background preloader

Feminismo

Facebook Twitter

Eu preciso do feminismo porque tem homem... - Empodere Duas Mulheres. LutadeClassesFeminista. #ComoUmaGarota #LikeAGirl. Os homens que não amavam as mulheres – marginália. Imagem: Negahamburguer Ultimamente, ao ler e entrar cada vez mais em contato com feministas lésbicas eu passei a enxergar minha sexualidade por outra ótica, e passei a enxergá-la como um obstáculo à minha real emancipação.

Os homens que não amavam as mulheres – marginália

É incrível a lucidez das lésbicas pra falar de gênero, ou melhor, é incrível a lucidez de mulheres que se libertaram da manipulação e da necessidade de aprovação masculina pra falar de gênero. Sou majoritariamente heterossexual, e com isso quero dizer que já me apaixonei por mulheres e sou aberta a envolvimento afetivo com mulheres, porém a maioria esmagadora das vezes que me apaixonei na vida, e a maioria de todas as minhas experiências até hoje foram heterossexuais. Sejamos Todos Feministas. O que significa ser feminista no século XXI?

Sejamos Todos Feministas

Por que o feminismo é essencial para libertar homens e mulheres? Eis as questões que estão no cerne de Sejamos todos feministas, ensaio da premiada autora de Americanah e Meio sol amarelo. " A incrível geração de mulheres que se orgulham de não saber realizar tarefas domésticas. Para mim, a característica mais triste da Incrível Geração de Mulheres Modernas e Bem-Sucedidas não é nem o fato de que tais mulheres continuam vendo a conquista de um hómi-macho como o grande objetivo de sua existência.

A incrível geração de mulheres que se orgulham de não saber realizar tarefas domésticas

Triste mesmo, a meu ver, é esse estranho orgulho em não saber realizar tarefas domésticas. Meu coraçãozinho de dona-de-casa enregela-se de compaixão toda vez que uma mulher bate no peito para dizer que não sabe diferenciar uma berinjela de uma abobrinha ou ligar o ferro de passar roupa. Naturalmente, não saber essas coisas não é motivo de vergonha para ninguém – mas por que deveria ser motivo de orgulho? Ora, algumas mulheres parecem se orgulhar de não saber realizar as tarefas domésticas mais básicas – cozinhar o próprio legume, cuidar da própria roupa – como forma de valorizar as atividades que elas (aí sim) foram muito bem treinadas para fazer. Sem edição de imagens, campanha de lingerie celebra mulheres com cicatrizes, tatuagens e pelos nas axilas. Em uma indústria dominada pelo estilo sexy de grifes como a Victoria’s Secret, as campanhas publicitárias de lingerie não ousam ir muito além do óbvio.

Sem edição de imagens, campanha de lingerie celebra mulheres com cicatrizes, tatuagens e pelos nas axilas

Em quase todas, mulheres brancas e com corpos perfeitos fazem poses sensuais e têm suas imagens retocadas até que não sobre nenhum resquício de manchinhas, celulites ou estrias. Ao contrário de suas concorrentes, uma marca chamada & Other Stories decidiu celebrar a mulher real em seu estado natural com zero Photoshop. MC Carol & Karol Conka - 100% Feminista (prod. Leo Justi & Tropkillaz) O foi transar com uma vítima de estupro.

Não conheci ela no jazz.

o foi transar com uma vítima de estupro

A gente se conheceu numa viagem e, não, ela não era a menina frágil, desengonçada e de olhos assustados. Ela era mais velha que eu. Lute como uma menina! Por que as mulheres não estão loucas – PapodeHomem. Você é tão sensível.

Por que as mulheres não estão loucas – PapodeHomem

Tão emocional. Tão defensiva. Você está exagerando. Calma. Por quais mulheres o feminismo radical luta? - Blogueiras Negras. Estou me arriscando ao escrever este texto.

Por quais mulheres o feminismo radical luta? - Blogueiras Negras

Estou me arriscando a ser bastante criticada, ser atacada, silenciada e acusada de falta de sororidade, como vi acontecer com muitas das minhas companheiras de militância. Mas vou abusar um pouco do meu “privilégio” de ser desconhecida no meio feminista. Vou sair um pouco da minha zona de conforto e me atrever a falar. Por mais que “eu não seja ninguém na fila do pão”, acho que já cheguei num estado de urgência com minha própria consciência. Sou feminista e, de todas as correntes, milito com base no feminismo interseccional. Mulheres Rodadas: Ei, moç@, você é feminista. É com você, sim, moça, moço!

Mulheres Rodadas: Ei, moç@, você é feminista

Você, aí! Não se aborreça com a gente, por favor. Teste de Bechdel: 12 filmes em que as conversas entre mulheres não são sobre homens (FOTOS) Nos filmes pelo mundo, apenas 30,9% de todos os personagens com falas são mulheres, de acordo com pesquisa feita este ano pela Universidade da Califórnia do Sul, em parceria com o Instituto de Mídia e Gênero Geena Davis, ONU Mulheres e Fundação Rockefeller.

Teste de Bechdel: 12 filmes em que as conversas entre mulheres não são sobre homens (FOTOS)

Papeis de liderança também são dificilmente reservados ao público de feminino - segundo a pesquisa, apenas 13,9% dos executivos e 9,5% dos políticos de alto escalão são mulheres. Desde 1985, a cartunista norte-americana Alison Bechdel notou a participação secundária das mulheres em filmes e decidiu criar o Teste de Bechdel, que leva em consideração três critérios: primeiro, é preciso que o filme tenha no mínimo duas mulheres, com nomes; segundo, que elas conversem uma com a outras; e, por último, que elas conversem sobre algo que não seja um homem. Parece fácil, né? Mas muitos filmes reprovam o desafio. As mulheres e suas músicas – Blogueiras Feministas. A música sempre foi uma das principais manifestações culturais do Brasil.

As mulheres e suas músicas – Blogueiras Feministas

Temos grandes compositores, grandes músicos e ritmistas. Temos grandes cantoras, mas dentro da história da música brasileira, não é tão comum encontrar compositoras. Normalmente há intérpretes muito famosas desde a Carmem Miranda, passando pela tropicália com a Gal Costa e Maria Bethânia, emocionando-se com a bossa de Elis Regina até o Rock de Cassia Eller. 22 livros escritos por mulheres que todo homem deveria ler (FOTOS) Pare um minuto do seu dia e olhe fixamente para a sua estante de livros. Quantas autoras mulheres você consegue contar? Vamos te dar alguns segundos para isso: . Se você tem mais de uma escritora em sua coleção particular já é um bom sinal. A maioria não se importa se um livro é ou não escrito por uma mulher. Talvez por isso o papel das mulheres na literatura ainda seja tímido e, muitas vezes, classificado apenas como literatura "feminina" (lembra-se das Sabrinas e Júlias nas bancas?)

Biblioteca Cora Coralina inaugura primeira sala com temática feminista de SP. A Biblioteca Cora Coralina, localizada em Guaianases, zona leste de São Paulo vai inaugurar no no próximo sábado dia 4 de julho, a partir das 12h, a primeira Sala Temática Feminista da cidade. Haverá ainda uma programação cultural com a apresentação de sarau, pockets shows e intervenções das mulheres da zona leste. crédito: Acervo Museu Casa de Cora Coralina A Unidade Temática Feminista foi idealizada a partir da vocação natural do espaço da biblioteca que, além de já receber o nome de uma marcante escritora brasileira, tem sido ocupada por atividades culturais organizadas por mulheres da região e agora se propõe a unir essa trajetória valorizando a luta e as ações do movimento de mulheres de Guaianazes e de toda a região leste de São Paulo.

9 (+1) mulheres dadaístas que você precisa conhecer já. 20 músicas feministas do pop. 11/09/2014 14:59 pmDiego Sioli O Feminismo é pauta novamente aqui no blog e vamos trazer 20 músicas das Mulheres da Música Pop que tratam do tema. Confira a seguir… 20. Flawless*** (feat. O pessoal é político: o que as feministas querem dizer... Se a primeira onda discutia o direito de votar, a segunda onda depois de ter vencido essa barreira e conseguido esse direito, vai em busca do direito em conceder á mulher o direito do seu próprio corpo. As feministas da segunda onda veem as desigualdades culturais e políticas das mulheres como intrinsecamente ligadas e incentivam as mulheres a entender os aspectos de suas vidas pessoais como profundamente politizados e como o reflexo de estruturas de poder sexistas.

A ativista e autora feminista Carol Hanisch cunhou o slogan "o pessoal é político", que se tornou sinônimo da segunda onda, e é aqui que paramos. Podemos entender que o feminismo vai agregando desafios que pretendem abolir as mulheres da dominação masculina,tudo isso acontece ali na década de 1960, também é um momento de união entre mulheres negras, ou seja, é um momento onde as ideias e ações surgem de maneiras cada vez mais plurais e as ações para e abolição feminina vai abarcando cada vez um numero maior de mulheres.