background preloader

Interação Online

Facebook Twitter

Uso da tecnologia - Benefícios e malefícios nas aprendizagens. Hoje em dia, falar em aprendizagem, em modernidade nas escolas, sem falar no uso da tecnologia, já estaremos sendo ultrapassados. Esse meio muito tem contribuído como ferramenta do educador para aprofundar suas metodologias didáticas em sala de aula. Além de provocar o aluno a buscar o conhecimento, a investigar, pesquisar de forma a confrontar o seu conhecimento prévio com o descoberto, estará proporcionando a abertura de vários caminhos para o aluno chegar até a aprendizagem.

Facilitar crianças que apresentam múltiplas deficiências, aproximar a realidade dos alunos com o universo em que estamos inseridos, promover a sociabilidade, o desenvolvimento cognitivo, afetivo e até mesmo psicomotor, são alguns dos benefícios que a tecnologia dispõe ao aprendente. No entanto, o uso dos meios tecnológicos não é utilizado tão somente como propagador do conhecimento e como instrumento facilitador das aprendizagens. Os impactos sociais, cognitivos e afetivos sobre a geração de adolescentes conectados às tecnologias digitais. Os impactos sociais, cognitivos e afetivos sobre a geração de adolescentes conectados às tecnologias digitais The social, cognitive and affective impacts at the generation of teenagers connected to the digital technologies Thayse de Oliveira SilvaI; Lebiam Tamar Gomes SilvaII IGraduada em Psicopedagogia pela Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, PB, Brasil IIDoutora em Educação, Professora da Universidade Federal da Paraíba/Centro de Educação/Departamento de Habilitações Pedagógicas, João Pessoa, PB, Brasil Endereço para correspondência INTRODUÇÃO: De acordo com dados do Comitê Gestor da Internet, no Brasil (2014), cerca de 81% dos adolescentes usam internet todos os dias, o que evidencia a abrangência do uso das tecnologias digitais e mostra a importância da investigação científica sobre temas correlatos OBJETIVO: Este trabalho visou discutir, mediante o olhar psicopedagógico, as consequências do uso indiscriminado de tecnologias digitais pelos adolescentes.

Alves10 entende que. A REDE SOCIAL FACEBOOK COMO TECNOLOGIA SOCIAL NA EDUCAÇÃO: DE QUE FORMA A COLABORAÇÃO EM UM AMBIENTE WEB PODE MUDAR A RELAÇÃO PROFESSOR-ALUNO E POTENCIALIZAR O APRENDIZADO? AS TECNOLOGIAS NO COTIDIANO ESCOLAR: POSSIBILIDADES DE ARTICULAR O TRABALHO PEDAGÓGICO AOS RECURSOS TECNOLÓGICOS. O impacto das novas tecnologias na sociedade: conceitos e características da Sociedade da Informação e da Sociedade Digital. Estreitando relacionamentos na educação a distância.

Estreitando relacionamentos na educação a distância Sylvia Constant Vergara Doutora em Educação pela UFRJ. Professora da EBAPE/FGV. Endereço: Praia de Botafogo, 190 - sala 533 - Botafogo - CEP 22250-900 - Rio de Janeiro - RJ. E-mail: vergara@fgv.br Este artigo privilegia a educação a distância (EAD) e, nela, a questão do relacionamento, muito enfatizada na educação presencial nas figuras do professor e do aluno.

Objetiva argumentar que em EAD tal relacionamento também existe e que se expande para além daquele entre professor e aluno, agregando tutores, mentores, equipe técnica, equipe administrativa, enfim, todos aqueles que estão envolvidos no processo. Palavras-chave: lealdade; comprometimento; confiança; ajuda mútua. This article privileges long-distance education and, in it, the question of the relationship, very much emphasized in regular education on the figures of the teacher and the student. Key words: loyalty; commitment; confidence; mutual assistance. Introdução Para concluir.

Comunicação online e aprendizagem/Os 3 Tipos de Interação e o Teorema da Equivalência da Interação. Os três tipos de interação[editar | editar código-fonte] Um dos eixos centrais do desenvolvimento de processos educativos é a interação. Tal como a capacidade de manipulação da linguagem não é, por si só, garantia de comunicação; a existência de um aluno, de um professor, ou de um conteúdo não representam necessariamente aprendizagem. A qualquer uma destas realidades falta um elemento essencial: a reciprocidade, a interinfluência, a mutualidade que o conceito de interação encerra.

É o continuado movimento de ação-reação, de interatividade, que caracteriza a construção de aprendizagem. A interação coloca-se, assim, sem surpresa, como um fator de especial preocupação e reflexão também no campo da educação online. De acordo com Moore, a interação aluno-conteúdo é fulcral para a mudança das estruturas cognitivas do aprendente, na medida em que o processo intelectual que lhe está subjacente promove o acesso à aprendizagem. O teorema da Equivalência da Interação[editar | editar código-fonte]

Inovar tecnologia educacional. 3 Tipos de Interações que Você deve Conhecer no E-learning. Certamente, a maioria de nós, uma vez participou de uma sessão longa e chata de treinamento (presencial ou virtual), onde os alunos são meramente observadores passivos e lhe são dadas poucas ou nenhuma oportunidade de participar. A verdade é que este tipo de instrução dificilmente faz um impacto sobre o público. Para uma aprendizagem eficaz e retenção você precisa interação. Isto é o que torna a experiência mais interessante e valioso para o aluno. Por isso, é importante manter estes três tipos de interação em mente. Elas são essenciais para a aprendizagem e o engajamento de acordo com M.

G. Entre aluno-aluno Entre aluno-instrutor Entre aluno-conteúdo Aprender a teoria sobre estas interações é uma coisa, aplicá-las na prática é outra. 1) Entre aluno-aluno Este tipo de interação acontece entre dois alunos ou entre um grupo de alunos que estudam o mesmo curso. Plano de Ação: Capacite os alunos a interagir uns com os outros, mesmo à distância através de novas tecnologias. Plano de Ação: Aluno online: como estimular o aprendizado e a interação? A interação professor-aluno-tutor na educação on-line | Silva | Revista Eletrônica de Educação. A interação professor-aluno-tutor na educação on-line Maria Luzia Rocha da Silva, Luis Paulo Leopoldo Mercado Resumo Este artigo aborda a educação on-line na formação de professores no curso de Física, licenciatura da Universidade Aberta do Brasil UAB/UFAL, sobretudo a importância da interação nessa modalidade de ensino, a partir dos conceitos de interação, interatividade, abordagens sóciointerativas, metodologias de ensino baseadas na interação on-line, e sua importância para construção da aprendizagem significativa buscando discutir as metodologias utilizadas em cursos de formação de docentes, sua repercussão na interação entre alunos, professores e tutores.

Identifica até que ponto o curso de formação de professores modalidade a distância vem promovendo interação entre todos os envolvidos no processo de EAD, através das atividades propostas no ambiente on-line. Palavras–chave: Interação, metodologias de ensino, formação de professores DOI: 55200763301PM. A INTERAÇÃO NA EAD É NECESSÁRIA. Vânia Bem Universidade do Sul de Santa Catarina – UNISUL vaniaben@terra.com.br Wilson Schuelter wilson@unisul.br Dulce Márcia Cruz dulce@unisul.br Resumo Este artigo tem por objetivo apresentar algumas reflexões sobre o processo de interação aluno-professor nos ambientes virtuais de aprendizagem. Palavras-chave: interação, interatividade, educação a distância.

A educação a distância vem desempenhando uma função extremamente importante e imprescindível na sociedade. A sala de aula virtual ou ambiente virtual favorece as interações entre professor/aluno; aluno/aluno; aluno/hipertexto. 2. Aula virtual ocorre via Internet, on-line. "virtual collaboration" é o processo de comunicação via Internet ou outras ferramentas baseadas na Web (e-mail, chats - tanto de texto como de voz, fóruns de discussão, etc.). A Sala de Aula Virtual pode ser vista, conforme Hiltz (2001, p. 1) como “um sistema computacional aprimorado para o aprendizado e a comunicação. 3. Segundo John B. 4. ALAVA, Séraphin. CÂNDIDO M. As Ferramentas de Interação do Ambiente Virtual de Aprendizagem: Instrumentos que Viabilizam as Inter-Relações entre Professores e Alunos | Revista Gestão Universitária.

A inter-relação entre alunos e professores no ensino a distância é um fator muito importante no processo de ensino-aprendizagem e as ferramentas de interação devem viabilizar o desenvolvimento desse processo. Realizamos neste estudo uma pesquisa descritiva qualitativa onde procuramos identificar quais são as ferramentas de interação existentes no ambiente Moodle, considerando a relação professor x aluno.

Verificamos também as potencialidades de utilização destas ferramentas em propostas pedagógicas indicadas pelo próprio sistema Moodle e novas potencialidades, desenvolvidas por usuários destas ferramentas no Moodle. Percebemos que existem diversas ferramentas a serem utilizadas de forma interativa e que o seu uso pode variar de acordo com a sua função na proposta pedagógica do curso. Além disso, identificamos ferramentas da Web 2.0 que podem ser utilizadas em conjunto com as ferramentas formais do Moodle.

PALAVRAS-CHAVE: 1 Inter-Relação 2 Ferramentas de Interação 3. Moodle 4. AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM: ELEMENTOS E FERRAMENTAS QUE INFLUENCIAM A INTERAÇÃO ONLINE.