Blogs

Facebook Twitter
EPHEMERA
"Vem por aqui" - dizem-me alguns com olhos doces, Estendendo-me os braços, e seguros De que seria bom se eu os ouvisse Quando me dizem: "vem por aqui"! Eu olho-os com olhos lassos, (Há, nos meus olhos, ironias e cansaços) E cruzo os braços, E nunca vou por ali... A minha glória é esta: Criar desumanidade! Não acompanhar ninguém. - Que eu vivo com o mesmo sem-vontade Com que rasguei o ventre a minha mãe. Não, não vou por aí! naovouporai naovouporai
Um Dia fui ao Cinema Temos mais uma aventura do nosso "aranhiço" a chegar aos cinemas nacionais. The Amazing Spider-Man 2 será um filme que não deixará indiferentes os fãs do Homem-Aranha, nem que seja pelo facto de conter uma cena fundamental e marcante do desenvolvimento. O nosso Homem-Aranha tem tido uma vida atribulada nos cinemas. Depois das cómicas versões feitas nos anos 80, Spider-Man recebeu uma nova abordagem já com a magia do digital a dar uma ajuda; mas depois de três filmes levou com um reboot em cima e vamos agora neste que é o segundo filme deste seu novo capítulo. Com tanto revisitar e recontar das suas origens, esperava-se que este filme desse finalmente um passo em frente para nos fazer sair da fase de arranque - mas infelizmente não é o caso. Um Dia fui ao Cinema
Best Online Videos | Wimp.com
Brave New World Brave New World We have seen the demise of the traditional book club, but we have to ask, why? Was it a case that they held onto their old model and believed that change wasn’t required, or that that their demise happened too soon before the digital opportunities were possible, or did the new Internet retailers just blindside them, or did they simply just lack vision? We are reminded of the Michael Porter quote, ‘The greatest danger in times of turbulence is to do act with yesterday’s logic.’ We can’t bring back the BCA or Readers Digest, but we can now see their potential digital replacements. It is too early to judge the new subscription service winners and losers, but it is fair to assume that this new genie isn’t going back in to the lamp and it will have implications across the publishing value chain. The ebook subscription service that first really raised the bar was Oyster, a US based service which offers some 100,000 titles.
Atlântico-Sul Uma cidade-Lego, uma cidade sem país: Curitiba. Que estoure um samba a lembrar que isto é Brasil. Linhas rectas na horizontal e na vertical, torres separadas por canteiros, nove cores para lixo junto à Livraria do Chain. Atlântico-Sul
Hoje desapareceu um grande amigo - Manuel Forjaz. Pelo que vi, os media já falaram sobre ele, mas não disseram o essencial. O Manel era muito mais do que empreendedor, um professor ou um comunicador. O Manel era um amigo generoso, muito presente, sempre disposto a ajudar e a ouvir. Vou ter saudades da sua irreverência, a loucura, a criatividade, a provocação, o seu optimismo, a sua vaidade, a arrogância, o humor , a capacidade de mobilização, da desordem, a generosidade, a mobilização, o optimismo e a vaidade ao ser reconhecida a sua mensagem e a sua partilha. 31 da Armada 31 da Armada
Vias de Facto Presentemente, instala-se na Ucrânia o pior dos cenários. Entretanto, as ressonâncias do movimento social que se iniciou na Bósnia-Herzegovinano início de mês de Fevereiro continuam a ter dificuldade em fazer-se ouvir*. A perspectiva de mais um confronto nacionalista na Europa, desta vez na Ucrânia, não parece desagradar aos senhores do mundo e aos seus escribas. Vias de Facto
renas e veados renas e veados Em França, onde ao contrário de Portugal o problema das burcas é uma realidade, pretende-se agora legislar no sentido de as banir do país - mesquitas e casas particulares excluídas, naturalmente. Parece ser quase unânime na blogosfera lusa considerar que as burcas são um problema, são desde logo uma manifestação extrema de fanatismo religioso - rejeitada por uma vasta maioria de crentes muçulmanos por todo o mundo, as suas origens estão de resto limitadas ao Afeganistão e partes do Paquistão. E criam problemas óbvios de segurança ao permitir que alguém, ao abrigo da liberdade religiosa - muito embora alguns teólogos islâmicos argumentem que nada há de religioso na burca, dado que nem sequer é referida no Alcorão - possa entrar em bancos, escolas, transportes públicos etc. com o rosto e corpo completamente ocultos, podendo-se apenas ficar com uma ideia da altura da pessoa que a usa.
ABRUPTO 2014 será um ano de completo, devastador, cruel, sem tréguas, combate pelas palavras. Dizendo palavras digo também ideias e fragmentos de ideias, mensagens virais e manipulações circulantes, explicações e mistificações, estatísticas, estatísticas torturadas, soundbites e frases assassinas. Propaganda e razão vão estar de lados opostos, manipulação e vontade de verdade (concessão aos que a palavra verdade de per si ofende) vão-se defrontar, como sempre, de forma imperfeita e desigual. Do lado do poder todos os recursos serão utilizados, “comunicação política”, agências de comunicação, assessores, briefings e ministros da propaganda, marketing e “eventos” (tenho a certeza que Portas já pensa num “evento” grandioso e patriótico para festejar a “saída” da troika, por singular coincidência a dias das eleições europeias…). ABRUPTO
Margens de erro Margens de erro Alexandre Afonso makes interesting points about how and why the financial crisis and austerity policies hit the Greek party system more severely than the Portuguese one (here, in Spanish and here, in English). A summary, hoping to do it justice: 1. First, according to Afonso, Greek parties relied more on state-sponsored clientelism and patronage than the Portuguese ones. Economic crisis and austerity thus hurt the Greek parties more severely in terms of their ability to sustain mass support. 2.
sendo que a páscoa é móvel, hoje faz mais ou menos 30 anos que desfilei pelas ruas de braga vestido de jesus cristo, manietado por quatro romanos de palmo e meio, alma e meia, disposto a sacrificar-me pelos pecados vícios desmandos dos homens, ali do alto da minha coroa de espinhos de plástico, fancaria de fé a que temos direito. gosto de efemérides. não têm nada que agradecer. e Sandro está curioso para saber o que é que ela vai cantar na apresentação do documento estratégico orçamental. irmão lúcia irmão lúcia
O Feminismo Está a Passar Por Aqui... No próximo dia 15 de Outubro está previsto uma mobilização global para reivindicar uma democracia verdadeira, solidária e justa. Mas todos os dias, muit@s e em muit@s cantos do mundo têm estado nas ruas a tentar lutar por um mundo mais justo. Chile, Grécia, Londes, Líbia, Egipto, e até Wall Street são dos muitos exemplos de mobilização e agitação colectiva.
Cumpridor e reservado, fato escuro assertoado de quatro botões, camisa impecavelmente engomada, gravatas discretas, sapatos pretos pespontados, verdadeira imagem de sobriedade. Senhor gerente isto, senhor gerente aquilo, senhor gerente, estão a pedir-nos a média diária de captação de depósitos a prazo do mês de Julho, e, amanhã, não se esqueça, vem cá o sócio do presidente da junta tratar do empréstimo para o prédio que querem construir no Prior Velho. Baltazar Borda d’Água sempre correcto, ajudando cada empregado novo que chegava, paciente na arte de ensinar, realizando estornos, esclarecendo dúvidas sobre saldos e extractos, explicando planos de investimento e taxas, aconselhando prudência nos investimentos e recato nos créditos, sugerindo, sem paternalismo, mas sincera preocupação, planos de poupança às famílias de Sacavém. ana de amsterdam
O Sabor da Cereja Um dia fiz três conjuntos de dez anos. Juntei-os em grupos de tempo e pousei-os no degrau da porta de minha casa. Pus-me a olhar esse tempo e tentei perceber o que me saía do coração. Vi aqueles tempos ali pousados, repletos de horas, dias e meses e fitei-os como quem observa um filho. Sentia orgulho daquele tempo, de como ele tinha crescido. Lembrei minutos dolorosos, as horas solarengas do coração cheio ... lembrei as marcas que o tempo deixou e reconheci-as no espelho onde me olho.
Publicado em Apontamentos , Livros & Leituras , Olhares a 10 de Fevereiro de 2012 As alegações contra o acordo ortográfico têm duas caras. Uma matinal, positiva, colocando problemas autênticos e objeções legítimas; a outra encrespada e violenta, empapando a discordância de azedume, erros e embustes. Fui dos que tardaram em adotá-lo, admitindo que só me decidi, depois de ter jurado a pés juntos e de mão sobre o peito que jamais o faria, por via de umas quantas obrigações profissionais. E ainda assim de forma hesitante, sem a certeza de haver tomado a decisão certa no momento adequado, mais ou menos cinco décadas após ter começado a juntar as letras à maneira antiga acentuando até os pobres coitados dos advérbios de modo. A Terceira Noite
Durão Barroso garantiu que "A Comissão Europeia reconhece ao Tribunal Constitucional português como ao tribunal constitucional de qualquer país, o direito – mais, o dever – de verificar se as normas adoptadas [pelos parlamentos] são ou não compatíveis com a respectiva Constituição". "O que a Comissão Europeia tem o dever de fazer é, isso, sim, salientar aquelas que podem ser as implicações de determinadas decisões", sublinhou. O que significa que se o TC considerar inconstitucionais "as principais medidas [do Orçamento do Estado] que a Assembleia da República aprovou ou vai aprovar, então isso poderá sem dúvida colocar em causa o regresso de Portugal aos mercados na data prevista. Isto é para nós uma evidência", vincou. WEHAVEKAOSINTHEGARDEN
eu ela e a escrita
Por Uma Unha Negra!
SOS-PENSO
Blog da SaritaMoreira
A DESTREZA DAS DÚVIDAS
JoaoLuc
Activismo de Sofá
..::: speechless :::..
Blogue das Artes - A maior sociedade de bloggers em Portugal e no mundo
Minoria relativa
Almanaque
Clube de leitores
Arroz do Céu
Arrastão: Os suspeitos do costume.