background preloader

Tumblrs

Facebook Twitter

*LETÍCIA SPOILER* Jornalismo vai com deus. Deixar um abração pros amigos do Estadão que resolveram traduzir “Turkey” e colocaram o Peru como parte da Europa =^.^= como não pensei nisso antes.

jornalismo vai com deus

Tralha. InsektoCaxias do Sul/RS2014 Daniel EteCampinas/SP2014 Caxias do Sul/RS2014Gregory Debaco Ivo DelmondesAracajú/SE2014.

Tralha

Chateadíssima com esta situação. Tá avisado. Antropologia e Imagem. Porra, Mauricio! (Imagem via Rafael Monteiro) (Imagem via voodoo-witch-queen) (Imagem via RivaDias) (Imagem via juliopanzera )

Porra, Mauricio!

Things that are cheaper than whatsapp. Heifer cow gift donations can change lives, giving hope to families in even the most dire of circumstances.

Things that are cheaper than whatsapp

This donation also funds training in the care of the heifer and improving the animal’s health. Each gift of a heifer: Coisas que eu achava quando era criança. Coisas mais novas que Oscar Niemeyer. Porn Hub Comments on Stock Photos. Coisas que são unissex: Milos Rajkovic "Sholim" Spongebob Closeups. Gostosa que se acha gorda. Melhor Japão. Elgranoscar: Ese gordo funnymanganimetvmoviesrl: "Worms?

Melhor Japão

In my vagina? ""It’s more likely than you think. " zrcalos: What. Downrabbitholes: x (Source: travelry) naughtynerdess: No! Immorgan: love-butts: Is this a real Japanese or Korean fitness product? Well she’s doing a pretty good job (Source: funnymanganimetvmoviesrl) itsrainingtrucks: Don’t even get me started on this (Source: sailorjeesus) funnymanganimetvmoviesrl: Meanwhile in Japan… tsaiko: There is a reason I have a tag called “WTF Japan.” Noonelooksatthisright: First I was like (◠‿◠✿) but then I was like(⊙‿⊙✿) O drama do reflexo da LUA ZH. Mark, você é fresco. 'O que não tem censura nem nunca terá'

Gorda horrível?

'O que não tem censura nem nunca terá'

Belíssimo texto! Todxs deveriam ler! Por Kasey Edwards Querida mãe, Eu tinha sete anos quando descobri que você era gorda, feia e horrorosa. Até então, eu acreditava que você era linda – em todos os sentidos da palavra. Mas numa noite, tudo isso mudou. De primeira, não entendi o que você quis dizer. “Você não é gorda.” - eu disse, inocente e com sinceridade - ao que você respondeu, “Sim, eu sou, querida. Nos dias seguintes, eu tive algumas revelações doloridas, que moldaram a minha vida toda. 1. você deveria ser mesmo gorda, porque mães não mentem. 2. gordo é sinônimo de feio e horroroso. 3. quando eu crescesse, seria como você e, portanto, seria gorda, feia e horrorosa também.

Passados alguns anos, eu revivi essa conversa e todas as centenas de outras que vieram depois e tive muita raiva de você. Exatamente como você, eu passei a minha vida inteira me sentindo gorda – (nem sei quando foi que “gorda” se tornou um sentimento). Mas os anos se passaram. Mas eu estava errada, mãe. Hipster ou Cobrador?