background preloader

Espaço, Urbanidade e Educação

Facebook Twitter

5ª Conferência Nacional das Cidades – Belo Horizonte. New Tab. Um grande teórico das metrópoles contemporâneas contesta hipóteses conformistas e vê nestes centros, colonizados pelo capital, laboratórios de outra sociedade Entrevista a John Brissenden e Ed Lewis, do New Left Project | Tradução: Daniela Frabasile e Laís Bellini Acaba de sair (por enquanto, em inglês), um livro indispensável para quem quer debater crise do capitalismo, degradação social e ambiental das cidades e busca de alternativas.

New Tab

Numa obra curta (206 páginas), intitulada “Cidades Rebeldes”, o geógrafo, urbanista e antropólogo David Harvey sustenta pelo menos três ideias polêmicas e indispensáveis, num tempo de crise financeira, ataque aos direitos sociais, risco de desastre ambiental e… rebeliões contra o sistema. Elas estão expostas em detalhes em entrevista que Harvey concedeu a John Brissenden e Ed Lewis, do excelente site britânico New Left Project. É a elas que afluem – e lá que se articulam — as multidões às quais o capital já não oferece alternativas. LAGEAR. Qual o conceito na paisagem urbana. Urbanismo 13/01/2006 A Paisagem Urbana, um ponto de encontro Ferran Ferrer Viana* A Participação e a Comunicação Num filme exibido na Expo de Sevilha, em 1992, o prefeito Pasqual Maragall, apresentando os primeiros resultados da Campanha “Barcelona, posa´t guapa” (Barcelona, ponha-se bonita) disse: “muitos se perguntam: como é possível que tenham sido feitas tantas coisas?”.

Qual o conceito na paisagem urbana

Em seguida, ele mesmo respondeu: “porque as pessoas as fizeram, elas mesmas”. Foi uma maneira de destacar o envolvimento dos barceloneses no projeto de melhoria da cidade, a união dos serviços público e privado em prol da valorização do espaço urbano e, conseqüentemente, da qualidade de vida dos cidadãos. A comunicação teve um papel fundamental no resultado final, incutindo nas pessoas sentimentos de civilidade e de orgulho da cidade. O projeto “Barcelona, posa´t guapa” contou com a colaboração maciça dos meios de comunicação, que também se uniram ao empreendimento. Com Peret, foi um caso emblemático. Gpitufrgs.files.wordpress.com/2012/10/canas-marina-o-cinema-como-representacao-da-paisagem.pdf. Laboratório Urbano [Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo da Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal da Bahia] Laboratório Urbano [Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo da Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal da Bahia]

Resenhasonline 116.02: Quando o cinema vira urbanismo. Cena de “Conterrâneos Velhos de Guerra”, filme de Vladimir Carvalho O livro de Silvana Olivieri é fruto de um trabalho apaixonado que se torna rapidamente apaixonante para o leitor, em particular para os amantes da cidade e do cinema.

resenhasonline 116.02: Quando o cinema vira urbanismo

A paixão e a intuição aguçada que guiaram este trabalho, de complexa e original articulação entre ideias de diferentes campos, tecidas a partir do conceito guattari-deleuziano de cristal, traz várias contribuições importantes para a problematização do campo do urbanismo. Algumas dessas contribuições merecem ser explicitadas, a começar pela própria abertura crítica, defendida pela autora, do campo da arquitetura e, sobretudo do urbanismo, ao diálogo com outros campos que também lidam com a questão urbana, como a antropologia, a etnografia, o cinema, o vídeo e a filosofia.

Resenhasonline 116.02: Quando o cinema vira urbanismo. Laboratório Urbano [Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo da Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal da Bahia] Cultura & Pensamento. Contratiempo urbanismo buenos aires. Www.art-mirall.org/proyecto/quiroz2.pdf. Contratiempo. Contratiempo anthony sutcliffe. La ciudad en el cine ANTHONY SUTCLIFFE "Vende tu granja… ven conmigo a la ciudad" Sunrise, 1927 Peter Keating advirtió que durante el período transcurrido entre las dos guerras mundiales, el cine sustituyó a la novela como la forma artística más importante de reflejar la gran ciudad y su vida.

contratiempo anthony sutcliffe

A principios de la primera década de este siglo H.G. La ciudad en la literatura y el cine: Aspectos de la representación de la ciudad en la producción literaria y cinematográfica en español. Www.artyarqdigital.com/fileadmin/user_upload/PDF/Publicaciones_Jornada_II/7-_Jornadas_II._VirginiaRuisanchez.pdf. Resenhasonline 085.02: Cidades invisíveis visitadas. Uma leitura de Ítalo Calvino para compreender a paisagem urbana. O Cidades invisíveis tem sido utilizado, mundo afora, não apenas como uma obra literária profunda e inspiradora, mas também como substrato para reflexões e pesquisas do fenômeno urbano, e, ainda, como ponto de partida didático para ensinar os alunos de arquitetura a olhar e a pensar sobre a cidade.

resenhasonline 085.02: Cidades invisíveis visitadas. Uma leitura de Ítalo Calvino para compreender a paisagem urbana

Seduzidos pelo texto, amadurece neles a compreensão de que, diante dela, estão diante de algo muito mais complexo do que o projeto de um edifício, e de que o universo urbano se estende muito além até mesmo do que o “urbanismo” possa abarcar. A primeira lição é, portanto, sem dúvida, a de que o urbano é feito de uma matéria não manipulável, rebelde, caprichosa, mas nem por isso menos fascinante.

A segunda lição, descoberta à medida que Marco Pólo segue descrevendo as cidades do império mongol, é de que cada cidade é única na sua paisagem e na construção do seu espaço pelos seus habitantes, e que o número de possíveis cidades é infinito. A Cidade Educativa como Espaço de Educação não Formal, as Crianças e os Jovens. A Cidade Educativa como Espaço de Educação não Formal, as Crianças e os Jovens Renata Sieiro Fernandes Resumo O objetivo deste artigo é apresentar a idéia de que toda cidade é potencialmente educadora, compreendida como espaço de educação não-formal e que as crianças e os jovens podem ser indicadores desse contexto, assim como atores que vêm, ouvem, agem e intervêm no espaço urbano procurando deixar marcas de suas impressões ou reelaborando os vestígios do urbano por suas memórias.

A Cidade Educativa como Espaço de Educação não Formal, as Crianças e os Jovens

Para tanto, o exercício de andar e pensar sobre a cidade e na cidade são fundamentais e a etnografia urbana apresenta-se como uma metodologia adequada para o pesquisador conhecer esse repertório. A cidade é uma escola. Www.rieoei.org/deloslectores/2448AlmeidaCorrigido.pdf. Www.scielo.br/pdf/cp/v36n129/a1136129.

La ciudad en el cine : Sociedad Central de Arquitectos. Arquitectura y Ciudad en el cine: Trabajos 2012. A continuación tenéis una recopilación de los trabajos realizados durante el curso 2012 por los diferentes alumnos del taller.

Arquitectura y Ciudad en el cine: Trabajos 2012

Emilio López El video tiene relación directa con un estudio sobre la construcción de significados al margen de la planificación, donde el caso de estudio es el barrio de Las Palmeras ubicado en la ciudad del Prat. Un barrio formado en la época del Franquismo en los años 50 del siglo anterior, y que resulta interesante de analizar pues ha sobrellevado numerosas intervenciones de diversa índole por parte de sus habitantes.

Es de esta forma que en este cortometraje se plantean diversas impresiones a través de un recorrido por el barrio, donde se manifiestan algunas experiencias a modo de flashes: desde el testimonio de sus habitantes, hasta lo que el propio barrio puede decir a través de sus fachadas y sus calles. Las Palmeras from Emilio Lopez on Vimeo. Daniela Arias, René Jaramillo y Pedro Jiménez Andrés D. Diogo Barretto, Cintia Paez, Sara Peinado y Meriem Sakrouhi. Cine y ciudad: la ciudad imaginada. “Cine y ciudad: la ciudad imaginada” Diciembre 2007(Aula Magna de la Facultad de Filosofía y Letras) Las Sesiones empezarán a las 19:00.

Cine y ciudad: la ciudad imaginada

Cidade, Cotidiano e História. Intervenção urbana. (o presente texto não pretende ser uma versão definitiva sobre as movimentações de Belo Horizonte, principalmente sobre a Praia da Estação, já que sua proposta desde o início era a de não eliminar os vários discursos e motivações que a compunham ) PISEAGRAMA — Página Inicial. Edições anteriores. Discurso Visual - Intervenciones artísticas urbanas y educación social en la España multicultural. Www.eksperimenta.net/ohjur/wp-content/uploads/2011/05/1101-Teaching-urban-intervention-IDEAlab-Javier-Abarca.pdf. Intervención Urbana y Educación Artística: La importancia del contexto local para el desarrollo de acciones poéticas e intervención en la ciudad. Investigadores en Educación, que ahora están en la universidad, vivió en su pasado, una trayectoria escolar que se encuentra en un contexto histórico específico.

Intervención Urbana y Educación Artística: La importancia del contexto local para el desarrollo de acciones poéticas e intervención en la ciudad

Algunos proyectos. The University of Chicago. The URBAN EDUCATION LAB (UEL) was created in 2011 as part of the University of Chicago’s Urban Education Institute, with the goal of generating knowledge to help improve educational outcomes for disadvantaged children growing up in some of the most distressed urban neighborhoods in America and overseas.

The University of Chicago

While everyone recognizes that improving schooling outcomes for disadvantaged urban children is one of our nation’s most pressing social policy problems, the solution to this problem is far from clear. The average four-year high school graduation rate in the nation’s 50 largest urban school districts is just 50 percent.