background preloader

Informática II

Facebook Twitter

FORMAÇÃO DOCENTE E NOVAS TECNOLOGIAS Luís Paulo Leopoldo Mercado. Tecnologia na sala de aula 08/02/2014 11:18 Texto Elisângela Fernandes. Pesquisadora da PUC-SP alerta que o currículo escolar não pode continuar dissociado das novas possibilidades tecnológicas Em um mundo cada vez mais globalizado, utilizar as novas tecnologias de forma integrada ao projeto pedagógico é uma maneira de se aproximar da geração que está nos bancos escolares.

Tecnologia na sala de aula 08/02/2014 11:18 Texto Elisângela Fernandes

A opinião é de Maria Elizabeth Bianconcini de Almeida, coordenadora e docente do Programa de Pós-Graduação em Educação: Currículo, da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Defensora do uso das Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs) em sala de aula, Beth Almeida faz uma ressalva: a tecnologia não é um enfeite e o professor precisa compreender em quais situações ela efetivamente ajuda no aprendizado dos alunos. "Sempre pergunto aos que usam a tecnologia em alguma atividade: qual foi a contribuição? Novas tecnologias facilitam a aprendizagem escolar por Portal Brasil Publicado: 09/07/2014 18h07 Última modificação: 09/07/2014 18h08. Uso integrado de novas mídias desafiam professores e alunos a adotarem a produção colaborativa em salas de aula <a href=" por Portal Brasil publicado: 09/07/2014 18h07 última modificação: 09/07/2014 18h08 Estudar a integração de novas tecnologias ao currículo educacional é o que faz a pesquisadora e professora do setor de educação da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Nuria Pons Vilardell Camas.

Novas tecnologias facilitam a aprendizagem escolar por Portal Brasil Publicado: 09/07/2014 18h07 Última modificação: 09/07/2014 18h08

Coleção Multimídia: o papel do professor e do aluno no ensino co. Informática e Educação II (1) Como usar as Novas Tecnologias na Educação: sala de aula deve ser ambiente de criação.

André Azevedo da Fonseca é professor adjunto e pesquisador no programa de pós-graduação em Comunicação no Centro de Educação, Comunicação e Artes (CECA) da Universidade Estadual de Londrina (UEL). Doutor em História pela Universidade Estadual Paulista – Julio Mesquita Filho (Unesp), com pós-doutorado pelo Programa Avançado de Cultura Contemporânea – PACC/UFRJ. Especialista em História do Brasil pela PUC-MG. Graduado em Comunicação Social (Jornalismo) pela Universidade de Uberaba (Uniube). É autor de Cotidianos culturais e outras histórias (Uniube, 2004) e A construção do mito Mário Palmério (Unesp, 2012). Os interesses de pesquisa, com ênfase na interdisciplinaridade nas Ciências Humanas e Sociais Aplicadas, englobam Imaginários tecnológicos, Estudos Culturais, História cultural, Cultura Política, Mitologias Contemporâneas e Comunicação e Educação. – collaandrade
Questionário: 1-Qual é o maior desafio das escolas em relação as novas tecnologias? O medo dos alunos estragarem os equipamentos de informática; Ter concentração nos exercícios propostos para fazer nos equipamentos de informática; Ter o uso criativo da internet; Fazer com que os alunos se superem com o uso da internet. 2-Qual é a necessidade de entender e compreender as novas tecnologias? A necessidade é estimular a interação na aula com os alunos; Fortalecer a concentração do aluno; 3-Onde e como aplicar as novas tecnologias? Dentro de sala de aula mesmo, ou até em um local próprio, como o laboratório de informática. Comentário: A escola deve ser critica na questão do uso da internet: induzindo a melhor forma de compreender e diferenciar a forma de aplicar a tecnologia no cotidiano,sendo produtores positivos. – collaandrade