background preloader

Israel X Palestina

Facebook Twitter

Tel Aviv dá bebidas de graça para ocupar rua que foi alvo de atentado. TEL AVIV - Três dias após o ataque que matou três pessoas e feriu outras sete num bar em Tel Aviv no primeiro dia do ano, a cidade uniu moradores e turistas para uma campanha de ocupação do local em nome do lazer.

Tel Aviv dá bebidas de graça para ocupar rua que foi alvo de atentado

A prefeitura lançou o evento “Dizengoff sem parar”, em referência à movimentada rua do ataque, chamando pessoas para beberem e se divertirem no local com um happy hour especial: bebidas em dobro. Com 25 bares aderindo, a proposta foi dar uma bebida de graça a cada consumida. — É algo engraçado, mas acho que mostra uma luta legítima. Pelo nosso estilo de vida e para não deixar os terroristas vencerem — disse o dono de um bar no local, Idan Malul. O ataque, cometido por um atirador de origem árabe-israelense, atingiu uma das ruas mais movimentadas e boêmias da cidade. . — Em tempo de crise, devemos garantir que a vida volte ao normal. A ocupação popular em tom de festa também foi vista em Paris dias após os atentados que mataram 130 pessoas na capital francesa.

Mapa de campos de refugiados de Palestina - Agencia de la ONU para los refugiados de Palestina. Intifada das facas cria clima de histeria coletiva em Israel. Desde o início de outubro, incidentes violentos já deixaram 12 israelenses e 77 palestinos mortos; autoridades israelenses insuflam clima de histeria coletiva Desde o início de outubro, palestinos e israelenses estão imersos em uma série de incidentes violentos, já qualificada como “Intifada das Facas”.

Intifada das facas cria clima de histeria coletiva em Israel

Seus protagonistas principais são jovens palestinos de menos de 20 anos, que se armam com facas, tesouras, chaves de fenda e descascadores de batatas e atacam civis e soldados israelenses. Esses jovens desafiam tanto a ocupação israelense como os próprios adultos palestinos, pois cresceram à sombra do fracasso dos acordos de Oslo e perderam a confiança na geração mais velha e principalmente na liderança política. Mahmoud Abbas renuncia à direção da OLP; novas eleições serão realizadas em um mês. Atualizada às 18h58 O presidente da Autoridade Nacional Palestina, Mahmud Abbas renunciou, neste sábado (22/08) à liderança do Comitê Executivo da OLP (Organização para a Libertação da Palestina).

Mahmoud Abbas renuncia à direção da OLP; novas eleições serão realizadas em um mês

Com a ação, deverá ser realizada uma nova eleição no prazo de um mês. Após receber Abbas e reiterar defesa da solução de dois Estados, papa Francisco canoniza freiras palestinas. Pontífice recebeu presidente palestino e reiterou desejo de retomada de negociações entre Palestina e Israel; freiras se tornaram as primeiras santas árabe-palestinas da Igreja Católica O papa Francisco canonizou neste domingo duas freiras palestinas em cerimônia no Vaticano com a presença do presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas.

Após receber Abbas e reiterar defesa da solução de dois Estados, papa Francisco canoniza freiras palestinas

A irmã carmelita Santa Maria de Jesus Crucificado, cujo nome original era Mariam Bawardi (1846-1878), e Santa Maria Alfonsina (1843-1927), Maria Alfonsina Ghattas, se tornaram as primeiras santas árabe-palestinas da Igreja Católica. Leia também: Por que Israel briga com o papa? Agência Efe Palestinos assistem à cerimônia na Praça São Pedro, na Cidade do Vaticano, nesta manhã. Crisis Guide: The Israeli-Palestinian Conflict. Entenda a questão Israel-Palestina com três filmes e uma história em quadrinhos. Da redação A questão entre Israel e Palestina é sempre atual e relevante e, portanto, corriqueira nas perguntas de história e geografia no vestibular.

Entenda a questão Israel-Palestina com três filmes e uma história em quadrinhos

Além de entender o histórico do conflito e os últimos acontecimentos na região, é preciso conhecer a realidade e o cotidiano de judeus e palestinos, há décadas à espera de paz. - Leia mais sobre a questão Israel-Palestina no Dossiê: Faixa de Gaza Selecionamos três filmes (duas ficções e um documentário) e uma história em quadrinhos que ajudam a entender o conflito. Então feche um pouco os livros e as apostilas e aproveite para relaxar sem deixar de lado o vestibular. Filme: Aproximação (Disengagement)Amos Gitai (França/Israel, 2007) Aproximação é de 2007, mas chega às salas de cinema no Brasil somente agora.

Lá, acabará encontrando a filha em um kibutz, no momento em que o exército israelense expulsava os judeus assentados do território palestino, na Faixa de Gaza. Filme: Lem on TreeEran Riklis (Israel/Alemanha/França, 2008) Faixa de Gaza: como é a vida em um palco de guerra. REUTERS/Ibraheem Abu Mustafa Palestinos recuperam seus pertences de casa fortemente danificada em ataque israelense em Rafah, no sul da Faixa de Gaza São Paulo - Quase um mês depois do início dos ataques, Israel retirou seu exército da Faixa de Gaza na manhã desta terça-feira, respeitando o cessar-fogo de 3 dias acertado na noite de ontem.

Faixa de Gaza: como é a vida em um palco de guerra

O cessar-fogo foi aceito em resposta a um pedido do Egito, que media as negociações de paz. Desde domingo, representantes das principais milícias aceitaram um documento base para começar as negociações para o fim do bloqueio israelense que já dura 7 anos. A ideia é que nos próximos dias uma delegação israelense vá ao Cairo dar continuidade às negociações de um acordo global que acabe com o conflito. No entanto, minutos antes da entrada em vigor do cessar-fogo, milícias palestinas dispararam vários foguetes contra as principais cidades israelenses.

9 questions about the Israel-Palestine conflict you were too embarrassed to ask. Vaticano anuncia reconhecimento da Palestina e defesa da solução de dois Estados. Israel se disse ‘desapontado’; Mahmoud Abbas será recebido pelo papa no sábado, véspera da canonização de duas freiras nascidas em território palestino O Vaticano anunciou nesta quarta-feira (13/04) que vai reconhecer o Estado palestino e defender a solução de dois Estados para a resolução do conflito com Israel.

Vaticano anuncia reconhecimento da Palestina e defesa da solução de dois Estados

O texto com a decisão, que ainda será assinado, pretende ajudar no reconhecimento de uma Palestina “independente”. Agência Efe Papa cumprimenta fiéis na Praça de São Pedro Israel, por sua vez, afirmou estar "desapontado" pela decisão do Vaticano, como afirmou o Ministério das Relações Exteriores.