background preloader

Outras Escolas

Facebook Twitter

Destino Educação: Escolas Inovadoras | Episódio 03 | Colégio Fontán. Destino Educação: Escolas Inovadoras | Episódio 03 | Colégio Fontán. Destino Educação: Escolas Inovadoras | Episódio 01 - Projeto Âncora. Destino Educação: Escolas Inovadoras | Episódio 02 | Bath School. Bem-vindo à terra do nunca - Colabora. Escondido entre as árvores centenárias de um bosque, em Nervesa di Battaglia, no norte da Itália, encontra-se o Ai Pioppi, o primeiro parque de diversões no mundo que funciona sem energia elétrica. Construído pelas mãos do simpático e sonhador nonnino Bruno Ferrin, de 79 anos, o parque, na sua simplicidade, proporciona aos grandes e pequenos a possibilidade de redescobrir o prazer de brincar. Gostaria de voltar a ser criança para brincar eternamente. Minha alegria hoje é saber que proporciono momentos de plena felicidade aos pequenos, mas aos grandes também.

Um lugar onde nada é proibido, a entrada é gratuita e o único aviso existente pede para que os visitantes informem se encontrarem algum brinquedo quebrado. O parque ocupa uma área de 30 mil metros quadrados e possui cerca de 50 atrações. Sem querer, usando materiais reciclados – pedaços de pneus, metais e cordas – para fabricar os brinquedos, Bruno construiu um parque ecológico. Tudo começou no Brasil Futura geração. Reggio Emilia: uma cidade educadora da primeira infância - Portal Aprendiz. “A criança temuma centena de línguas(E cem cem cem mais)mas eles roubam 99.A escola e a culturaao separar a cabeça do corpo.Dizem-lhe:pensar sem as mãosfazer sem cabeçapara ouvir e não falarde compreender sem alegriade amar e de maravilhar-sesó na Páscoa e no Natal.Dizem-lhe:para descobrir o mundo que já está láe do cemeles roubam 99”(Loris Malaguzzi, “As Cem Linguagens das Crianças”) Os moradores da cidade de Reggio Emilia, no norte da Itália, hoje com 170 mil habitantes, encontraram, após a II Guerra Mundial, uma cidade de escombros e junto dela, a necessidade de reconstruir suas vidas.

Um parcela dos cidadãos decidiu então que a melhor forma de reconstruir o tecido social, cultural e político da comunidade seria o caminho de construir uma escola com as próprias mãos. Da necessidade do cuidado dos pequenos, vislumbrou-se o cuidado da cidade inteira. Os detritos dos tempos idos virou matéria prima para a construção do novo. Comunidade como centro Cem linguagens. Em Israel, a Escola Democrática de Hadera vê o respeito à liberdade como elemento pedagógico estruturante. Iniciativa: Escola Democrática de Hadera Pública ou privada: pública Descrição: “A escola não confere liberdade aos seus estudantes, ao contrário, ela não nega a liberdade que nasce junto com cada pessoa. Assim, liberdade não é uma aquisição e ela não tem pré-requisitos a não ser o respeito pelo próximo e o acordo das regras elaboradas coletivamente.”

Foi a partir deste pressuposto que, em 1987, um grupo de pais e educadores criou uma escola democrática em Hadera, municipalidade do distrito de Haifa, em Israel. A proposta era organizar um espaço de ensino que garantisse o direito de escolha do estudante no que e em como aprender, bem como na experiência cotidiana de um coletivo democrático. A Escola Democrática de Hadera, segundo Yaacov Hecht, um de seus fundadores, deve fazer com que a criança se sinta capaz, sinta que alcançou seus objetivos.

Liberdade e decisão coletiva Estudantes em atividade na escola. Leia + Yaacov Hecht: “As crianças podem aprender em qualquer lugar da cidade” Acesse. Reggio Emilia: escolas feitas por professores, alunos e familiares. A criança é feita de cem. /A criança tem cem mãos/ cem pensamentos/ cem modos de pensar/ de jogar e de falar./ Cem sempre cem/ modos de escutar/as maravilhas de amar. Cem alegrias/ para cantar e compreender. /Cem mundos/ para descobrir./ Cem mundos/ para inventar./ Cem mundos/ para sonhar./ A criança tem/ cem linguagens/ (e depois cem cem cem)/ mas roubaram-lhe noventa e nove./ A escola e a cultura/ lhe separam a cabeça do corpo.

(Trecho de As Cem Linguagens da Criança, de Loris Malaguzzi). Iniciativa: Reggio Emilia Pública ou privada: Pública Descrição: O trecho do poema do pedagogo e educador Loris Malaguzzi, que reconhece as habilidades das crianças, resume a abordagem pedagógica presente na educação infantil de Reggio Emilia, cidade localizada ao norte da Itália, com cerca de 170 mil habitantes. Leia também no Portal Aprendiz: Uma cidade educadora de primeira infância Em Israel, a Escola Democrática de Hadera vê o respeito à liberdade como elemento pedagógico estruturante Contato. Rua job lane - Recherche Google. As escolas do futuro já existem. São Paulo - Na Orestad Gymnasium, uma escola municipal de Copenhague, na Dinamarca, inaugurada em 2005, até a planta do prédio foi pensada para viabilizar o conceito de “escola do futuro”. O edifício de cinco andares tem algumas salas de aula tradicionais, no estilo quatro paredes, uma porta e janelas. Mas 50% das atividades são realizadas em espaços de convivência, onde os alunos do ensino médio são incentivados a resolver em pequenos grupos desafios propostos pelo professor.

Nenhum adolescente usa caderno feito de papel ou é obrigado a tirar cópias de livros. Tudo é digital. Da turma formada no ano passado, 95% dos alunos foram aprovados em universidades. Na escola localizada no bairro Soho, os professores decidem quando as aulas serão expositivas, offline ou online. Como nas classes tradicionais, os professores escolhem se os exercícios serão feitos em pequenos grupos ou individualmente.

A inspiração dos vídeos vem do americano Salman Khan. Admirável mundo novo. Artistas colorem alas de hospital infantil para levar mais cor e alegria às crianças - Razões para Acreditar. O clima dos hospitais não é dos mais agradáveis. A arquitetura do lugar, as cores das paredes (brancas, majoritariamente), a temperatura, enfim, deixam o ambiente pesado e insuportável. Pensando nisso, o London Royal Children’s Hospital convidou 15 artistas e designers para levarem a sua arte ao hospital e deixá-lo mais colorido e divertido para os médicos, pacientes e seus familiares. Leia também: Médico se veste de Batman para atender crianças em Hospital Entre os artistas e designers convidados, estão Morag Myerscough, a artista têxtil Donna Wilson, o designer de brinquedos em madeira Miller Goodman, o designer de produção Tord Boontie, o autor, ilustrador e designer de tapetes Chris Haughton e a designer de superfície Ella Doran.

Olha como ficou incrível: via [Follow The Colours] Conheça a escola de educação infantil totalmente ao ar livre - faça sol ou neve! 27 jul. 2015 Estudo, escola, aprendizagem… O que te passa na cabeça ao ouvir essas três palavras? Provavelmente uma sala de aula, professora, lousa e carteiras – com direito a uma maçã na mesa frontal! Adivinha só: não precisa ser assim! Na Suíça, escola de educação infantil oferece toda a bagagem necessária para a criança fora da sala de aula. E melhor: ao ar livre, em contato com a floresta local. Entre os 4 e 7 anos, as crianças aprendem tudo que é preciso para sobreviver na natureza (inclusive manusear facas e cortar madeira para acender uma fogueira, por exemplo). É claro que a diversão também rola solta. Nesta escola, obesidade, hiperatividade e déficit de atenção não têm vez! Estudos recentes concluem que crianças passam menos do que a metade do tempo fora de casa (em comparação há 20 anos).

Jéssica Miwa Mãe do Gael, jornalista e cofundadora do The Greenest Post. Conheça a escola que fica no meio da floresta, é feita de bambu e ensina permacultura aos alunos. 02 nov. 2015 Salas de aula com quatro paredes, quadros verdes, giz e muito pó no ar? A Green School Bali é a prova viva de que instituições de ensino não precisam ser assim. Inovando na infraestrutura e na proposta pedagógica, a escola naturalista conquistou o coração de ambientalistas do mundo inteiro. Além de ensinar lições que de fato serão úteis para a vida toda, a escola também tem importante papel de reconectar seus alunos com a natureza — principalmente em uma era urbana, cinza e tecnológica.

É uma maneira de aprender desde cedo sobre sustentabilidade e meio ambiente. Localizada na cidade de Bali, na Indonésia, a escola foi inaugurada em setembro de 2008 com apenas 98 estudantes. O local é pensado dentro dos princípios da permacultura e estudantes ajudam a cultivar hortas orgânicas dentro de suas atividades diárias de aprendizagem. O objetivo é formar cidadãos preparados para administrar recursos naturais, ensinando o pensamento crítico e criativo. Jéssica Miwa. A escola que fica dentro de uma fazenda orgânica – e não tem salas de aula nem carteiras.

29 fev. 2016 A ideia de conectar crianças à natureza enquanto aprendem lições fundamentais já é conhecida (e adorada) mundialmente. Lembra da Green School Bali, que é feita de bambu e ensina permacultura aos alunos? Tem também a escola sueca que fica, literalmente, em uma floresta, faça sol ou neve! É fato: o modelo de aprender brincando tem se espalhado mundo afora.

Crianças pequenas têm curiosidade natural com tudo que é relacionado à terra, plantas e animais. Por que não se aproveitar disso para ensiná-las matérias importantes ao desenvolvimento, como química, biologia, matemática e história? Foi pensando nisso que Edoardo Capuzzo e alguns outros designers italianos criaram o conceito de “Fazenda Pré-escola” — e ganharam o prêmio de arquitetura AWR International Ideas Competition. Além de serem responsáveis pelo cultivo (e aprender tudo relacionado ao assunto), as crianças também têm contato com tecnologias supermodernas de energia solar e eólica, que abastecem a escola-fazenda. Escolas verdes: alunos mais saudáveis e notas melhores - Conexão Planeta. A imagem que você vê na abertura desta reportagem é da Sidwell Friends School, em Washington D.C., na capital dos Estados Unidos.

A fachada de madeira foi construída com madeira recuperada de barris de vinho. O deque também foi erguido com material reciclado – antigas estacas do porto de Baltimore, cidade próxima dali. No telhado verde do colégio há plantas e horta, além de painéis fotovoltaicos e um sistema que permite o uso de ventilação natural na parte interna do edifício, reduzindo assim o uso de ar condicionado. Há ainda uma espécie de lago, onde a água utilizada na escola é tratada ali mesmo e reutilizada nos banheiros. Mas na Sidwell, a sustentabilidade também é levada para o programa pedagógico na sala de aula. Os alunos aprendem no dia a dia como é viver de maneira mais saudável e impactando menos o meio ambiente.

Os filhos de Gregory Kats (assim como as filhas do presidente Barack Obama) estudam na Sidwell. O que é uma escola sustentável ou verde? Foto: Ana Ka’ahanui. El Instituto de Investigación Pública de Austria recomienda las escuelas Waldorf-Steiner como modelos para la enseñanza de las ciencias - El Farol Escuela Waldorf-Steiner. Public Austrian research institute recommends Steiner Waldorf schools as models for science teaching In a report, based on the PISA study in 2006, the Austrian Bundesinstitut for Educational Research Innovation and Development (BIFIE) recommends Steiner Waldorf schools as models for teaching in the sciences. According to the PISA study, Austrian Steiner Waldorf schools are better at teaching the sciences than schools in OECD countries and Austrian schools in general.

The report writes: The results of pupils at Waldorf schools in the sciences are better than the average for pupils in OECD countries with 524 points and 500 points respectively and are also higher than the average for Austrian schools. It also writes Recommendations for educational policies based on the PISA results can be made especially for the teaching of natural science. For the full report by the research institute, see. 15 escolas ao redor do mundo que impressionam por sua arquitetura | Catraquinha. Criatividade na Educação. No projeto Âncora, em Cotia, a proposta pedagógica encoraja autonomia na aprendizagem. Iniciativa: Proposta Pedagógica do Projeto Âncora Pública ou Privada: 3° setor Descrição: Em funcionamento desde 1995, o Projeto Âncora foi fundado originalmente como uma organização não governamental para desenvolver projetos sociais e culturais com crianças de baixa renda no contraturno das escolas.

Em 2011, o educador e idealizador da Escola da Ponte de Portugal, José Pacheco, chega ao projeto para auxiliá-lo a tornar-se uma escola da educação básica. Porém, com uma proposta diferente das escolas tradicionais. Jovens apresentam planejamento das atividades pedagógicas que querem participar Como na Escola da Ponte – uma das principais referências em Educação Integral -, o objetivo do Âncora é fazer com que os 680 meninas e meninos entre um e 18 anos sejam autônomos de seu próprio aprendizado e que a escola seja um dos espaços em que este processo aconteça, mas não o único.

O projeto é desenvolvido com base em roteiros de estudo, e não por apostilas ou livros didáticos. Contatos: Projeto Âncora se inspira na Escola da Ponte. O modelo revolucionário da Escola da Ponte, referência mundial em educação, foi a inspiração para o Projeto Âncora – ONG em Cotia, São Paulo, com 17 anos de atuação na área social – lançar sua escola de educação básica. Assim como a portuguesa, a Escola Projeto Âncora não tem séries; alunos de 6 a 10 anos estudam juntos, desenvolvem projetos de pesquisa de acordo com suas afinidades e são orientados por professores e pedagogos. Na escola, os alunos são colocados em contato com diferentes atividades: música, informática, esportes, circo, artes e culinária. Para se matricular, é necessário cumprir algumas exigências, como morar em um raio de até 3 km de distância da escola e ter renda familiar de até três salários mínimos – não há custo algum para os pais. O conhecimento é desenvolvido por meio de projetos de pesquisa. No primeiro semestre deste ano, por exemplo, um grupo de alunos escolheu estudar a escravidão africana no Brasil.

Apoio de José Pacheco. MEC reconhece instituições educacionais inovadoras e criativas pelo país. Ana Luiza Basílio, do Centro de Referências em Educação Integral O Ministério da Educação (MEC) reconheceu 178 instituições educacionais brasileiras, entre organizações não governamentais, escolas públicas e particulares, como exemplo de inovação e criatividade na educação básica.

As informações estão condensadas no Mapa da Inovação e Criatividade na Educação Básica, lançado no dia 22 de dezembro, como resultado de um chamamento público realizado pelo ministério em setembro. Na ocasião, o MEC abriu um edital no intuito de conhecer e identificar iniciativas inovadoras para saber em que medida elas poderiam apontar caminhos na melhoria da qualidade da educação brasileira. A avaliação das instituições, feita por grupos de trabalho regionais, levou em conta cinco dimensões, avaliadas de acordo com os critérios de inovação definidos: gestão, currículo, ambiente, método e articulação com outros agentes. Segundo dados do MEC, as instituições reconhecidas representam as cinco regiões do país. Why Waldorf Works - Escuela Internacional Waldorf- Steiner Málaga. Escuela de Familia: “Las fuerzas de vitalidad en los niños, su cultivo y cuidados.” Os invitamos al próximo encuentro de nuestra Escuela de Familia, que será el próximo sábado 12 de diciembre, de 10 a 14 h.

En esta ocasión, bajo el título Las fuerzas de vitalidad en los niños, su cultivo y cuidados, hablaremos de este tema crucial hoy en día: cómo sentar las bases de la… Read more » Mercadillo de Navidad El mercadillo navidad es una tradición en nuestra escuela, una celebración maravillosa de la magia y la belleza de la Navidad. Por qué WaldorfLa Pedagogía Waldorf está dirigida al niño en mucha mayor medida que ningún otro sistema educativo. El aprendizaje, sea de Química, Matemáticas, Historia o Geografía, está impregnado de vida y alegría, lo que es la única base real para estudios posteriores. El Instituto de Investigación Pública de Austria recomienda las escuelas Waldorf-Steiner como modelos para la enseñanza de las ciencias - El Farol Escuela Waldorf-Steiner. Portal do Educador - Pela primeira vez na história MEC reconhece outras formas de organizar a escola. Meu orgulho: Ensino de escola do Ribeirão Verde é baseado no amor, verdade, retidão e paz.

Projeto Âncora. 12 sinais de que você está criando seu filho para ser escravo. Philips Historical Products. Floresta urbana - Integrar Natureza e Cidade para todos - Início. Como criar um jardim vertical em casa usando calças jeans velhas - Eco Rede Social. Floresta urbana - Integrar Natureza e Cidade para todos - Início. O professor que transformou uma escola dominada por traficantes em referência em educação - The Greenest Post. Projeto Âncora. Resultados da Pesquisa de imagens do Google para. Resultados da Pesquisa de imagens do Google para. Resultados da Pesquisa de imagens do Google para. Projeto quer implantar o conceito da Escola da Ponte no Brasil | FarolCom.