background preloader

CANNABIS NACIONAL

Facebook Twitter

SITE E NOTICIAS EM PORTUGUÊS, TRADUZIDOS., DUBLADOS.

Como seria viver num país legalizado? A Marcha da Maconha do Rio responde! Cobertura 5º Simpósio Internacional Maconha Outros Saberes. Acompanhamos alguns debates do 5º Simpósio Internacional Maconha Outros Saberes que aconteceu em São Paulo.

Cobertura 5º Simpósio Internacional Maconha Outros Saberes

Em 2014, o evento foi um dos responsáveis por abrir as portas ao acesso medicinal da maconha no Brasil. Outros Saberes Dando início à 5ª edição do Simpósio Internacional Maconha Outros Saberes, de uma série que iniciou-se em 1995, o professor Elisaldo Carlini, em seu discurso de abertura, deu as boas vindas aos participantes e destacou o motivo da escolha do título e da imagem oficial deste simpósio (um negro segurando um ramo de cannabis). O poder da má comunicação: 5º Simpósio Internacional Maconha Outros Saberes. O segundo dia de simpósio trouxe um debate novo para os eventos onde se fala sobre maconha.

O poder da má comunicação: 5º Simpósio Internacional Maconha Outros Saberes

Em uma mesa de grande importância para os produtores de jornalismo sobre drogas, foi discutido como tem sido o papel da mídia na cobertura do assunto. O debate foi mediado por Cazé Peçanha, apresentador de diversos programas de televisão e maconheiro assumido. Na mesa estavam presentes três nomes do jornalismo brasileiro conhecidos pela abordagem mais precisa com relação a essa pauta – Fernanda Mena (Folha de São Paulo), Bruno Torturra (Rede Pense Livre) e Maria Carolina Trevisan (Jornalistas Livres). Twitter Community Management Dashboard.

Marcha da Maconha reúne ativistas na Praia de Ipanema, Rio. Juiz autoriza polícia a doar amostras de maconha para fins de pesquisa. Provenientes de apreensão, as amostras da espécie Cannabis Sativa Lineu ("maconha") doadas à Fundação Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) servirão para desenvolver tese de doutorado da professora Kátia Simoni Bezerra Lima.

Juiz autoriza polícia a doar amostras de maconha para fins de pesquisa

A autorização foi dada pelo juiz federal titular da 17ª Vara, Arthur Napoleão Teixeira Filho, a Delegacia de Polícia Federal em Juazeiro, que doará amostras para fins de pesquisa. O projeto intitulado "Desenvolvimento de fitoterápico anti-inflamatório em forma farmacêutica sólida à base de Cannabis sativa", da professora Kátia necessitava do fornecimento de amostras vegetais (raiz e partes aéreas) da planta. Para ter acesso às amostras necessárias, a Univasf buscou a cooperação das Polícias Federal, Civil e Militar, que doariam as drogas apreendidas em operações, com a mediação dos Ministérios Públicos Estadual e Federal.

Maconha – Cannabis: Erva Maldita? - On Line Editora, Curiosidades On Line Editora. Usos e abusos da Cannabis sativa e da sua proibição no Brasil. Da diamba à maconha: usos e abusos da Cannabis sativa e da sua proibição no Brasil Por: Sergio Vidal *Data: 09/05/2008 O artigo apresenta alguns fatos históricos a respeito da planta Cannabis Sativa e seus usos no Brasil, discutindo algumas das teses sobre sua introdução no país e as origens do seu consumo.

Usos e abusos da Cannabis sativa e da sua proibição no Brasil

Também discute o processo de criminalização da planta a partir dos pontos de vista legal e científico. Além disso, apresenta algumas das discussões recentes sobre os erros históricos cometidos pelas delegações brasileiras nas Convenções sobre drogas de 1924 e 1961, que culminaram com o reconhecimento público desses erros, em 2004. Conclui fazendo algumas sugestões sobre como diminuir os atuais danos do mercado ilegal da planta. Drogas. The article presents some historical facts about the plant Cannabis Sativa and its uses in , arguing some of the teses on its introduction in the country and the origins of its consumption. Drugs. Origens controversas de uma planta trans-cultural 1. 2. Maconha faz mal sim. Clipping do dia: 29/10/2012 Data de veiculação: 28/10/2012 Revista Veja.

Maconha faz mal sim

TRATAMENTO PSICOLOGICO DO USUARIO DE MACONHA E SEU - FLAVIA SEREBRENIC JUNGERMAN. Uso medicinal de cannabis não é "invenção de maconheiros" - Notícias - UOL Opinião. Ministro do STF diz que Brasil deve 'legalizar a maconha e ver como isso funciona na vida real' - BBC Brasil. Direito de imagem Ag Brasil O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso acredita que a descriminalização do consumo da maconha é "um primeiro passo" que pode levar "a uma política de legalização (das drogas) e eliminação do poder do tráfico".

Ministro do STF diz que Brasil deve 'legalizar a maconha e ver como isso funciona na vida real' - BBC Brasil

Em entrevista exclusiva à BBC Brasil, ele explicou por que decidiu neste momento defender apenas a liberação do consumo de maconha, adotando uma posição divergente da do ministro Gilmar Mendes, relator do caso que avalia a descriminalização do uso de drogas. Mendes votou por descriminalizar todos os entorpecentes. Barroso disse que adotou uma posição "um pouco menos avançada" porque acredita que assim "teria mais chance de conquistar a maioria" do tribunal. "Tem que avançar aos poucos. Como hoje ainda há muita resistência contra a liberação das drogas, o ministro considera que, se o STF decidir por descriminalizar tudo, "existe o risco de haver uma reação da sociedade contra a decisão, o que os americanos chamam de backlash". A Economia da Cannabis. Tese sobre a Liberação da Maconha - Documents. Introdução Cannabis Sativa, comumente chamada de maconha ou marijuana, vem trazer à sociedade brasileira um discurso que está em voga em grande parte do mundo: “ liberar ou não?

Tese sobre a Liberação da Maconha - Documents

É nesse contexto social que iremos analisar tais benefícios no uso da maconha, tanto nas questões médica, manufatura de produtos oriundos da Cannabis , seu uso recreativo e seu possível papel na redução da violência urbana e na economia. Efeitos do canabidiol, um canabinóide derivado da Cannabis sativa, em um modelo murino... Tese de Doutorado 10.11606/T.10.2012.tde-01102012-162516 Documento Autor Nome completo.

Efeitos do canabidiol, um canabinóide derivado da Cannabis sativa, em um modelo murino...

Estudos reforçam tese de que uso de "cannabis" aumenta risco de esquizofrenia. Tese sobre a Liberação da Maconha. Instituto da Cannabis. USP cria seu primeiro centro de pesquisas com maconha. (Divulgação) A Universidade de São Paulo acaba de anunciar que vai inaugurar seu primeiro centro de pesquisas especializado em maconha.

USP cria seu primeiro centro de pesquisas com maconha

A ideia é reunir todos os pesquisadores do campus de Ribeirão Preto que investigam o potencial medicinal dos derivados da planta – alguns, há mais de 30 anos. O foco principal é o canabidiol (CBD), um dos canabinoides mais famosos por aqui. Isso porque ele virou notícia quando famílias brasileiras começaram a tentar importar suplementos com a substância para tratar pacientes com formas graves de epilepsia, que não respondem aos tratamentos convencionais.

TV CANNALBIS

Notícias sobre Maconha. Legalizar maconha pode fazer mal para o meio ambiente. (iStock | gaspr13) A legalização da maconha é um tema extremamente polêmico: as opiniões divergem sobre o impacto que a medida teria sobre a saúde pública, a economia e o tráfico de drogas.

Legalizar maconha pode fazer mal para o meio ambiente

Mas um grupo de cientistas está questionando um lado não muito discutido sobre a cannabis: como a produção industrial da erva pode impactar o meio ambiente. O artigo, assinado por pesquisadores da Universidade da Carolina do Norte, nos EUA, e da Universidade de Lancaster, na Inglaterra, já entrega seu objetivo no título: “É tempo de avaliar o impacto ambiental do cultivo da maconha”. A publicação aponta que existem riscos ao meio ambiente que ninguém pensa antes de começar a produzir a planta. Isso porque plantar maconha não é fácil. Os problemas mais óbvios apontados pelos pesquisadores são os altos gastos energéticos necessários para manter a plantação nessas condições tão específicas. Os cientistas apontam outros impactos que ainda não somos capazes de medir.

Pacote para legalizar maconha nos EUA é apresentado ao Congresso. (MmeEmil/iStock) Deputados e senadores, incluindo republicanos e democratas, se uniram para lançar hoje no Congresso americano o “Caminho para a Reforma da Maconha”. O pacote de três projetos de lei propõe mudar radicalmente as leis federais americanas sobre a droga. Os dois primeiros visam proteger a regulamentação nos Estados que já aprovaram a medida via plebiscito. E o terceiro, mais radical, propõe regular a produção e o comércio de maconha para uso recreativo em todo o país. Um pacote para mudar a história. A medida chega num período de muitos avanços mas também de muita insegurança para usuários e empresários dos Estados que já legalizaram a erva.

Um dos projetos de lei apresentados hoje é o Small Business Tax Equity Act (Medida de Igualdade de Taxas para Pequenas Empresas). Médicos canadenses dizem que é melhor usar supositório de maconha do que fumar um beck - Vice. Esta matéria foi originalmente publicada na VICE Canadá . Enquanto o Canadá vai se aproximando da legalização da maconha — com novas regulamentações sobre o uso da erva esperadas para o meio do ano — alguns médicos estão questionando a forma como é consumida a maconha medicinal, sugerindo que enfiar a erva na bunda pode ser mais eficiente do que fumar. "O uso retal é muito melhor por causa do volume de absorção", disse Mikhail Kogan, diretor médico do Centro de Medicina Integrada da Universidade George Washington, ao Canadian Press. "Você pode usar muito mais e a cannabis é absorvida melhor, mas ninguém está aberto a esse tipo de administração.

" Quase metade dos canadenses já usou maconha pelo menos uma vez na vida, e fumar é o método mais popular de consumo. Paraíso na Terra: um dia com as freiras californianas da maconha - Vice. As Irmãs do Vale não são freiras comuns. Por exemplo, elas não são denominacionais. Elas usam o hábito e valorizam a espiritualidade, mas não são afiliadas a nenhuma das igrejas perto de sua casa em Merced, na Califórnia. Cannabis - Enciclopédia - Azarius. O que é a cannabis? A cannabis é uma planta anual de crescimento rápido com flores densas e pegajosas, que produz a substancia psicoactiva THC. A planta da cannabis pode ser seca ou processada de outro modo para produzir produtos com uma grande concentração de compostos que têm efeitos medicinais e psicoactivos quando consumidos, geralmente por inalação ou ingestão. É a planta psicoactiva mais usada ilegalmente, e tem uma longa história de uso medicinal, recreativo e industrial.

Devido à atenção negativa dos média sobre os seus efeitos psicoactivos, assim como à grande pressão política por parte das companhias farmacêuticas, a posse, o uso e a venda de productos psicoactivos de cannabis tornaram-se ilegais na maior parte do mundo nos princípios do século 20, e permanecem assim até hoje. Os ramos fibrosos da planta são usados para produzir roupas feitas de cânhamo, e corda. A história da Maconha no Brasil. Por Marcos Candido (Foto: Flickr @upslon) Em uma cela de um presídio em Diadema, em 2009, Francisco Benedito de Souza, hoje com 55 anos, amargou outra condenação em sua ficha criminal.

Preso quatro vezes por receptação de veículos e uma por falsidade ideológica, Francisco foi flagrado com cerca de 2 a 3 gramas de maconha escondida em uma marmita, numa cela que divida com cerca de 30 presos em Diadema, cidade na região metropolitana de São Paulo. Pela prática, o então presidiário foi condenado a prestar serviços comunitários, mas não sem resistir. Seis anos depois, Francisco leva consigo uma série de instituições nas costas – que vão desde o Ministério Público, Defensoria Pública até associações LGBT – que entraram com um recurso contra a condenação do réu. 7 filmes que marcaram a história da maconha no cinema. Snoop Dogg cria a “enciclopédia da maconha” – Forbes Brasil. Divulgação.

7 aplicativos para saber tudo sobre maconha. Legalização da cannabis. Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Efeitos da cannabis à saúde. Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Cannabis no Brasil. Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Marcha Maconha, Rio de Janeiro, 2014 Cannabis no Brasil é ilegal, mas que a posse e o cultivo de valores pessoais, foi descriminalizado em 2006.[1] Sementes de Maconha - Sementes de Cannabis. 6 maneiras saudáveis para consumir maconha. Papelito – Só mais um site WordPress. Prensado X Bud: Legalização da maconha muda hábitos no Uruguai. Após a liberação, usuários passam pelo processo de “descoberta dos buds”. Ou seja, eles abandonam o hábito de fumar o prensado paraguaio e passam a consumir apenas as flores, conhecidas por lá como cogollo, a maconha artesanal. Perguntas e Respostas Sobre: Maconha.

Growroom - Cultivo Indoor, Cannabis Medicinal e Ativismo - Growroom. Uruguai já conta com 1.200 Cultivadores de maconha e 500 Clubes canábicos. A Demonização da Cannabis: Documentário expõe as manipulações políticas que proibiram o uso da erva. Cremesp apoia descriminalização do porte de maconha para consumo pessoal.