background preloader

Geografia Política

Facebook Twitter

Posadas ya tiene un muro que la separa de Paraguay - 26.01.2017 - LA NACION. L’Espace Politique - Revue en ligne de géographie politique et de géopolitique. An Error Occurred Setting Your User Cookie. Grupo Retis. Sistema Atos Internacionais. Atlas de países que ‘ainda’ não existem. Existem países que todo mundo conhece e outros de fronteiras difusas que você não encontrará nos folhetos das agências e nos guias de viagem.

Atlas de países que ‘ainda’ não existem

Como a Transnístria, um estado soviético entre o rio Dniester e a fronteira da República da Moldávia com a Ucrânia; Sealand, fundada em 1967 em alto mar a sete milhas náuticas a leste do Reino Unido em uma plataforma militar abandonada após a Segunda Guerra Mundial; o reino autônomo de Ogoniland, no delta do rio Níger, e o reino caribenho e literário de Redonda. Reino de Redonda “Se você pegar uma carta de navegação do Atlântico e buscar as coordenadas 16º 56’ de latitude norte e 62º 21’ de longitude oeste encontrará uma ilha de três quilômetros quadrados, habitada por alcatrazes, lagartos e ratos. É a ilha do reino de Redonda, um enclave esquecido por Deus, próximo às ilhas antilhanas de Montserrat e Antígua e que possui o maior número de ilustres por metro quadrado do planeta”.

Nsis. Every Disputed Territory in the World [Interactive Map] A Faixa de Gaza do Nordeste. A Serra da Ibiapaba, um território de quase três mil quilômetros quadrados situado nos limites entre os estados do Ceará e do Piauí, é uma espécie de Faixa de Gaza do Nordeste brasileiro.

A Faixa de Gaza do Nordeste

O apelido, em referência ao território cobiçado por palestinos e israelenses, é explicado pela disputa entre as duas unidades da federação pelo controle do local. Há mais de oito anos, de acordo com o procurador-geral ajunto do Piauí, João Batista de Freitas Júnior, os dois estados vêm dialogando por uma divisão justa das terras. Mas na última semana, o diálogo ganhou ares de conflito. É que o governo do Piauí entrou com uma ação civil ordinária no Superior Tribunal Federal (STF), reivindicando uma área total de 2.821 quilômetros quadrados que hoje pertence ao Ceará. “Nós fomos pegos de surpresa com essa ação do Piauí”, afirma o deputado estadual Neto Nunes (PMDB).

Para o parlamentar, o ideal seria ouvir a população que atualmente é atendida por serviços dados pelo Ceará. Problema estadual. Growing Tensions Around South China Sea to Drive Defence Spending in APAC. The Antiquities Coalition Site - Culture Under Threat Map. LAYER: Areas Under Threat or Control of Terror Groups.

The Antiquities Coalition Site - Culture Under Threat Map

O que pode acontecer com a Coreia do Norte se perder o apoio da China? - BBC Brasil. O governo da China condenou "com firmeza" a Coreia do Norte depois de o país asiático ter anunciado o teste de uma bomba de hidrogênio na quarta-feira.

O que pode acontecer com a Coreia do Norte se perder o apoio da China? - BBC Brasil

Em reunião de emergência, CS da ONU condena teste nuclear da Coreia do Norte. Conselho de Segurança declarou que vai implementar medidas em represália ao país asiático; Casa Branca e cientistas questionam veracidade do teste nuclear O Conselho de Segurança da ONU “condenou fortemente” nesta quarta-feira (06/01) a realização do teste nuclear da Coreia do Norte, que ocorreu às 10h no horário norte-coreano (23h30 de terça-feira no horário de Brasília).

Em reunião de emergência, CS da ONU condena teste nuclear da Coreia do Norte

FATF-GAFI.ORG - Financial Action Task Force (FATF) Quem era Nimr Baqir al-Nimr, o clérigo executado pelos sauditas. Um crítico proeminente do regime saudita, Nimr Baqir al-Nimr, de 56 anos, havia sido sentenciado à morte em outubro de 2014 num julgamento que foi classificado pela Anistia Internacional como "repleto de falhas".

Quem era Nimr Baqir al-Nimr, o clérigo executado pelos sauditas

Nos últimos meses, diversas organizações de direitos humanos, grupos xiitas e parentes do clérigo apelaram pela comutação da pena. Analistas chegaram a apostar que a Arábia Saudita não teria a ousadia de cumprir a sentença, mas Al-Nimr foi finalmente executado, no sábado (02/01), com outras 46 pessoas – incluindo dezenas de condenados por terrorismo. Aliados se unem à Arábia Saudita e retaliam o Irã. Após romper relações diplomáticas com o Irã, a Arábia Saudita anunciou nesta segunda-feira (04/01) que vai cortar também todos os laços comerciais com o país em razão dos ataques a missões diplomáticas sauditas no território iraniano, neste domingo.

Aliados se unem à Arábia Saudita e retaliam o Irã

Os ataques aconteceram depois de o regime saudita executar 47 pessoas, entre elas o clérigo xiita Nimr Baqir al-Nimr, neste sábado. Em entrevista à agência de notícias Reuters, o ministro saudita do Exterior, Adel al-Jubeir, afirmou que o tráfego aéreo entre os dois países será interrompido e que os cidadãos sauditas serão proibidos de viajar para o Irã. Presidente de Taiwan chega a Cingapura para reunião histórica com Xi Jinping. O que você tem que saber do maior acordo comercial já feito. São Paulo - Foi anunciada hoje a conclusão da Parceria Trans-Pacífica (TPP, na sigla em inglês), maior acordo regional de comércio da história.

O que você tem que saber do maior acordo comercial já feito

Se aprovado internamente por seus 12 membros, o TPP vai diminuir tarifas e abrir mercados, além de estabelecer regras comuns ambientais, trabalhistas, de investimento e propriedade intelectual. O acordo inclui a primeira e a terceira maiores economias do mundo (Estados Unidos e Japão) e tem o potencial de estimular o crescimento e o comércio globais. Ele estava sendo negociado há muitos anos e teve como embrião um acordo que entrou em vigor há uma década entre Brunei, Chile, Nova Zelândia e Singapura. Agora, juntam-se ao quarteto inicial Austrália, Canadá, Japão, Malásia, México, Peru, Estados Unidos e Vietnã. Home. Cidadãos da UE que moram no Reino Unido se preparam para possível saída britânica do bloco. Com o referendo sobre a União Europeia no próximo ano e a imigração cada vez mais na pauta, cidadãos europeus residentes no Reino Unido têm se precavido de possíveis mudanças nas regras migratórias Moradora da cidade de Manchester, a brasileira Luciana Spazzini, 42 anos, dá duro todos os dias para garantir a vida dela e de sua única filha.

Cidadãos da UE que moram no Reino Unido se preparam para possível saída britânica do bloco

Há sete anos na Inglaterra, ela tentou primeiro viver na Itália, terra de onde vêm seus antepassados e de onde herdou a cidadania, documento que lhe abriu as portas do continente europeu sem a necessidade de vistos. No país mediterrâneo, porém, as coisas não correram muito bem e ela resolveu juntar as malas novamente e se mudar. O destino foi a cidade de Manchester, onde chegou sem muita coisa, para trabalhar em um restaurante brasileiro.

Agência Efe. Militares de Burkina Fasso proclamam golpe e dissolvem governo provisório. Ação ocorre a poucas semanas de eleições que definirão nova administração; no fim de 2014, revolta popular derrubou ex-presidente que esteve 27 anos no poder Atualizada às 12h53 Militares de Burkina Fasso anunciaram nesta quinta-feira (17/09) que destituíram o presidente interino, Michel Kafando, e dissolveram o governo a poucas semanas da realização de eleições.

Militares de Burkina Fasso proclamam golpe e dissolvem governo provisório

Ex-presidente, Michel Kafando (dir), e premiê, Isaac Zida (esq) em foto de arquivo de 18 de novembro de 2014. Maduro amplia estado de exceção na fronteira entre Venezuela e Colômbia. Presidente venezuelano deu instruções ao ministro da Defesa, Vladimir Padrino López, para reforçar a presença das Forças Armadas "em todos os níveis" O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, decretou nesta terça-feira (16/09) estado de exceção em mais dez municípios na fronteira com a Colômbia.

A decisão vem em meio a uma crise na divisa entre as duas nações, quase um mês após militares das Forças Armadas venezuelanas terem sido emboscadas por paramilitares colombianos. As 25 maiores potências militares do planeta em 2015. São Paulo – O Global Firepower Index (GFP) é uma pesquisa anual que avalia as forças armadas de 160 países e produz um ranking para elencar quais delas são as mais poderosas do mundo. A edição 2015 deste estudo analisou 50 diferentes fatores no contexto de cada um dos países, sem incluir, contudo, números sobre a capacidade nuclear de um país ou a relevância do seu poderio militar no contexto internacional. EXAME.com compilou em tabelas alguns dos dados investigados pelo GFP nos 25 países que se encontram no topo da lista. Confira abaixo e, em seguida, veja nas imagens quais são as maiores potências militares do mundo em 2015: Tópicos: Aeronáutica, Exército, Guerras, Marinha, Países emergentes. A América Latina segue em dois ritmos. A década de ouro dos preços altos das matérias-primas e a entrada de dinheiro a cântaros na América Latina chega ao fim, e com isso se aprofunda a distância entre os países da costa do Pacífico, mais dinâmicos e abertos, e os do Atlântico, mais protecionistas e burocráticos.

Se durante os primeiros anos do novo milênio —o período mais influente do chavismo— a região esteve dividida em termos políticos entre Governos conservadores e de esquerda, agora a ruptura é predominantemente comercial em dois grandes blocos: a Aliança do Pacífico (Chile, Peru, Colômbia e México) e o Mercosul (Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai e Venezuela). Admirável mundo novo? A Primeira Guerra Mundial foi um conflito de grandes proporções. African Union (AU) Alianza Bolivariana Para Los Pueblos De Nuestra America (ALBA) Alianza del Pacífico. Anistia Internacional no Brasil. Após ação de paramilitares colombianos, Venezuela anuncia estado de exceção na fronteira. Asia-Pacific Economic Cooperation (APEC)

As disputas territoriais no Oriente Médio - Internacional - Oriente Médio. Avaliação e Perspectivas dos Territórios. Brasileiros mostram a vida dos curdos, maior povo do mundo sem nação. BRICS buscam construir nova segurança internacional. Por Monica Hirst* É notável o contraste em termos de tamanho e conteúdo entre as declarações conjuntas divulgadas no encerramento da II cúpula do BRIC de 2010, a última realizada no Brasil, e a VI cúpula dos BRICS que se concluiu recentemente em Fortaleza. Além do fato de que no encontro de Brasília, a África do Sul não fosse ainda membro do grupo, os pontos de consenso estavam longe de revelar a densidade política e o alcance econômico que se observam na atualidade.

Em quatro anos o BRICS ganhou outra envergadura, graças ao empenho compartilhado pelos seus cinco integrantes. British have invaded nine out of ten countries - so look out Luxembourg. The analysis is contained in a new book, All the Countries We've Ever Invaded: And the Few We Never Got Round To. Caracas anuncia deportação de colombianos e prisão de supostos paramilitares na fronteira. CARICOM. Clube Mundo. Comissão Europeia. Council on Foreign Relations. Fronteiras. European Union Agency. Geografia do Poder. Grupo Retis. I.I.R.S.A. Institute for the Study of War.

Le Monde diplomatique. El Atlas de Le Monde diplomatique Nuevas potencias emergentes Geopolítica del futuro Nuestras referencias se derrumban. El nuevo atlas geopolítico de Le Monde diplomatique parte al descubrimiento de nuevos mundos... emergentes.Sumando los conocimientos de cincuenta y cinco especialistas de todas las disciplinas, pone de relieve las transformaciones en curso, descubre las grandes líneas maestras tras las evoluciones estratégicas y muestra que la agitación actual es aleatoria tan sólo en apariencia. El Atlas de Le Monde diplomatique 2012 se apoya en una visión histórica, comparando nuestra época con otros periodos, cuando los centros de poder migraban de Oriente a Occidente, al inicio del siglo XIX, o en el propio seno de Occidente, con la afirmación de Estados Unidos durante el siglo XX.

Rivales y cómplices, por Serge Halimi Fronteras y cifras, por Philippe Rekacewicz. MERCOSUL. Mundialíssimo. Observatorio Latinoamericano de Geopolítica. O que é o jihadismo? Os 10 países mais pacíficos do mundo. Os 20 países menos pacíficos do mundo. Praças: pontos de convívio ou palcos de revoluções? Quem controla os EUA? Regionalização do Espaço Mundial I. Saiba como o acordo global de comércio Tisa pode mexer na economia do planeta. Se concluído, acordo deve liberalizar comércio global de serviços, em definição bem ampla, que engloba transportes aéreo e marítimo, e-commerce e outros Pelo menos 51 países estão discutindo desde 2013 um acordo global de comércio que, se entrar em vigor, pode mudar radicalmente a estrutura da economia do planeta. 6 (possíveis) futuros países dos quais você provavelmente nunca ouviu falar.

7 territórios em situação de disputa. 6º Fórum Acadêmico dos BRICS. Stockholm International Peace Research Institute. Tudo sobre a Nova Ordem Mundial. Venezuela anuncia o fechamento noturno de sua fronteira com a Colômbia. União Europeia. Vision of Humanity.