropologia e a filosofia.

A produção indígena de conceitos

Mas nele se destaca uma questão prévia, que traz à tona um interlocutor prévio: o que pode a filosofia fazer com o pensamento do outro, ou seja, desses povos outrora chamados “selvagens”, dos quais a antropologia nos dá notícia? Por muito tempo a resposta foi: nada. No pensamento dos outros nada podia se detectar além de erro; ou, no melhor dos casos, noções rudimentares cuja versão desenvolvida nos pertence.

Mais tarde, o tom mudou: reconheceram-se formas diferentes de uma racionalidade humana comum, e a paleopsiquiatria ou a paleoecologia tornaram-se etnopsicologia e etnoecologia, aptas para ser incluídas dentro de uma razão ampliada, que, no entanto, continuava sendo a nossa. O canibalismo pode ser um bom exemplo, ou mesmo um modelo, desses conceitos. Sesc estreia 'A Palavra Líquida' - uma reflexão sobre a cultura indígena. O Sesc estreia 'A Palavra Líquida', um projeto de Literatura, com interface com outras linguagens, que aborda a tendência híbrida da palavra no mundo contemporâneo.

Sesc estreia 'A Palavra Líquida' - uma reflexão sobre a cultura indígena

Hipertextos, hiperlinks, multimídias, a criação e popularização de novas estratégias narrativas, os diferentes suportes que atuam na confluência e convergência de artes e mídias diversas. A primeira edição do projeto apresenta o poema-instalação 'Totem', de André Vallias, que irá itinerar pelo Sesc Nova Iguaçu, Madureira e Niterói, acompanhado por um ciclo de palestras sobre a questão indígena.

Será um evento totalmente gratuito que estreia no dia 25 de novembro (quarta), no Sesc Nova Iguaçu, com a abertura da instalação 'Totem', que acontece até março de 2016. 'Totem O poema, dividido em 26 estrofes, reuniu os nomes de 222 etnias, sendo composto num alfabeto criado especialmente pelo poeta, inspirado na arte da cestaria indígena. Ciclo de Palestras Serenata Tupi. AboutMacospol < MappingControversies.net. Democracy is the possibility to disagree.

AboutMacospol < MappingControversies.net

Equipment for mapping and interpreting controversies. MACOSPOL (Mapping Controversies on Science for Politics) is a joint research enterprise that gathers scholars in science, technology and society across Europe. Its goal is to devise a collaborative platform to help students, professionals and citizens in mapping out scientific and technical controversies. Technical democracy requires spaces and instruments to facilitate public involvement in technological and scientific issues. Such democratic equipment is yet to be assembled, even though much theoretical research has been done to envision its articulation.

The goal of the Macospol project, assembling a web-based platform to help the exploration and mapping of scientific controversies, has the involvement of 8 partner teams, and different lines of research represented by 8 Work Packages. LMU Munich. Risk Controversies visualized. Last Update: Oct. 5th 2011 New brochure (german version) available online.

Risk Controversies visualized

Download PDF (2MB) The aim of the reseach project is to develop an internet based visualisation of risk related controversies as argumentation maps on the basis of two exemplary case studies: dietary supplements and nanoscale particles. These argumentation maps will be developed by an interdisciplinary research team of sociologists, natural scientists, computer scientists as well as partners and advisors from industry, poltics and academia. With these agrumentation maps users will be provided with detailed information about public debats on risks concerning dietary supplements and nanoscale particles. Reenacting Science: Bruno Latour at SCIENCE GALLERY.